5 dicas para começar a empreender hoje mesmo

Por Redação Azulis

Tem o sonho do próprio negócio? Nós, da Azulis, podemos ajuadar! Confira nossas dicas para começar a empreender

5-dicas-para-empreender

O Brasil é uma terra de empreendedores. De acordo com o estudo do Global Entrepeneurship Monitor (GEM), realizado em parceria com o Sebrae, são mais de 52 milhões de empreendedores, representando 38 % da população com idade entre 18 e 64 anos.

O mais interessante é que a pesquisa mostra que 61,8% dos novos empreendedores afirmaram que abriram o próprio negócio por terem identificado uma oportunidade de mercado, e não por necessidade, comprovando que o empreendedorismo se mantém em alta entre nós.

Pensando nisso, criamos este artigo com o intuito de ajudar quem quer começar um novo negócio, mas não saber direito o que fazer. Confira nossas 5 dicas para empreender!

Quero empreender, mas não sei por onde começar

Em primeiro lugar, é preciso dizer que empreender exige um certo tipo de atitude e postura. Pode parecer clichê, mas é absolutamente verdade. Quem quer ter um negócio próprio precisa mesmo ter um “espírito de dono”.

Isso significa, que é necessário estar sempre de olho no negócio, procurar oportunidades constantemente, chamar para si a responsabilidade e saber que haverá inevitavelmente sacrifícios pessoais. Abrir uma empresa e fazer com que ela decole exige muito esforço e dedicação.

Agora, o espírito empreendedor, embora seja condição necessária, não é suficiente para dar conta do recado. É preciso ser profissional do começo ao fim. Lembre-se de que o mercado é altamente competitivo e qualquer erro envolve custos e pode até mesmo levar à falência um empreendimento recém-criado.

No entanto, seguindo nossas dicas, tudo ficará mais fácil!

Planeje cada detalhe do seu negócio

Você já deve ter ouvido histórias assim: a pessoa que começou fazendo bolo na cozinha de casa para o filho vender na faculdade e acabou dona de uma rede de lojas de bolo. Parece até história de novela, no entanto, bem menos romântica do que parece.

Para dar esse grande salto, em algum momento esse empreendedor de sucesso teve que se aprofundar e planejar como seria o próximo passo, o que ele ia precisar para isso, quais seriam os seus obstáculos, quanto ia precisar para isso e qual seria o retorno esperado, ou seja, teve que fazer um bom planejamento.

Abrir um negócio é algo complexo e arriscado. Sem planejamento, as chances de dar errado se multiplicam muito. Por isso, dedique seu tempo a elaborar o plano mais detalhado que puder. Assim é possível se antecipar ao que vem pela frente e projetar as soluções mais eficazes para o seu caso.

No planejamento, você vai identificar as metas que quer alcançar, detalhar as estratégias que vai adotar para alcançá-las e determinar qual é a sequência de passos para isso. Assim, suas chances de sucesso aumentam muito!

Avalie os custos

Não é raro que o empreendedor de primeira viagem subestime os custos com os quais vai ter que arcar. Sendo assim , é preciso colocar na ponta do lápis todos os gastos, como:

  • aluguel do ponto de venda;
  • reforma;
  • custos para abertura da empresa;
  • água, luz, telefonia e outras contas mensais;
  • máquinas, móveis e utensílios;
  • estoque;
  • matéria-prima;
  • taxas de registro.

É claro que esses custos variam dependendo da natureza do negócio e o importante é que você os conheça. Considere os investimentos pré-operacionais, que são aqueles que você terá antes de a empresa começar a gerar receita. Depois calcule o capital de giro necessário para arcar com os custos até que a empresa consiga sobreviver com o próprio caixa.

Especialize-se ao máximo no seu ramo

Este é outro ponto muito importante. Abrir um negócio de um ramo do qual você não entende nada é extremamente arriscado, porque as chances de tomar decisões equivocadas e, consequentemente, vão lhe custar caro, são enormes.

Assim, procure algo com o qual você já tenha alguma familiaridade ou, se for se lançar em um ramo diferente, dedique-se a estudar aquele assunto com profundidade antes de abrir a empresa. Vale fazer cursos, ler muito, frequentar feiras e eventos do setor, visitar os possíveis concorrentes e procurar um trabalho como empregado em alguma empresa do ramo.

SAIBA+AZULIS: Como montar um pet shop: 6 passos para um negócio de sucesso 

Entenda o seu mercado

Da mesma forma, tenha em mente que o mercado muda em uma velocidade avassaladora. Quem tem mais de 40 anos, por exemplo, cresceu ouvindo discos de vinil, usou telefone de disco, só teve celular já adulto, não possuiu computador em casa quando era criança e por aí vai. Note que não estamos nem falando dos mais idosos, para ter noção de como o mundo mudou.

Por isso, é preciso não apenas como está o mercado está no momento como procurar saber quais são as tendências para o futuro, de forma que você consiga se manter sempre um passo à frente da concorrência.

Abra seu CNPJ

Quem abre um negócio na informalidade já está começando errado. Isso pode trazer inúmeros problemas. O primeiro deles é que uma fiscalização pode simplesmente fechar a empresa e você ainda vai arcar com multas e outras penalidades. Além disso, você vai encontrar vários empecilhos para crescer. É impossível, por exemplo, obter qualquer tipo de financiamento.

Um contador vai ajudar você a definir o tipo jurídico da empresa. A partir daí, vá à junta comercial, que vai fornecer o número de identificação de registro de empresa. Em seguida, é possível obter seu CNPJ pelo próprio site da Receita Federal.

É preciso também requerer o alvará de funcionamento na Prefeitura da sua cidade e, por fim, solicitar a Autorização para Impressão de Documentos Fiscais (AIDF), na Secretaria de Fazenda do estado ou município. Com isso, sua empresa já pode operar legalmente.

Saiba como as ferramentas, vídeos e artigos da Azulis podem ser essenciais para o seu negócio

A Azulis tem como missão ajudar os empreendedores a fazerem o negócio decolar. Assim, você consegue encontrar no nosso site, por exemplo, as melhores ofertas de maquininha de cartão, respeitando as características do seu negócio, com promoções exclusivas.

Além disso, ajudamos você a manter as contas em dia. Sabemos que mais da metade dos MEI deixa de pagar o DAS. Pensando nisso, criamos um lembrete automático para que você não se esqueça da data e mantenha suas obrigações em dia, eliminando o risco de multas, de acabar inscrito na dívida ativa da União ou ainda de perder a condição de segurado da Previdência Social.

Pela Azulis você também pode emitir boletos, oferecendo comodidade a seus clientes com mais essa opção de pagamento e não deixar de fazer nenhuma venda! Agora que você já viu nossas dicas para empreender, é só arregaçar as mangas e começar a tirar do papel o sonho de ter seu próprio negócio. Lembre-se: sonhe alto, mas mantenha os pés no chão!

As informações foram úteis?

Você não achou esse artigo útil.
Nos ajude a melhorar! Como podemos tornar esse artigo mais útil?
Agradecemos pelo seu feedback!