Banco Inter MEI: serviços bancários ao microempreendedor individual

Por Airton Vancin Junior

O Banco Inter aparece como boa opção ao MEI, com conta bancária e outros serviços. Conheça todos eles e avalie.

Banco Inter MEI

Será que é uma boa usar o Banco Inter para MEI? Essa é uma conta digital pensada e desenvolvida para atender à categoria de empresa que mais cresce no Brasil, a de microempreendedor individual.

Já são mais de 9 milhões de pessoas tocando seu próprio negócio com um CNPJ, contribuindo com a previdência e com o mercado de trabalho formalizado.

A propósito, esse foi um dos objetivos da criação dessa classe de empresas. Ou seja, além de expandir o mercado brasileiro e movimentar a economia com novos negócios, a criação do MEI serviu para tirar um grande contingente de trabalhadores da informalidade. Até agora, não há como afirmar que não tem dado certo.

Ser um empreendedor legalizado, por sua vez, traz uma série de vantagens. Entre elas, o acesso a linhas de crédito específicas para negócios e a possibilidade de abrir uma conta empresa.

Nesse último aspecto, um dos bancos que ofere mais vantagens é o Inter, um dos primeiros a ter conta digital só para os MEIs. Siga a leitura!

SAIBA+AZULIS: Conta Digital: tudo o que você precisa saber sobre o assunto!

Banco Inter MEI: o que oferece a você?

O Banco Inter é pioneiro entre as instituições financeiras digitais no Brasil. Também é um dos primeiros a disponibilizar conta digital destinada especificamente para microempreendedores individuais.

O maior atrativo do Inter, além de ser totalmente online, é o custo zero nas transações, feitas via aplicativo e sem burocracia.

Ainda que ofereça serviços de vanguarda, o Inter é um banco com uma certa “rodagem”. Ele foi fundado em 1994 com o nome de financeira Intermedium CFI, na cidade de Belo Horizonte. A partir de 2014, passou a oferecer a conta digital sem tarifas e os custos das contas bancárias tradicionais.

Parece uma boa, não? E realmente é. Sendo assim, vamos ver o que precisa ser feito para abrir uma conta em nome de uma empresa individual.

Banco Inter MEI: o que oferece a você?

O Banco Inter é pioneiro entre as instituições financeiras digitais no Brasil. Também é um dos primeiros a disponibilizar conta digital destinada especificamente para microempreendedores individuais.

O maior atrativo do Inter, além de ser totalmente online, é o custo zero nas transações, feitas via aplicativo e sem burocracia.

Ainda que ofereça serviços de vanguarda, o Inter é um banco com uma certa “rodagem”. Ele foi fundado em 1994 com o nome de financeira Intermedium CFI, na cidade de Belo Horizonte. A partir de 2014, passou a oferecer a conta digital sem tarifas e os custos das contas bancárias tradicionais.

Parece uma boa, não? E realmente é. Sendo assim, vamos ver o que precisa ser feito para abrir uma conta em nome de uma empresa individual.

Abertura de conta pessoa física

Caso você já seja correntista do Inter, já pode pular para a próxima etapa e ter sua PJ. Não é caso? Então, será preciso primeiro dar início à conta como pessoa física para ter acesso aos serviços do Banco Inter ao MEI

Para esse processo, sua ação inicial é fazer o download do aplicativo, atualmente disponível para os sistemas Android e iOS.

Acesse a sua respectiva loja de aplicativos e baixe o app para concluir o cadastro e realizar o processo de abertura de conta. Vale destacar que o aplicativo solicita autorização para conhecer a sua localização.

Na sequência, ele precisa usar a câmera do seu aparelho para fazer a foto do documento de identificação informado no cadastro. Mas é tudo simples e rápido.

Concluída a etapa, você só precisa informar seus dados pessoais:

  • Nome completo
  • Filiação
  • Data de nascimento
  • Seu estado e cidade de nascimento
  • Número do documento (pode ser RG ou CNH)
  • Data de emissão do documento de identificação.

Abertura de conta pessoa jurídica

Com a conta digital aberta para pessoa física, você está quase pronto para aderir ao Banco Inter como MEI. Agora é preciso voltar ao aplicativo, mas para realizar a abertura de conta pessoa jurídica, o que exige o login com sua conta pessoa física.

No menu que se abre, então, acesse a opção Conta Digital MEI. Siga os passos conforme descrito no app.

Você vai ter a sua conta com tarifa zero aberta em poucos minutos. Depois, é só aproveitar todos os serviços que essa instituição oferece.

100 TEDs gratuitas por mês

Quem trabalha fazendo movimentação de dinheiro o tempo todo vai gostar das 100 transferências gratuitas do Banco Inter ao MEI, todos os meses.

Convênio com as principais máquinas de cartão

Quem vende no varejo também pode usar os convênios com operadoras de TEFs para receber pelas suas vendas no crédito e no débito.

Depósitos de cheque por imagem

Embora o uso de cheques como meio de pagamento esteja em desuso, nunca é demais contar com alternativas para pagamento, certo? O depósito de cheque por imagem é mais uma facilidade que o MEI tem para aumentar o saldo positivo do seu caixa.

Depósito de dinheiro via boleto

Outra facilidade muito bem-vinda é o depósito de dinheiro via boleto, que é uma boa alternativa até mesmo para fazer vendas a prazo.

100 boletos gratuitos por mês

A geração de boletos tem um custo, desde que o registro desse documento passou a ser obrigatório. Mas no Banco Inter, o MEI correntista não precisa se preocupar, desde que emita até 100 boletos mensalmente.

É, ainda, uma opção para fazer vendas no boleto bancário, uma opção sempre muito procurada no varejo.

Interpag: receba via QR Code, sem custo

E se você tem clientes mais antenados à tecnologia, pode oferecer pagamentos via QR Code e dispensar a geração de boletos.

Taxas do Banco Inter ao MEI

Embora o Banco Inter não cobre tarifas em transações digitais, há sim, cobranças em outros tipos de operação.

Conforme a tabela divulgada em 31/10/2019, as tarifas são as seguintes:

  • Confecção de Cadastro para Início de Relacionamento – R$ 500,00
  • Renovação Cadastral – R$ 500,00
  • Consultas a serviços de Proteção ao Crédito – R$ 50,00
  • Extrato mensal de conta de depósitos à vista Presencial ou Pessoal – R$ 10,00
  • Extrato mensal de conta de depósito à vista por período em Terminal de autoatendimento e outros meios eletrônicos – R$ 10,00.

SAIBA+AZULIS: Stone Conta Digital: Escolha o plano ideal para o seu negócio

Prós e contras do Banco Inter para o MEI

Então, será que vale a pena ou não ser cliente do Banco Inter como MEI? Para decidir, veja na lista abaixo vantagens e pontos a melhorar do banco em sua conta digital:

Prós

  • Isenção de tarifas em operações como TED e DOC, ao custo aproximado de R$ 10 em outros bancos
  • Todas as transações podem ser feitas via aplicativo
  • Não é necessário comparecer a uma agência física para abrir conta
  • Soluções em pagamentos, como boletos e QR Code.

Contras

  • Bugs apresentados pelo aplicativo no processo de abertura
  • Taxas salgadas para operações físicas.

Vale a pena ser cliente do Banco Inter?

Fica difícil discordar que a conta para MEI do Banco Inter é uma boa escolha.

Transações grátis, convênios e facilidades em meios de pagamento são algumas das soluções para quem tem um negócio por conta própria. Mas a decisão final é sua – e a gente se orgulha de oferecer conhecimento para ela.

Na Azulis, é assim: você fica sempre bem informado sobre as melhores opções em empréstimos, finanças e empreendedorismo. Acesse o site da Azulis e mantenha-se atualizado!

As informações foram úteis?

Você não achou esse artigo útil.
Nos ajude a melhorar! Como podemos tornar esse artigo mais útil?
Agradecemos pelo seu feedback!