Curso técnico gratuito: como funciona e quais os benefícios

Por Redação Azulis

Conheça algumas formações técnicas e saiba como escolher o curso adequado para seu perfil

Mesmo sem sair de casa por causa da quarentena do coronavírus é possível investir na própria formação. São inúmeras as opções para turbinar o currículo e uma delas é o curso técnico gratuito. 

A empregabilidade dos cursos técnicos é bastante alta. Sete em cada 10 alunos conseguem um emprego logo após a formatura, de acordo com pesquisa do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai). 

O Senai realizou também o estudo Mapa do Trabalho, que mostra que o Brasil precisará qualificar 10,5 milhões de trabalhadores em ocupações industriais nos níveis superior, técnico, qualificação profissional e aperfeiçoamento até 2023.

As principais demandas são ligadas à tecnologia. Elas incluem tanto o aperfeiçoamento de quem já trabalha, quanto a formação para quem ainda vai ingressar no mercado. 

Então, se você está numa situação ou em outra, vale a pena investir em um curso técnico gratuito. 

Como funciona um curso técnico

Os cursos técnicos são formações de nível médio (um nível antes da graduação) e podem ser feitos por quem está cursando ou já concluiu o ensino médio. Com regulamentação do Ministério da Educação (MEC), são cursos com uma carga horária que varia entre 800, 1.000 e 1.200 horas, focados em oferecer uma habilitação profissional aos estudantes. 

Por essas características, em sua grade curricular os cursos técnicos costumam dar bastante ênfase às necessidades do mercado de trabalho.

O perfil dos profissionais formados, a infraestrutura mínima requerida para oferecer um curso técnico e o campo de atuação para cada habilitação estão descritos no Catálogo Nacional de Cursos Técnicos do MEC. 

Há cursos técnicos que só podem ser feitos presencialmente e outros que podem ser feitos a distância. Você pode conferir a lista das instituições reconhecidas pelo MEC para oferecer cursos técnicos com diploma reconhecido nacionalmente neste link: https://sistec.mec.gov.br/consultapublicaunidadeensino

Neste ano de 2020, o MEC liberou 31,7 mil vagas de cursos técnicos a distância, em parceria com diversas instituições. A ação faz parte de um programa chamado Novos Caminhos, para incentivar a profissionalização e o empreendedorismo entre os brasileiros. 

Exemplos de cursos técnicos gratuitos

O curso técnico gratuito é mais comum na modalidade presencial. Nesse caso, os institutos federais de cada estado são protagonistas em oferecer essa formação. 

É possível fazer um curso técnico ao mesmo tempo em que se está cursando o ensino médio, que é o chamado “Técnico Integrado ao Ensino Médio”. Mas há institutos que oferecem também o “Técnico Concomitante ou Subsequente”, para quem já concluiu ou esteja cursando, no mínimo, o segundo ano do Ensino Médio. 

Para fazer um curso técnico gratuito em um instituto federal é necessário, geralmente, passar por um processo seletivo. Cada estado possui suas regras e períodos de matrícula, então é importante estar atento a elas. A lista com contatos de todos os institutos está disponível no site do MEC: http://redefederal.mec.gov.br/instituicoes

Mas para quem não quer ou não pode sair de casa, as opções online são mais interessantes. O Senai é uma instituição que oferece curso técnico gratuito online. Há várias opções como: 

  • Fundamento da Logística
  • Empreendedorismo
  • Segurança do Trabalho
  • Propriedade Intelectual
  • Tecnologia da Informação e da Comunicação
  • Lógica de Programação
  • Finanças Pessoais

Elas estão disponíveis no link: https://www.mundosenai.com.br/busca/?search=gratuito

Quatro benefícios de um curso técnico gratuito

Fazer um curso técnico gratuito tem muitas vantagens, a começar pela questão financeira. Mas além de não precisar desembolsar nada para se formar, há outros benefícios para quem escolhe essa modalidade. 

A duração de um curso técnico é menor que de uma faculdade, por exemplo. Então a rapidez é uma vantagem, especialmente para quem quer e precisa ingressar logo no mercado de trabalho. 

Outro benefício é que os cursos técnicos são bem focados no aprendizado prático. Essa característica também facilita a vida de quem está procurando um emprego ou mesmo para quem quer abrir seu próprio negócio. 

O retorno financeiro para quem faz um curso técnico gratuito costuma ser bastante positivo. Primeiro porque você não investiu dinheiro na formação e, segundo, porque os salários de profissionais técnicos são bem valorizados. 

Como escolher o curso técnico ideal para você

Vários fatores devem ser levados em conta para escolher um curso técnico. O primeiro deles é sua afinidade com o tema. É importante escolher uma área de atuação com a qual você se identifique, para que você se sinta motivado a estudar e a trabalhar depois de se formar. 

Outro fator importante é o tempo de curso e sua disponibilidade para os estudos. Opte por um curso técnico gratuito que você possa se dedicar, para que sua formação seja consistente e você consiga de fato desenvolver uma nova habilidade. 

O formato do curso também é importante. Se você tem disciplina para a educação a distância, um curso técnico gratuito online é uma boa opção. Se escolher um curso presencial, é interessante avaliar bem a localização.

Por fim vale a pena também conhecer o histórico da instituição. Se possível converse com alunos e ex-alunos para saber se o curso oferece uma infraestrutura e um corpo docente adequados. Confira também o site do MEC para saber se ela é reconhecida pelo ministério para oferecer o curso. 

As informações foram úteis?

Você não achou esse artigo útil.
Nos ajude a melhorar! Como podemos tornar esse artigo mais útil?
Agradecemos pelo seu feedback!