Por que os brasileiros empreendem? Veja o principal motivo

Por Redação Azulis

A Azulis realizou uma pesquisa online durante os meses de dezembro e janeiro com mais de 4 mil empreendedores. Veja os principais achados

porque-brasileiros-empreendem

Largar um emprego CLT para assumir os riscos de ter o próprio negócio envolve muita coragem, garra e determinação. E, para criar o próprio CNPJ, é preciso ter um motivo forte que justifique esse “salto no escuro”. A última pesquisa da Azulis, realizada com mais de 4 mil empreendedores (a maioria MEI), revelou exatamente quais são os principais motivos que levam os brasileiros a criarem a própria empresa.

Quer saber quais são? Veja a seguir:

1 – Realizar um sonho – 66,3%

2 – Ganhar mais dinheiro – 22,6%

3 – Fazer algo que possa mudar o mundo – 16,5%

4- Trabalhar da forma que acho correta – 15,9%

5- Pagar contas – 7,6%

O levantamento também mostrou quem são as maiores inspirações dos empreendedores. O primeiro lugar, escolhido por 29,6% dos participantes, ficou com Rick Prospera, carioca que era vendedor de água e hoje é palestrante em Harvard. Para conhecer mais sobre a história de sucesso desse empreendedor, confira a entrevista que a Azulis preparou com ele.

SAIBA+AZULIS: 7 hábitos de Rick Prospera: de vendedor de água a palestrante em Harvard

A dona do Grupo Magazine Luiza, Luiza Trajano, também é uma das grandes inspirações para os empreendedores, sendo escolhida por 29,4% dos participantes. Nascida no interior de São Paulo, a empresária conseguiu transformar uma loja local em um dos maiores casos de sucesso no varejo do mundo.

SAIBA+AZULIS: 7 dicas de empreendedorismo de Luiza Trajano, do Magazine Luiza

Entre os participantes da pesquisa, 43% possui CNPJ há menos de um ano, 16% contam com a formalização há três anos, 3% têm o registro há um período entre três e cinco anos e 9% há cinco anos ou mais. O índice de empreendedores que não possuem o cadastro é de 29%.

“Muitos dos empreendedores começam suas atividades como autônomos e, com o tempo, notam a necessidade de regularizar sua situação para continuar a trajetória de crescimento do negócio. Isso permite, por exemplo, fornecer produtos e serviços a outras empresas. Podemos perceber, ainda, que parte dos respondentes já se considera MEI sem possuir a formalização de fato”, comenta Bruno Dilda, diretor de negócios da Azulis.

Se você é um autônomo que quer formalizar o negócio ou um empreendedor que quer alavancar a empresa, a Azulis é o lugar certo para você. Com conteúdo atualizado, a Azulis te ajuda a entender todas as burocracias de ter uma pequena empresa. Com a gente, a sua vida de empreendedor vai ser muito mais fácil. Para acessar nossos artigos sempre em primeira mão, se inscreva na nossa newsletter.

As informações foram úteis?

Você não achou esse artigo útil.
Nos ajude a melhorar! Como podemos tornar esse artigo mais útil?
Agradecemos pelo seu feedback!