Modelo de organograma: confira os principais e descubra o ideal para você

Por Redação Azulis

Neste artigo, mostraremos alguns exemplos de organogramas mais utilizados atualmente

Uma ferramenta fundamental para gerir sua micro ou pequena empresa de forma eficiente e eficaz é o organograma empresarial, afinal, no início de toda pequena empresa, a gestão de pessoas e de processos pode ser um pouco complicada e até problemática.

Neste artigo, vamos mostrar quais são os modelos de organogramas mais utilizados atualmente. Listamos as principais características, assim como o funcionamento de cada um. Confira!

Qual é o modelo de organograma mais utilizado?

Existem diversos tipos de organograma para utilização. É importante ressaltar que não existem exemplos de organograma certos ou errados, e você pode escolher o que fizer mais sentido para a realidade da sua empresa.

Entre os exemplos de organograma mais utilizados estão: Organograma Vertical, Clássico ou Funcional. Esses tipos de organogramas são os mais conhecidos e, geralmente, aparecem como primeira sugestão nas buscas no Google, por exemplo.

Eles são bastante utilizados, pois representam de forma bem clara a hierarquia da empresa, já que, de cima para baixo, é possível verificar desde as principais posições até aquelas menos importantes.

Modelo de organograma em branco

 O modelo de organograma em branco, como o próprio já diz, começa sem nada. Ele lhe proporciona um organograma pronto para ser editado e preenchido. Dessa forma, você pode personalizar seu conteúdo visual para que ele se adapte melhor ao seu grupo.

Basta clicar em qualquer caixa que, logo em seguida, uma caixa de diálogo será exibida. Lá, você pode inserir nomes, títulos, números de telefone e outros dados que achar necessários.

Modelo de organograma matricial

Outro modelo de organograma bastante utilizado é o organograma matricial. A estrutura tradicional de um organograma, muitas vezes, não funciona para todos os negócios, principalmente em situações nas quais as equipes estão em áreas diferentes e precisam trabalhar juntas.

Esse organograma é estruturado como uma grade, a qual mostra equipes e relacionamentos hierárquicos que são constituídos para realizar projetos especiais. Esse modelo de organograma é muito utilizado para mostrar unidades temporárias, nas quais mais de uma área irá atuar. É bastante usado em consultorias ou empresas que realizam projetos maiores.

Modelo de organograma horizontal

Por fim, outro modelo de organograma bastante utilizado é o organograma horizontal. Uma das principais particularidades do organograma horizontal é que ele dilui as relações de comando e hierarquia da organização. É possível dizer que esse modelo impede o engessamento dos colaboradores, os quais, dessa forma, não ficam presos a tarefas específicas.

Nesse modelo de organograma, os profissionais podem desempenhar funções diversas, comunicando-se com diferentes gestores. A gestão horizontal proporciona um ambiente mais informal, no qual os colaboradores têm mais autonomia. É um modelo aplicado com mais facilidade em empresas de menor porte.

 Esses são apenas alguns dos modelos mais utilizados no mercado, porém, existem outros diversos exemplos de organogramas disponíveis. Atente-se àquele que encaixa-se melhor ao seu perfil e aplique o organograma em seu negócio, para estruturá-lo da melhor maneira possível!

As informações foram úteis?

Você não achou esse artigo útil.
Nos ajude a melhorar! Como podemos tornar esse artigo mais útil?
Agradecemos pelo seu feedback!