Princípio da competência: o que é e como aplicar

Por Redação Azulis

Um conceito da contabilidade que pode ajudar muito no planejamento e controle financeiro de sua empresa. Confira mais!

Você já ouviu falar em princípio da competência?

Esse é um conceito de que vem da contabilidade e que pode ser um aliado na gestão financeira.

Portanto, entender do que se trata é o primeiro passo para planejar e controlar o orçamento da sua empresa.

Dito de forma breve, o princípio da competência consiste em registrar receitas e despesas do negócio no momento em que é realizado o ato gerador, e não quando o pagamento é efetuado ou recebido.

Assim, se você realizou uma venda parcelada a um cliente, por exemplo, a receita já será registrada antes do pagamento das parcelas.

É uma forma de manter o controle do orçamento e fazer projeções financeiras para a empresa.

Ficou curioso para saber mais?

Neste artigo, explicamos o que é o princípio da competência, como ele difere do princípio de caixa e qual é a sua importância para o empreendedorismo. Boa leitura.

5 dicas IMPERDÍVEIS para você ter a gestão financeira ideal!

Garanta o sucesso financeiro do seu negócio! Política de Privacidade

Acesse seu E-mail para baixar o conteúdo.

O que é o princípio da competência

O princípio da competência é um princípio contábil fundamental ao planejamento e controle financeiro da empresa.

Também conhecido como regime de competência, trata-se de um método de registro de lançamentos contábeis.

Sendo assim, é usado para registrar receitas, despesas, custos e investimentos de uma empresa.

O regime de competência determina que as despesas e receitas devem ser registradas no mês em que ocorrem, mesmo que o pagamento ainda não tenha sido feito ou recebido.

Parece confuso?

Explicamos: vamos supor que você tenha comprado material para escritório em outubro, mas efetuou a cobrança com cartão de crédito e, portanto, vai pagar só em novembro.

Independentemente disso, seguindo o princípio contábil, a despesa será registrada na data da compra.

Ou seja: em outubro, que é o período de competência do gasto.

Mas por que você, empreendedor, deve se preocupar com um princípio contábil?

É que o regime de competência é um método eficiente para fazer projeções financeiras para a empresa.

Trata-se de uma forma de planejar investimentos com base na situação financeira da empresa, já que todas as transações efetuadas já são consideradas no balancete.

Claro que, para que o regime de competência funcione, tenha em mente que é preciso ter um controle financeiro rigoroso, registrando todas as entradas e saídas para criar uma base de informações confiável. 

Princípio da competência x princípio de caixa

Outro princípio de contabilidade importante é o de caixa.

É importante entender os dois conceitos e suas diferenças, pois isso permite que você os aplique em conjunto para planejar as finanças empresariais de forma ainda mais consistente.

Como vimos, no princípio da competência, as despesas e receitas do negócio são registradas no data em que ocorrem, mesmo que você não tenha realizado ou recebido o pagamento relativo ao fato gerador.

Já no princípio de caixa, ou regime de caixa, o registro de despesas e receitas é feito no momento em que o pagamento foi efetuado ou recebido.

Dito de outra forma, os valores são registrados somente quando a transação financeira ocorre de fato.

O processo ocorre como em uma conta bancária, por exemplo.

O princípio de caixa é um método comum entre empreendedores, e seu principal benefício é conhecer o fluxo de caixa da empresa.

Então, dá para saber exatamente quanto dinheiro a empresa tem disponível no momento.

Como você pode ver, ambos os princípios têm vantagens.

Enquanto o princípio da competência favorece a projeção financeira, o princípio de caixa permite conhecer a situação do negócio a cada instante.

Logo, a dica é conciliar os dos regimes ao fazer o planejamento e controle financeiro da empresa.

5 dicas IMPERDÍVEIS para você ter a gestão financeira ideal!

Garanta o sucesso financeiro do seu negócio! Política de Privacidade

Acesse seu E-mail para baixar o conteúdo.

Importância do princípio da competência no empreendedorismo

Ao chegar até aqui, você já sabe que o regime de competência é importante para o planejamento das finanças da empresa.

No empreendedorismo, então, esse princípio contábil pode ser um grande aliado do gestor ao planejar investimentos, traçar metas financeiras e cuidar da saúde financeira do negócio.

É uma forma madura de conduzir o empreendimento, pois permite embasar decisões em dados e ter mais confiança para perseguir os objetivos delineados.

Claro que existem outros conceitos de contabilidade que complementam uma gestão eficaz, como, por exemplo:

  • Balanço patrimonial
  • Demonstração do fluxo de caixa (DFC)
  • Demonstração de resultado do exercício (DRE)
  • Plano de contas.

Então, tenha uma coisa em mente: estudar e ficar por dentro dos termos contábeis pode fazer uma grande diferença na saúde financeira e sucesso do seu negócio.

Mas você já está no caminho certo ao pesquisar sobre esses termos e agora já sabe o que é o princípio da competência.

Informe-se cada vez mais sobre gestão financeira e, a partir do conteúdo que você acabou de ler, faça os registros financeiros usando os regimes de competência e caixa.

E na sua jornada empreendedora, conte com as soluções da Azulis para ganhar maior controle do dinheiro da empresa e manter os números no azul.

Gostou das dicas?

Então deixe um comentário e compartilhe este artigo nas suas redes sociais.

As informações foram úteis?

Você não achou esse artigo útil.
Nos ajude a melhorar! Como podemos tornar esse artigo mais útil?
Agradecemos pelo seu feedback!