Empréstimo de dinheiro: como conseguir crédito para seu negócio

Por Redação Azulis

Precisa de empréstimo de dinheiro? Confira um passo a passo para conseguir crédito e pagar em dia as prestações.

É de um empréstimo de dinheiro que seu negócio precisa?

Se esse for o caso ou se ainda não tem certeza desse caminho, este artigo vai lhe ajudar.

Toda informação e conhecimento que você adquirir serão decisivos para contratar e usar corretamente o crédito que busca no mercado.

Especialmente para quem tem ou planeja ter uma empresa a partir desse recurso extra, é fundamental conhecer as regras e os riscos para que seu sonho não vire um pesadelo.

A Azulis abraça a ideia de ajudar os brasileiros a controlarem melhor suas finanças, orientando e dando dicas para um uso mais consciente do dinheiro. 

Fique com a gente e saiba como fazer do empréstimo uma solução e não um problema.

Empréstimo de dinheiro: o que é?

O conceito de empréstimo de dinheiro é tão antigo que remete à Idade Média, época na qual os bancos viram na operação uma oportunidade de lucro.

Desde então, pessoas e empresas buscam crédito para as mais variadas finalidades.

E com as modernas plataformas peer-to-peer (ou P2P), qualquer um pode estar até do outro lado, atuando como credor.

Mesmo no tradicional papel de tomador, é fundamental entender o empréstimo de dinheiro para avaliar quando é ou não um bom negócio contratar.

Pense na sua própria realidade: se um desconhecido o abordasse na rua pedindo um real, você daria?

Bom, sendo uma quantia tão baixa, não faz mal ajudar uma pessoa aparentemente necessitada. 

Mas, e se esse desconhecido, em vez de R$ 1, pedisse R$ 5 mil?

Certamente, a sua resposta seria não, mesmo que você tivesse esse valor sobrando.

Essa mesma avaliação que você acabou de fazer para decidir em ambos os casos é realizada pelas instituições financeiras quando um cliente pede empréstimo de dinheiro.

Crédito é um ativo valioso e só deve ser concedido a pessoas (físicas e jurídicas) que realmente comprovem que o merecem e sob certas condições.

Por isso, um banco não empresta dinheiro a qualquer um, a menos que essa pessoa apresente todas (ou a maior parte) das características de um bom pagador.

Resumindo, o empréstimo de dinheiro é uma operação financeira, condicionada a uma margem que, por sua vez, depende da credibilidade de quem o solicita.

Como funciona um empréstimo de dinheiro?

Como toda transação envolvendo bancos e pessoas físicas ou PJs, o empréstimo de dinheiro é passível de regulação.

Nesse caso, cabe destacar a norma que regula a modalidade de crédito conhecida como consignado, a Lei nº 1.046/50.

O Banco Central do Brasil, por sua vez, também disciplina a questão por meio de normas como a Lei 8.112, de 1990, Lei nº 10.820, de 2003, Decreto 8.690/16 e a Instrução Normativa INSS/PRES nº 28, de 2008.

Essas regras, em geral, também são aplicáveis ao empréstimo de dinheiro sem margem.

Sendo assim, uma operação desse tipo deve observar sempre os limites legais.

A partir disso, começa um processo que, com a internet, pode ser bastante ágil e sem burocracia.

Consiste, basicamente, em definir uma quantia, simular junto ao banco a forma de pagamento, enviar dados e submeter o pedido à análise.

Se a resposta é favorável, o dinheiro é depositado na conta indicada.

Mas, se houver uma negativa, será preciso avaliar o que levou o banco a recusar o pedido, corrigir o que for necessário e, só então, voltar a pedir empréstimo de dinheiro. 

Ou, se preferir, tentar resultado diferente ao realizar a solicitação em outra instituição financeira.

Por que tomar dinheiro emprestado?

O problema da falta de educação financeira por aqui leva a outro bastante conhecido: a inadimplência, que costuma ser alta entre empresas de pequeno porte.

Um empréstimo de dinheiro que deixa de ser pago sinaliza para algumas questões importantes.

A primeira delas é a falta de planejamento

Afinal, quem toma crédito sem antes considerar suas limitações, prazos e taxas é sério candidato a se tornar um devedor.

Outro ponto a ser destacado é o empréstimo tomado apenas em função da facilidade.

“Ah, o banco me oferece crédito na hora, por que não pegar”?

Muita calma nessa hora, já que a falta de critério é outro sinal da inexistência de planejamento.

Por isso, o primeiro aspecto para o qual você deve atentar é o uso do valor que pretende tomar emprestado.

Considere, nesse caso, apenas situações que realmente justifiquem um pedido, até porque o dinheiro do banco não é seu e só é liberado mediante um custo.

Analise com cuidado e só peça empréstimo em casos nos quais realmente o dinheiro seja necessário. 

Seja para investir em um negócio, comprar uma casa ou um veículo, o mais importante é decidir sempre ponderando os riscos e os benefícios envolvidos.

Se isso for feito, não tenha dúvidas de que um empréstimo de dinheiro vale a pena.

O próximo passo, então, é entender como conseguir esse recurso extra.

3 dicas para conseguir um empréstimo

Você já entendeu como funciona o processo.

Então, veja na sequência um passo a passo para não errar na hora de pedir empréstimo de dinheiro

Planeje-se

Uma forma de não se endividar por causa de um empréstimo é ver o dinheiro como uma mercadoria. 

Da mesma forma que pagamos por uma camisa ou uma bolsa, o dinheiro só vai parar na sua conta por um preço, no caso o Custo Efetivo Total (CET).

Sendo assim, o primeiro passo a ser dado é planejar seu orçamento para dar conta dessa despesa extra.

Faça cotações

Cada banco trabalha com taxas e custos próprios em suas operações de crédito – e elas costumam variar bastante. 

Assim sendo, não deixe de fazer uma ampla cotação das taxas antes de decidir.

Use a internet a seu favor

Com a digitalização do setor financeiro, ninguém precisa mais sair de casa para saber qual banco ou fintech tem as melhores taxas e condições

Nesse sentido, use o comparador da Azulis antes de tomar crédito.

Queremos que você faça um ótimo proveito do empréstimo de dinheiro para que, no futuro, ele represente um investimento e não uma dívida impagável. 

Fica então a dica: acompanhe o blog Vida de Dono, o portal de conteúdo da Azulis, e amplie seus horizontes em finanças.

As informações foram úteis?

Você não achou esse artigo útil.
Nos ajude a melhorar! Como podemos tornar esse artigo mais útil?
Agradecemos pelo seu feedback!