Storytelling: entenda o que é e veja alguns exemplos

Por Redação Azulis

Você sabe o que é Storytelling? Confira exemplos e entenda como essa técnica pode ajudar na comunicação do seu negócio!

Com a quantidade de informações que inundam a vida das pessoas, para que um negócio mantenha sua relevância no mercado é preciso saber como prender a atenção e cativar diferentes públicos. Uma comunicação assertiva é, portanto, essencial para se diferenciar da concorrência. Para lidar com essa questão, dentre as estratégias mais modernas de marketing e publicidade temos o Storytelling. 

Essa técnica ajuda a aproximar clientes e empresas e pode ser justamente o que você precisa para promover uma transformação no seu negócio. Por isso, hoje vamos apresentar o que é o Storytelling, explicar como exatamente ele pode fazer a diferença para você, dicas e técnicas para utilizar essa estratégia e exemplos de sucesso para você se inspirar. Então, não perca tempo e confira o conteúdo que preparamos!

O que é Storytelling?

Os seres humanos sempre demonstraram um interesse especial em histórias e narrativas e uma capacidade de se identificar com elas. Isso acontece porquê por meio de narrativas o envolvimento pessoal e a compreensão de informações importantes torna-se muito mais fácil. 

Percebendo o potencial da contação de histórias em cativar públicos, profissionais da área de marketing aprimoraram técnicas para transformar as narrativas em uma ferramenta útil para empresas. 

Ou seja, o Storytelling se destaca pelo seu poder e capacidade de cativar e prender o foco das pessoas, permitindo uma transmissão assertiva de informações e a criação de uma conexão real com o público. Ele é, portanto, nada mais do que uma forma de criar narrativas e contar histórias de forma a cativar a audiência e transmitir uma informação importante, seja qual for o seu objetivo.

Como o Storytelling pode ser importante para o meu negócio?

O Storytelling passou por uma fundamentação teórica e técnica que permitiu o seu uso para diversas finalidades, como:

  • apresentações para diferentes públicos; 
  • motivação de equipes; 
  • produção de campanhas publicitárias; 
  • criação de laços entre empresas e clientes; etc.

A grande questão é que para cada uma delas, um diferencial é oferecido ao possibilitar a criação de conexões reais e identificação. Isso em uma sociedade de relações cada vez mais superficiais e com um volume insuportável de informações.

Se atualmente é difícil que as pessoas tenham tempo ou paciência para ler e compreender um artigo, pesquisa ou reportagem, com o Storytelling a coisa muda de figura. Ao entrar em contato com uma narrativa na qual a ideia de uma jornada está presente, as pessoas se sentem estimuladas em saber o desenrolar dessa história, e, assim, a transmissão de informações pode ocorrer de forma natural e cativante. 

Dicas e técnicas básicas do Storytelling

O Storytelling pode ser resumido como uma forma de contar histórias voltadas para objetivos específicos, que podem incluir: 

  • conseguir mais clientes;
  • alinhar os objetivos de uma equipe;
  • transmitir informações para parceiros e sócios, etc.

Contudo, é também válido contemplar algumas dicas e técnicas que ajudam a criar um bom Storytelling. A seguir, vamos abordar as mais importantes!

Defina com clareza qual é a mensagem a ser transmitida

Ao criar um Storytelling é fundamental ter de forma clara qual é o objetivo da mensagem transmitida. Com um objetivo claro torna-se muito mais fácil elaborar uma narrativa que carregue a mensagem que você deseja transmitir, com o tom e apelo certos. Se você não conseguir definir esse objetivo em uma frase simples, provavelmente o Storytelling criado não vai carregar toda a potência que poderia. Nesse caso, pode ser útil realizar brainstorms, até conseguir chegar a um objetivo mais bem definido.

Transforme em um slogan a mensagem que deseja transmitir

Após ter conseguido definir de forma clara a mensagem que se deseja transmitir, criar um slogan a partir dela é uma ótima forma de fixar essa mensagem para diferentes públicos. Um bom slogan ajuda na hora do público associar um problema ou situação à solução ou desfecho oferecido pela sua empresa.

Dedique-se à construção da narrativa

Para que o Storytelling tenha sucesso ao transmitir a mensagem desejada, é necessário que a narrativa tenha uma linearidade e cronologia claras, que minimamente transmitam a ideia de uma jornada a ser percorrida. 

Para isso se dar de forma adequada, é importante que o Storytelling tenha em sua estrutura um início, um meio e um fim. A estrutura deve apresentar um problema, que precisa desenvolvido e trabalhado até que se chegue à sua solução e a história se conclua. A conclusão deve se dar preferencialmente de forma criativa e poderosa, assim a mensagem final seja será ainda mais memorável e impactante.

O poder da narrativa: exemplos de sucesso do Storytelling

Alguns exemplos podem ser mais elucidativos e ilustrar melhor as formas de uso e o poder das técnicas de Storytelling. Acompanhe e entenda do que exatamente se trata essa técnica de comunicação!

Spotify

No fim de 2017 a empresa de streaming de músicas espalhou pelas ruas de Londres cartazes com imagens de artistas famosos acompanhadas de frases espirituosas, dando conselhos de como lidar com a vida de uma forma mais leve em 2018. 

A campanha associou experiências pessoais de usuários da plataforma com emoções que são comuns a todas as pessoas, possibilitando a criação imediata de um sentimento de empatia com o público alvo da campanha.

Google

A cada ano o Google divulga os vídeos chamados “Ano em pesquisa”, nos quais os dados adquiridos pela empresa sobre termos pesquisados são utilizados para criar uma narrativa que aborda os principais acontecimentos do ano. Com essa campanha a empresa dá um ótimo exemplo de como utilizar o Storytelling para criar uma narrativa que cria de forma rápida laços com o público espectador.

Heineken

Em 2016 a Heineken, marca de cerveja que é patrocinadora da Champions League (principal torneio de futebol da Europa), criou uma campanha de Storytelling direcionada para o público feminino. Nessa peça publicitária, é narrada uma história na qual homens são persuadidos a mentirem para as namoradas e esposas, e tentam convencê-las a irem ao spa para que eles possam assistir à final do torneio. 

No fim da história, as mulheres é que são convidadas a assistir à final no estádio em Milão. Assim, de uma forma leve e descontraída, a marca de cerveja criou uma ligação com o público feminino, contrariando uma ideia de que, supostamente, mulheres não se interessam por futebol. 

Vivo

Em 2011 a empresa de telefonia criou para o dia dos namorados uma campanha utilizando a música “Eduardo e Mônica”, um dos maiores sucessos da banda Legião Urbana. A campanha foi um sucesso. Por si só a música escolhida já é um exemplo de Storytelling, e a ideia de combinar a música com a proposta do dia dos namorados endossou ainda mais a identificação que os casais podem ter com a história contada. 

Campanhas de sucesso dependem da criatividade dos profissionais publicitários. Os exemplos de Storytelling que trouxemos nesse conteúdo são só uma mostra do que pode ser feito atualmente, em termos de marketing e publicidade.

Para manter-se atualizado e acompanhar o que existe de mais inovador nessa área continue acompanhando os conteúdos oferecidos pela Azulis!

Além dos artigos do nosso blog você também pode encontrar conteúdos de qualidade nas nossas redes sociais!

As informações foram úteis?

Você não achou esse artigo útil.
Nos ajude a melhorar! Como podemos tornar esse artigo mais útil?
Agradecemos pelo seu feedback!