Como usar o ISPB para fazer transferências?

Por Redação Azulis

Quem precisa realizar transferências pode se deparar com dúvidas sobre como preencher os códigos dos bancos. Saiba mais sobre o ISPB.

Atualmente, fazer transferências tem sido bem mais fácil do que já foi no passado. É só pegar o celular, acessar o aplicativo do seu banco e em poucas etapas conseguir fazer um DOC ou TED, certo? Apesar da praticidade, muitas pessoas encontram dificuldades na hora de preencher campos com códigos do banco.

Afinal, o que é ISPB? É a mesma coisa que o COMPE? Como saber qual é o código de cada banco?

Quer transferir seu dinheiro de forma fácil?

Confira nosso guia completo e não erre nas suas transferências de DOC e TED Política de Privacidade

Acesse seu E-mail para baixar o conteúdo.

O que é ISPB?

A sigla ISPB quer dizer Identificador do Sistema de Pagamentos Brasileiros. Ele é um código composto de oito dígitos, que é utilizado para identificar diferentes instituições em movimentações financeiras, ajudando a saber de onde sai e para onde vai uma determinada quantia de dinheiro transferida por DOC ou TED.

Cada banco tem seu código ISPB, mas muitas vezes ele pode ser confundido com outro código, o COMPE. Como diferenciar ambos?

ISPB e COMPE: qual é a diferença?

Ao contrário do ISPB, o Sistema de Compensação de Cheques e Outros Papéis (COMPE), é composto de apenas três dígitos, mas também é utilizado para identificar bancos em transações financeiras.

Mas na prática, qual é a diferença entre esses dois tipos de código se eles cumprem a mesma função?

A situação mais comum para utilizar o ISPB em transferências é caso o banco de origem ou de destino não tenha um código COMPE, o que não é algo comum, pois a maioria das instituições financeiras tem cadastro em ambos os códigos.

Além disso, muitas pessoas preferem usar o COMPE pela facilidade e pelo fato de que a quantidade de dígitos do ISPB facilita a ocorrência de erros.

Outro ponto que diferencia os dois é que o ISPB é um identificador do sistema de reservas do Banco Central, sendo exclusivo para instituições financeiras brasileiras.  

Porém, para ambas as modalidades, também são exigidas outras informações, como: CPF ou CNPJ do remetente e do destinatário, agência e conta do remetente e do destinatário, valor da transferência, data da operação e finalidade da transferência.

É importante que você se certifique que todas as informações estejam corretas antes da operação.

Como saber qual é o ISPB de um banco?

É comum que os sistemas eletrônicos dos bancos já disponibilizem os códigos de COMPE, mas o que fazer se estiver faltando algum deles? Provavelmente, o usuário terá que digitar o código ISPB manualmente no lugar. Listamos os códigos das principais instituições financeiras para facilitar:

  • Banco do Brasil: 00000000;
  • Caixa Econômica Federal: 00360305;
  • Itaú: 1 60701190 ;
  • Bradesco: 60746948;
  • Santander: 90400888;
  • Banco Inter: 00416968;
  • Nubank: 18236120;
  • Agibank: 10664513;

É possível acessar a lista completa emitida pelo Banco Central através deste link. Nela, é possível ver o código ISPB das instituições e se elas também têm o COMPE.

Quer transferir seu dinheiro de forma fácil?

Confira nosso guia completo e não erre nas suas transferências de DOC e TED Política de Privacidade

Acesse seu E-mail para baixar o conteúdo.

Quando utilizar um TED ou um DOC?

Apesar de serem movimentações financeiras comuns, muita gente ainda tem dúvida sobre quando utilizar um TED ou um DOC na hora de fazer transferências entre bancos. As preferências são individuais e vão variar de situação para situação, principalmente quanto à urgência do valor a ser creditado. Qual é a diferença entre eles?

TED

A Transferência Eletrônica disponível (TED) é uma operação de transferência sem limite de valor. Porém, há limite de horário estabelecido pelo Banco Central, que vai até às 17h dos dias úteis. O valor é creditado no mesmo dia, mas se passar do horário, pode ser agendado para o próximo dia útil. Veja como é feito atualmente:

  • Caixa Econômica Federal:
    Segue a regra do Banco Central e atende até às 17h.
  • Bradesco:
    Das 6h30 às 16h59 dos dias úteis. Agendamentos podem ser feitos em qualquer dia e horário.
  • Banco do Brasil:
    Também segue a regra do Banco Central, atendendo até às 17h.
  • Itaú:
    Das 6h30 às 17h.
  • Santander:
    Trabalha de acordo com o Banco Central, até às 17h.

DOC

O Documento de Crédito (DOC) é uma modalidade de transferência entre bancos com limite de até R$ 4.999,99. Nela, o débito na conta de quem envia o valor acontece no mesmo dia, mas o crédito na conta de quem recebe só acontece no próximo dia útil. Também pode haver horário limitado para fazer a operação, dependendo do banco. Hoje, os horários praticados são:

  • Caixa Econômica Federal:
    Das 7h às 20h30, de segunda-feira a sexta-feira.
  • Bradesco:
    Da meia-noite até às 21h30.
  • Banco do Brasil:
    Até às 21h30, horário de Brasília.
  • Itaú:
    Dias úteis, das 6h30 às 22h. As transações feitas após o horário, fins de semana ou feriados são creditadas em até 2 dias úteis.
  • Santander:
    Até às 22h.

Mudanças à vista

O Banco Central anunciou que pretende eliminar o limite de horário para fazer TEDs e DOCs, que vão poder ser feitos durante as 24 horas do dia. A medida passará por um período de testes e tem previsão de começar a valer a partir de novembro de 2020.

Nela, instituições financeiras e fintechs passarão a usar novo sistema que permite que transferências instantâneas aconteçam entre empresas diferentes. Atualmente, já existem serviços de transferência instantânea parecidos, como é o caso do PicPay, do Mercado Pago e do Iti (Itaú), que fazem transferências a partir de QR codes.

Especialistas acreditam que a medida vai reduzir os custos de taxas de DOCs e TEDs, o que deve ser repassado aos clientes.

Saiba mais sobre contas digitais

Hoje, muitas pessoas têm preferência por contas 100% digitais para fazer transações como DOC e TED por um preço menor ou até mesmo gratuitamente. Conheça as opções disponíveis na Azulis e saiba qual é a opção que melhor lhe atende.

 

As informações foram úteis?

Você não achou esse artigo útil.
Nos ajude a melhorar! Como podemos tornar esse artigo mais útil?
Agradecemos pelo seu feedback!