O que é uma conta de serviços essenciais no banco?

Por Redação Azulis

É possível ter uma conta corrente no banco e não pagar tarifa. Saiba mais sobre a categoria de serviços essenciais.

Pagar taxa de manutenção para contas no banco é um gasto que dá dor de cabeça para muitas pessoas, mas existem formas de economizar, sabia?

As instituições financeiras oferecem uma categoria de conta corrente de serviços essenciais, a qual inclui apenas os serviços mais básicos e em número limitado, porém, sem a necessidade de cobrança de tarifa. Mas como é possível solicitar uma?

 

Quer solicitar um cartão de crédito e não sabe por onde comçar?

Confira nosso guia completo! Política de Privacidade

Acesse seu E-mail para baixar o conteúdo.

Quais são os serviços essenciais de uma conta de banco?

Todo banco deve oferecer um número de serviços e operações gratuitas no seu pacote de serviços essenciais para pessoas físicas. O Banco Central determina que essa modalidade obrigatoriamente deve ter:

  • Fornecimento de um cartão de débito;
  • Dez folhas de cheque por mês;
  • Até quatro saques por mês;
  • Até dois extratos por mês;
  • Até duas transferências entre contas do mesmo banco por mês;
  • Consultas ilimitadas através da internet.

Por padrão, o pacote de serviços essenciais não inclui TEDs e DOCs. Caso o correntista queira utilizar esses serviços, uma taxa à parte será cobrada, que pode variar de valor de acordo com a instituição financeira escolhida.

Apesar disso, a segunda via do cartão de débito é emitida de forma gratuita para casos que não sejam de perda, roubo, furto ou danificação.

Conta de serviços essenciais: como abrir?

Apesar de ser determinado pelo Banco Central, o pacote de serviços essenciais nem sempre é divulgado pelos bancos e instituições financeiras. Ele é um pacote exclusivo para pessoas físicas, mas também existem outras opções sem taxas para empreendedores.

O cliente deverá solicitar ao seu gerente a abertura dessa modalidade e apresentar na agência bancária escolhida documentos como:

  • RG;
  • CPF;
  • Comprovante de endereço atual;
  • Comprovante de renda.

A lista pode variar de acordo com cada banco, que poderá exigir outros documentos. Alguns bancos também disponibilizam a opção de abrir a conta através do site ou aplicativo da instituição.

E se você precisar de mais operações?

O que está incluso no pacote de serviços essenciais nem sempre vai contemplar as necessidades de todos os correntistas do banco, por isso, é possível que o cliente opte por pagar taxas extras para cada operação fora do pacote.

Por exemplo, os TEDs e DOCs sempre serão cobrados à parte, já que não estão dentro do pacote de serviços essenciais.

O mesmo acontece caso o cliente queira fazer mais do que os quatro saques mensais, duas transferências para contas do mesmo banco ou dois extratos mensais, pois será cobrada uma taxa por cada operação extra.

Essas taxas podem variar de banco para banco, incluindo variáveis como o local da operação (no caixa eletrônico do banco, por telefone ou pelo internet banking). Vamos ver o exemplo do Itaú:

  • Saques extras em caixas eletrônicos e Banco 24Horas custam R$ 2,60. Já nos guichês dos caixas dentro das agências, o valor cobrado é de R$ 2,80;
  • Transferências extras entre contas Itaú podem ser feitas pelos caixas eletrônicos, app ou internet banking por R$ 1,30. Já nos guichês de caixa e por telefone, o valor é de R$ 1,55;
  • DOC ou TED feito em meios presenciais custam R$ 19,50 cada. Já por meios eletrônicos, cada operação custa R$ 10,50.

Outros bancos seguem a mesma tendência de cobranças menores nos meios eletrônicos, o que pode significar uma economia ainda maior, mesmo que o cliente precise de serviços fora do seu pacote.

Vale a pena?

Para saber se a conta de serviços essenciais vale a pena para você, comece se perguntando se as operações e serviços contemplados são compatíveis com a sua média de usos ao mês.

  • Você tem suas necessidades atendidas apenas com cartão de débito ou precisaria de um cartão de crédito?
  • Durante o mês, você faz mais do que quatro saques?
  • Precisa tirar mais de dois extratos ao mês?
  • Dez folhas de cheque são suficientes?
  • Duas transferências para conta do mesmo banco é pouco?
  • Se você precisar pagar operações por fora, sua soma seria menor que a tarifa cobrada pelo banco por uma conta corrente tradicional?

Cada análise vai ser particular para determinar se você ficaria satisfeito com essa categoria de conta, mas uma pesquisa feita pelo GuiaBolso mostra um resultado surpreendente: durante um mês, foi avaliado o comportamento de 93.137 usuários do aplicativo, indicando que 99,35% deles poderiam economizar se trocassem o atual pacote por um pacote de serviços essenciais do banco.

Também houve uma entrevista em que os usuários responderam que seu gasto mensal médio com tarifas do serviço da cesta bancária é de R$ 40. Somadas, essas pessoas deixam de fazer uma economia de R$ 535 milhões ao ano.

Ou seja, há um forte indício que a maioria das pessoas não utilizem todos os serviços do seu pacote bancário. Será que você faz parte desse grupo?

Quer solicitar um cartão de crédito e não sabe por onde comçar?

Confira nosso guia completo! Política de Privacidade

Acesse seu E-mail para baixar o conteúdo.

Contas digitais

Após fazer uma análise do seu caso, pode ser que você chegue à conclusão de que uma conta de serviços essenciais não se encaixe no seu perfil. Não se desespere! Existem outras modalidades que podem atender melhor as suas demandas, como é o caso de uma conta digital. Conheça as vantagens de abrir uma delas e veja quais são as melhores opções na nossa seleção especial para empreendedores.

As informações foram úteis?

Você não achou esse artigo útil.
Nos ajude a melhorar! Como podemos tornar esse artigo mais útil?
Agradecemos pelo seu feedback!