Franquia CVC: passo a passo para investir e virar franqueado

Por Redação Azulis

Abrir unidade da maior agência de turismo da América Latina requer investimento entre R$ 60 mil e R$ 150 mil

Se você tem o sonho de abrir seu próprio negócio, saiba que não está sozinho. Segundo uma pesquisa realizada ao longo de 2019 pela empresa britânica OnePoll em 24 países, nada menos que 77% dos brasileiros sonham em ser donos do próprio empreendimento. 

A mesma pesquisa mostra que as razões desta meta variam, outros citam a possibilidade de definir seu horário de trabalho. Nada menos do que 80%, porém, acreditam que nunca realizarão este sonho.

Os motivos da descrença também variam: custo alto no investimento inicial e insegurança sobre como começar, estão entre os mais citados.

Mas, e se o futuro empreendedor puder iniciar seu próprio negócio já reproduzindo um modelo de sucesso devidamente comprovado? 

É isso o que propõe o sistema de franquias: um modelo de negócio criado por uma empresa, a franqueadora, que concede autorização para que sua marca seja reproduzida em outros lugares.

No Brasil, existem franqueadoras dos mais diversos segmentos comerciais: de alimentação e entretenimento, passando por saúde, limpeza entre outros diversos. Antes de abrir uma franquia, porém, é essencial definir qual é o seu próprio perfil de empreendedor e sua vocação comercial. 

Se gosta de lidar com viagens ou hotelaria e deseja aproveitar o potencial de R$ 200 bilhões que o mercado de Turismo apresenta, abrir uma franquia CVC pode ser a melhor opção para você. 

Conheça a franquia CVC

A CVC é a maior operadora de viagens turísticas do Brasil e da América Latina. A sua visão de negócios inclui “tornar o turismo acessível a todas as pessoas, oferecendo produtos, serviços e atendimento de qualidade a preços justos”. Sua missão é a de “formatar produtos e adaptar os preços desses produtos à capacidade de pagamento dos clientes”. 

Criada por dois sócios em 1972 no interior de São Paulo como uma pequena agência de viagemns, a CVC passou a oferecer pacotes de viagensm na década de 80 e abriu novas lojas em outras cidades em 1983. Nos anos 1990, a marca começou a atuar no ramo de franquias e hoje é a franqueadora líder no setor de Turismo na América Latina, oferecendo passagens aéreas e marítimas para destinos nacionais e internacionais.

Com quase 50 anos de história, hoje a franquia CVC é listada como uma das 10 maiores franquias do Brasil pela Associação Brasileira de Franchising (ABF).

Os principais serviços que a franquia CVC oferece para o público, incluem:

🡪 Passagens aéreas
🡪 Hospedagem em hotéis e resorts
🡪 Aluguel de veículos
🡪 Pacotes de viagens
🡪 Ingressos
🡪 Cruzeiros
🡪 Vale-viagem (cartão de presente)

Entre as principais características da CVC, pode se destacar a força da marca: são mais de 1400 franquias espalhadas pelo Brasil, o que lhe garante a 10ª posição entre as maiores franqueadoras do país. Além disso, a CVC já foi vencedora de diversos prêmios Top of Mind e seu sistema de franchising já foi considerado o melhor do Brasil.

Com mais de mil destinos nacionais e internacionais, a CVC se propõe a dar segurança e conforto a seus clientes para que estes aproveitem somente o melhor de suas viagens. Para que isso ocorra, a própria franqueadora garante total assistência, orientação, e apoio para toda franquia CVC. Isso inclui o recebimento de um “Kit de Publicidade Local”, que ajuda a divulgar o novo negócio no início do empreendimento.

Ser dono de uma franquia CVC requer abrir uma loja física – o sistema de franchising da marca, porém, permite que esta instalação ocorra em três tipos de pontos de venda: loja de rua, loja em hipermercado e loja em shopping center. Mas o tamanho da unidade exige sempre uma área mínima de 30 metros quadrados. 

Como se tornar franqueada CVC

Abrir uma franquia CVC requer seguir o seguinte passo a passo:

🡪 Acesse o portal de franquias da CVC, clique em “Quero ser um franqueado” e preenche o formulário;

🡪 Dê informações sobre o local onde deseja abrir uma franquia CVC – se é um imóvel próprio ou alugado, por exemplo;

🡪 Forneça mais detalhes sobre o empreendimento, como o capital disponível, o tempo que possui para trabalhar no negócio e a data em que deseja abri-lo;

🡪 Descreva em detalhes seu histórico profissional e qual seu nível de experiência na área de Turismo;

🡪 Enviada a proposta, a CVC irá avaliar seus dados antes de aprovar a nova franquia. É possível que a marca entre em contato para, tanto presencialmente quanto pela internet, realizar entrevistas com o candidato a franqueado;

🡪 Caso a proposta seja aprovada, o novo empreendedor deve entregar todos os documentos que a CVC pede e assinar o contrato. Ele receberá, então, a Circular de Oferta de Franquia (COF, que lista todas as regras da relação franqueadora-franqueado) e instruções sobre como montar e instalar a nova unidade;

🡪 Uma vez que a instalação esteja finalizada, a CVC dá suporte ao empreendedor para que ele faça o treinamento da equipe de colaboradores que contratou. A partir daí, o novo franqueado passa a poder utilizar a imagem, o logo, a estratégia e tudo o que está associado e é de propriedade da marca CVC.

Todos os quesitos acima são avaliados em detalhes pelo setor de franquias da CVC para que a viabilidade do negócio seja garantida – o ponto comercial que é sugerido pelo empreendedor receber uma atenção especial. Existem, porém, alguns pré-requisitos que a CVC exige antes de aprovar novos franqueados. Dentre essas exigências, as principais são:

1. Comprovar possuir experiência de no mínimo 6 meses no setor de turismo e Hotelaria;

2. Não ser proprietário ou sócio de outra empresa de turismo e poder se dedicar exclusivamente à administração da franquia CVC;

3. Conhecer o perfil do público-alvo na região onde a unidade será instalada para garantir o padrão de qualidade no atendimento que a marca exige;

4. Ter capital próprio para iniciar uma franquia CVC sem depender de empréstimos ou financiamentos;

5. Morar próximo ao local onde a nova unidade será instalada.

Se a pessoa já possui uma agência de turismo e deseja transformá-la em uma franquia CVC, o passo a passo a seguir é o mesmo que descrevemos acima. Com as vantagens de que não seria preciso buscar um novo ponto comercial e a experiência no setor de turismo poderia ser facilmente comprovada.

Quanto custa uma franquia CVC?

Abrir uma franquia CVC requer um investimento inicial que varia entre R$ 60 mil e R$ 150 mil – o valor exato depende essencialmente do ponto comercial escolhido pelo empreendedor. Enquanto montar uma loja de rua pode ser feito investindo a partir de R$ 60 mil, uma loja em um hipermercado custa a partir de R$ 80 mil e, em um shopping center, a partir de R$ 100 mil. 

Nas três possibilidades, o payback (o tempo de retorno do investimento) é de 24 a 28 meses e o faturamento médio é de R$ 430 mil.

Além da variação no investimento inicial exigido, a CVC oferece algumas outras vantagens econômicas. Não são cobrados, por exemplo, nem taxa para abrir a nova franquia e nem os royalties pelo uso da marca. 

O investimento entre R$ 60 mil e R$ 150 mil acaba sendo todo aplicado no ponto comercial, na instalação da unidade e na contratação e treinamento dos colaboradores.

Em contrapartida, a CVC garante 100% de suporte quanto a treinamento e assistência ao franqueado. Também fornece o Kit de Publicidade Local e faz fortes investimentos em divulgação na mídia nacional – sem cobrar seus franqueados adicionalmente pelo marketing gratuito.

Saiba mais sobre a franquia CVC

As informações foram úteis?

Você não achou esse artigo útil.
Nos ajude a melhorar! Como podemos tornar esse artigo mais útil?
Agradecemos pelo seu feedback!