Markup: Como o índice pode ajudar a faturar mais

Por Redação Azulis

Cálculo leva em contas despesas e lucro desejado para achar um preço a ser cobrado

preencher-uma-nota-promissória

Estabelecer os preços a serem cobrados pelos produtos ou serviços que se pretende oferecer é estrategicamente fundamental para o sucesso de um negócio. Tais preços precisam não só cobrir todos os impostos atrelados como também os custos com matéria-prima, mão de obra, transporte, locomoção e distribuição, além de garantir uma margem de lucro para o empreendedor e ainda se mostrar atraente para a clientela em comparação com a concorrência.

Ou seja: se a precificação não for feita corretamente, dificilmente um negócio consegue se sustentar por um longo tempo.

Já que definir os preços de produtos e serviços não deve ser feito aleatoriamente, existem ferramentas de eficiência comprovada que podem ser utilizadas para encontrar qual o valor unitário ideal a ser cobrado por um produto ou um serviço.

Por ideal, entenda-se um valor que dá conta de, simultaneamente, cobrir as despesas, atrair os clientes e gerar lucro para o negócio. Baseada em um conceito de cálculo simples, a mais utilizada destas ferramentas é o índice Markup.

O que é o índice Markup ou Mark Up?

O índice Markup é uma espécie de fórmula econômica que auxilia empreendedores dos mais diversos portes e segmentos a precificarem corretamente seus produtos ou serviços. É um cálculo simples e prático que qualquer empreendedor pode fazer se tiver reunido em mãos os dados sobre o funcionamento financeiro do negócio: impostos, custos, despesas fixas, despesas variáveis, margem de lucro desejada.

Com essas informações, o Markup é um instrumento de cálculo que pode funcionar para qualquer empresa, de todos as áreas e tamanhos. De maneira simplificada, o Markup é um índice que é aplicado sobre o custo total de um produto ou serviço para que seja definido o melhor preço a se cobrar por ele.

Ao realizar o cálculo sem deixar de lado nenhum custo e de olho na margem de lucro, o empreendedor garante que o valor que cobrará de seus clientes será o suficiente para, justamente, cobrir os custos e garantir o lucro.

Com efeito, até as grandes empresas baseiam-se no índice Markup para decidir os preços que serão exibidos e cobrados em seus portfólios. 

Qual a importância do Markup para os negócios?

O índice Markup é uma ferramenta extremamente útil e eficaz que pode ser usada por negócios de qualquer porte ou segmento para precificar seus produtos e serviços. Dito isso, é importante ressaltar que há alguns casos em que o caminho mais adequado para se definir os preços pode não ser basear-se nos custos – exatamente a proposta do Markup. Nestes casos, é recomendável buscar outra ferramenta de precificação.

De maneira geral, porém, o Markup pode ser facilmente implantado e dá mais segurança para que o empreendedor estabeleça preços que cubram todos os custos e despesas e lhe deem lucro. Pesquisas mostram que a grande maioria dos empresários brasileiros não sente segurança na hora de fechar os preços que irá cobrar. Além disso, em momentos de crise econômica e forte concorrência no mercado, muitos tendem a baixar os preços sem critério algum – o que pode ser desastroso para a empresa.

E pior: quando o próprio empreendedor não sabe exatamente quais são todos os custos e despesas do seu negócio, nem mesmo utilizando o índice Markup se chegará a um preço adequado. Para que o Markup funcione, primeiro é preciso identificar os respectivos percentuais de despesas, custos e lucro desejado do negócio em questão. 

Como calcular o índice Markup?

Antes de explicarmos como calcular o Markup, é preciso entender os conceitos básicos de cada um dos fatores que devem ser levados em consideração no cálculo:

🡪 Despesas Fixas – são os gastos que não estão diretamente ligados ao produto ou serviço, e sim ao funcionamento do empreendimento: salários dos colaboradores, aluguel, contas de água, luz, telefone e internet, etc.

🡪 Despesas Variáveis – são os gastos que variam de acordo com outros fatores, como o volume de vendas: impostos sobre vendas, comissão para vendedores, etc.

🡪 Custos – gastos que são investidos diretamente para adquirir ou gerar um produto ou serviço.

🡪 Margem de Lucro – é o percentual de rendimento que o empreendedor espera obter para si mesmo sobre o preço unitário de um produto ou serviço.

Dependendo do negócio em questão, o cálculo do Markup pode ser feito individualmente para cada produto ou serviço ou então ser aplicado de forma geral para todos os produtos e serviços – cabe ao empreendedor analisar e fazer essa escolha.

Também é importante lembrar que os valores correspondentes às despesas, aos custos e à margem de lucro a serem incluídos no cálculo são percentuais – razão pela qual a fórmula usada para encontrar o Markup começa exatamente com o número 100. Assim, a fórmula geral de como calcular o Markup é a seguinte:

100 / [100 – (DV + DF + LP)]

Onde:
100 = preço unitário total de venda em percentual
DV = Despesas Variáveis
DF = Despesas Fixas
LP = Lucro Pretendido 

Ao dividir 100 por 100 menos as porcentagens somadas de despesas fixas, despesas variáveis e lucro pretendido, o Markup apontará um preço que pode cobrir todos os custos e ainda dar lucro para o empreendedor. Não esqueça de incluir todas as informações corretas para que o valor final apontado seja o mais adequado o possível para seu negócio.

As informações foram úteis?

Você não achou esse artigo útil.
Nos ajude a melhorar! Como podemos tornar esse artigo mais útil?
Agradecemos pelo seu feedback!