Análise SWOT: o que é, como interpretar e suas principais vantagens

Por Redação Azulis

swot-vantagens

Em um cenário tão competitivo como o atual, obter destaque entre os concorrentes tem se tornado uma tarefa cada vez mais complexa. Para conquistar o mercado é preciso fazer análises minuciosas sobre o comportamento do consumidor, definir metas e determinar as ações necessárias para alcançá-las.

O empreendedor que deseja otimizar os resultados de seu negócio deve se munir com conhecimento, tanto no que se diz respeito ao ambiente interno da organização quanto ao externo. Dado o contexto, a Análise SWOT é uma ferramenta que pode proporcionar informações estratégicas para que o gestor alcance o sucesso.

Por isso, neste conteúdo mostraremos o que é Análise SWOT, como interpretá-la e quais são suas principais vantagens. Continue acompanhando a leitura do artigo para saber mais sobre o assunto!

SAIBA+AZULIS: Business plan: como fazer um bom plano de negócios

O que é Análise SWOT ou FOFA?

Trata-se de um sistema utilizado para posicionar ou analisar a posição estratégica de uma empresa em um determinado ambiente ou panorama econômico. SWOT é a sigla para Strenghts, Weaknesses, Opportunities and Threats, ou, em português, Forças, Fraquezas, Oportunidades e Ameaças (FOFA).

A técnica exerce um pilar fundamental para o planejamento estratégico e é amplamente utilizada para analisar cenários organizacionais (internos ou externos). Devido à sua simplicidade, pode ser aplicada em qualquer tipo de análise em uma empresa, independentemente de seu porte ou segmento no mercado, desde a criação de um blog até o desenvolvimento de produtos ou serviços.

A Análise SWOT é fundamentada em uma tabela com quatro divisões. Em cada divisão, quatro características de uma empresa são listadas (forças, fraquezas, oportunidades e ameaças), como já citamos. Resumindo, é uma ferramenta capaz de levantar aspectos relevantes para a gestão, abrangendo processos internos e questões que dependam do comportamento do mercado.

Essa análise pode ser encarada como um panorama geral da empresa, pois a partir dos dados gerados nela, o empreendedor terá uma base para elaborar planos de ações para alavancar seus resultados, a partir de pontos que exigem atenção dentro e fora do negócio.

Interpretando os conceitos da Análise SWOT

Para que você tenha uma dimensão mais ampla sobre o funcionamento desse sistema, mostraremos como interpretar os conceitos que o integram. Confira a seguir.

Forças

Todo empresário deve conhecer os diferenciais de seu negócio. Ou seja, os fatores presentes no ambiente interno que fazem a marca se destacar em relação às empresas concorrentes. Para definir as formas de maneira mais precisa, pense nas seguintes questões:

  • Qual é a sua maior vantagem competitiva?
  • Quais são os produtos/serviços de maior sucesso?
  • Qual é o nível de engajamento do consumidor?
  • Por quais razões os clientes são fidelizados?
  • Qual o nível de reconhecimento no mercado?

Para responder a essas perguntas, leve em consideração a vantagem que elas proporcionam sobre a concorrência. Quanto melhor posicionar o negócio, mais importante a característica deve ser considerada.

Fraquezas

São os pontos fracos internos que interferem ou até mesmo prejudicam o desenvolvimento da empresa em seu nicho de atuação. Você pode encontrar as fraquezas fazendo as seguintes perguntas:

  • Minha equipe é motivada o suficiente?
  • Qual o nível de perda de clientes?
  • Qual o índice de baixa nas vendas?
  • Ocorrem atrasos na linha de produção?
  • Por que não consigo engajar o meu público?
  • O que leva a concorrência a ser escolhida?

Analise as fraquezas isoladamente para verificar com mais precisão quais são os fatores responsáveis por elas. Desse modo, será possível tomar decisões que as minimizem e as corrijam. Vale destacar que a sinceridade é indispensável nesta etapa. Afinal, é preciso assumir as falhas para que elas sejam consertadas, não é mesmo?

Oportunidades

Tratam-se das características externas que influenciam positivamente o negócio. Ou seja, fatores que não podem ser controlados. Além disso, existem diferentes formas das oportunidades acontecerem, como:

  • mudanças socioeconômicas;
  • ampliação do crédito ao consumidor;
  • tendências de mercado;
  • novas tecnologias;
  • economia em alta como propulsora do crescimento;
  • lançamento de novos produtos e serviços.

Para identificá-las, é preciso realizar pesquisas que demonstrem a previsão de acontecimentos que gerem impactos positivos na sua empresa.

Ameaças

São os eventos que exercem influência negativa sobre seu empreendimento e, da mesma forma como as oportunidades, as ameaças dependem de fatores externos. Portanto, devem ser tratadas com bastante cautela, já que podem afetar tanto o planejamento estratégico, quanto os resultados mais diretamente. Elas podem acontecer com:

  • mudanças na legislação do setor;
  • instabilidade política;
  • obsolescência de tecnologias;
  • surgimento de novos concorrentes no mercado;
  • crise econômica.

Uma Análise SWOT deve ser elaborada e interpretada com a finalidade de unir esses elementos da melhor forma possível. Assim, proporciona um diagnóstico confiável e que integre as necessidades apresentadas nas gestão estratégica, de forma que a elaboração do plano seja mais segura a médio e longo prazo. Por consequência, as oportunidades são ressaltadas, enquanto as ameaças são minimizadas no ambiente de sua organização.

SAIBA+AZULIS: Folha de pagamento: tudo o que você precisa saber

Principais vantagens da análise SWOT

Pode ser aplicada em negócios de qualquer porte

Não importa o tamanho de sua empresa, a Análise SWOT oferecerá o mesmo nível de confiabilidade de dados. Para pequenos ou micro negócios, o processo é basicamente o mesmo, com apenas alguns ajustes pontuais. Por exemplo, em vez de analisar o mercado e as oportunidades de maneira global, pode restringir à região do empreendimento.

Proporciona mais segurança à tomada de decisões

A Análise SWOT permite ao empresário uma atuação muito mais confiável perante os desafios do mercado, já que ele passa a conhecer seus pontos fortes, suas fraquezas, como isso afeta a empresa e, principalmente, quais as medidas necessárias para alcançar melhores resultados.

Aumenta o engajamento com seu público

Com base nas informações obtidas a respeito do comportamento do consumidor e quais estratégias a concorrência tem investido para ser escolhida, é possível tomar decisões mais assertivas em relação à forma como o negócio se relaciona com o público-alvo, assim como ele se comporta nas redes sociais e nos demais canais de relacionamento da empresa.

Este artigo foi útil para você? Quer receber mais dicas e conteúdos sobre gestão empresarial e finanças? Então não deixe de acompanhar as postagens semanais!

As informações foram úteis?

Você não achou esse artigo útil.
Nos ajude a melhorar! Como podemos tornar esse artigo mais útil?
Agradecemos pelo seu feedback!