Como fazer o cálculo de GPS e qual a importância disso

Por Redação Azulis

O GPS é responsável pela informação e recolhimento das contribuições previdenciárias dos funcionários. Acesse o artigo para entender o cálculo de GPS e porque ele é fundamental para o seu negócio.

aposentadoria-planejamento

Em uma época na qual as questões previdenciárias estão em constante destaque na mídia e rodas de discussão, é fundamental que sua empresa tenha pleno conhecimento dos procedimentos para o cálculo de GPS.

Essa importância é destacada pelo fato de a Guia da Previdência Social (GPS) ser o instrumento oficial para recolhimento e encaminhamento das contribuições dos colaboradores da empresa – e que vai garantir, assim, os benefícios previstos pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

Acredite: ter o conhecimento desse processo representa um peso ainda maior para o empreendedor. Pois, geralmente, os pequenos empresários não costumam contar com assessorias financeiras e de Recursos Humanos para tal finalidade.

Neste artigo, você entenderá o papel do cálculo de GPS para a sua empresa e terá um guia para esse preenchimento. Além disso, vai sanar suas dúvidas sobre o que fazer em caso de atrasos e outros imprevistos Acompanhe!

SAIBA+AZULIS: Aposentadoria MEI: você sabe como funciona?

O que é e como fazer o cálculo de GPS

Para saber como fazer o cálculo de GPS é importante, primeiramente, entender o conceito sobre o que é a Guia da Previdência Social. Trata-se do documento responsável pelo recolhimento das contribuições previdenciárias das pessoas que trabalham em sua empresa.

E por que a GPS é importante?

É com base nessa formalização que o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) terá condições de garantir os benefícios aos trabalhadores segurados pela Previdência. Esse procedimento deve receber a devida atenção do empreendedor.

Negligenciar o cálculo de GPS pode resultar em encargos e problemas no futuro, ocasionados por eventuais irregularidades.

Apesar de ser um procedimento que vem sendo conduzido automaticamente, é necessário cumprir apenas algumas simples etapas para fazer o cálculo de GPS com sucesso. Vamos descrevê-las a seguir.

O cálculo é produzido nas plataformas digitais do INSS, que você pode acessar clicando aqui. É nesse ambiente que o usuário vai encontrar o Sistemas de Acréscimos Legais (SAL), que recebe o cadastro dos dados necessários para o cálculo.

A primeira coisa a fazer na plataforma é a escolha de módulos. Você deve definir se o contribuinte a ser cadastrado é filiado ao INSS antes ou depois de 29/11/1999. Essa data marca uma lei que alterou o modelo de contribuição previdenciária individual. Também haverá a possibilidade de escolha entre os modelos empresas ou órgãos públicos.

A etapa seguinte desse cadastramento é a inserção do registro de PIS/PASEP do contribuinte. Em seguida, deverá preencher os dados solicitados. A partir daí, está pronta para impressão a GPS do colaborador.

Além da praticidade de fazer cálculo de GPS online, existe ainda a possibilidade de efetuar esse tipo de solicitação por telefone, através de ligação gratuita para o número 135.

Nesse caso, o atendimento estará sujeito aos horários pré-definidos, que são: de segunda a sábado, entre 7h e 22h.

Quais os benefícios do INSS

Como já citamos anteriormente neste artigo, o contribuinte passa a estar na base de dados do INSS ao emitir e pagar a GPS. É ela quem garante a concessão desses benefícios ao trabalhador.

E dentre os recursos sociais oferecidos estão:

Aposentadoria

Aposentadoria por tempo de contribuição;

Aposentadoria por idade e invalidez;

Aliás, se quiser saber o que mudou na Aposentadoria para o MEI com a reforma da previdência, leia este artigo que produzimos sobre o assunto.

Auxílio

Auxílio doença;

Auxílio acidente;

Pensão por morte;

E ainda

Seguro maternidade;

13º salário.

Qual a melhor maneira de conduzir o cálculo de GPS

Para providenciar o cálculo de GPS de maneira correta, é fundamental compreender que essas informações estão relacionadas ao salário bruto do colaborador.

É com base nessa informação – e em toda situação que interfira nesse valor – que serão fornecidos os dados necessários para que o INSS possa operar os benefícios ao segurado.

Dentre esses casos que podem alterar o valor do salário bruto estão pontos como: hora extra, atrasos e faltas. Benefícios como vale transporte e pagamento de pensão alimentícia também são fatores que alteram o valor do salário bruto.

SAIBA+AZULIS: Como pagar INSS atrasado: tudo o que você precisa saber

Atrasos na guia e outras dúvidas comuns

Como estamos tratando com situações de empreendedores que não possuem um departamento ou escritório externo que cuide especificamente desses encargos, é importante expor alguns cenários para evitar irregularidades nesse processo.

Um dos casos comuns relatados é a eventualidade de ocorrer atraso na guia de GPS. O que fazer quando isso acontece?

Esse é um cenário mais comum do que se imagina – milhões de brasileiros, por um motivo ou outro, deixam de contribuir com o INSS em algum período. É um problema que deve ser corrigido para que, futuramente, não cause nenhum obstáculo à contagem de tempo e serviço necessária, por exemplo, para o cálculo da aposentadoria.

Para efetuar o pagamento em atraso da GPS, o contribuinte deve fazer o mesmo caminho de emissão da guia. Ou seja, usando a plataforma do INSS e preenchendo os dados no SAL, como já mencionamos.

Importante: antes de emitir a GPS e efetuar o pagamento em atraso, é interesse ter conhecimento de seu perfil cadastral. Dependendo do período em atraso, é necessário ter de regularizar primeiro a sua situação do INSS. Apenas a partir daí que deverá pagar os atrasos.

Sobre esse assunto específico, você pode ler este artigo que fizemos anteriormente sobre como pagar o INSS atrasado.

Espero que as dúvidas sobre como fazer o cálculo de GPS tenham sido sanadas. Outras questões sobre o assunto podem ser pesquisadas no site do INSS ou nos canais telefônicos do órgão, pelo número 135.

Para outras informações valiosas para o dia a dia do empreendedor e MEI, continue acompanhando os nossos conteúdos.

As informações foram úteis?

Você não achou esse artigo útil.
Nos ajude a melhorar! Como podemos tornar esse artigo mais útil?
Agradecemos pelo seu feedback!