Auxílio Emergencial: agências dos Correios vão cadastrar pedidos do benefício

Por Maria Teresa Lazarini

O objetivo da iniciativa é atender a população mais vulnerável que não conseguiu solicitar o auxílio por não ter acesso a meios digitais

É necessário seguir um calendário para fazer o cadastro nas agências

auxilio-emergencial-correios

Os Correios passarão a cadastrar os pedidos de Auxílio Emergencial para aqueles que não possuem acesso a meios digitais. A fim de ajudar os autônomos, informais e MEIs, atendentes das agências vão fazer o cadastro para as pessoas que têm direito ao benefício, mas não conseguem acessar o site ou aplicativo da Caixa.

A empresa funcionará como uma ponte: ela fará o pedido do Auxílio Emergencial para o solicitante, mas não será responsável pelo pagamento do benefício. Esse será realizado pela Caixa.

Há uma porção importante da sociedade brasileira que é ainda mais vulnerável e que precisa de ajuda para fazer o cadastramento, contestar uma informação. Então, esse convênio é importante porque os Correios têm uma vasta capilaridade em todas as cidades brasileiras”, fala Onyx Lorenzoni, o ministro da Cidadania.

A pessoa interessada em receber o benefício deve ir à agência na data de acordo com o calendário, que informamos no próximo tópico. A expectativa é que até 27 milhões de atendimentos sejam feitos pelos Correios.

Calendário para solicitar o Auxílio Emergencial nos Correios

A fim de evitar aglomerações, foi estabelecido um calendário para o atendimento nas agências dos Correios. As datas são de acordo com o mês de nascimento do solicitante.

Confira:

  • Segunda-feira: nascidos em janeiro e fevereiro;
  • Terça-feira: nascidos em março e abril;
  • Quarta-feira: nascidos em maio e junho;
  • Quinta-feira: nascidos em julho, agosto e setembro;
  • Sexta-feira: nascidos em outubro, novembro e dezembro.

SAIBA+AZULIS: Auxílio Emergencial: confira o calendário de novas parcelas divulgado pela Caixa

Como fazer o cadastro do auxílio nos Correios?

Para fazer o cadastro em uma agência dos Correios, a pessoa deve apresentar os seguintes documentos e informações:

  • Identificação oficial com foto que contenha o nome da mãe do beneficiário, como o RG e a CNH;
  • CPF do usuário e dos membros da família que dependem da renda do titular;
  • Dados bancários ou documento de identificação para solicitar a abertura de Conta Social Digital.

Para quem não possui uma conta bancária, será aberta a Conta Social Digital na Caixa para receber o benefício – se o cadastro do Auxílio Emergencial for aprovado.

Para verificar o andamento do pedido, a pessoa pode ir a qualquer agência do Correios com o comprovante de atendimento de cadastro e o CPF após o prazo determinado pela Dataprev para a conclusão da análise. Também é possível fazer a consulta pelo telefone 121.

As informações foram úteis?

Você não achou esse artigo útil.
Nos ajude a melhorar! Como podemos tornar esse artigo mais útil?
Agradecemos pelo seu feedback!