Como criar um site?

Por Redação Azulis

Aprenda como criar um site do zero, entenda a importância de ter um endereço online e quais são as opções.

criar-um-site

Cada vez mais o mundo se beneficia da tecnologia. São raros os negócios que não estão na internet. Ter um endereço virtual está se tornando sinônimo de existência: só existe o que está conectado. No entanto, muitos se perguntam “Como criar um site?”, e sem obter a resposta, desistem.

Descubra como é fácil criar um site para o seu negócio e o quanto é importante estar na web hoje em dia.

Qual a finalidade do seu futuro site?

As pessoas nem se lembram mais das enormes e ultrapassadas listas telefônicas porque o principal meio para encontrar e divulgar uma marca, produto ou serviço se tornou a internet.

Tudo está mais fácil atualmente. Você encontra qualquer informação de forma precisa, rápida e a qualquer momento que desejar ali na palma da mão.

Mesmo os negócios mais alternativos, que tentam a todo custo sobreviver da maneira mais difícil longe da conectividade, são divulgados involuntariamente através de publicações, fotos e comentários dos clientes.

O que afasta esse desejo por conexão de alguns é a ideia errada de como é criar um site. Por não saber, são levados a pensar que é necessário um enorme conhecimento em computação e programação.

Existem alguns modos de criá-lo, e nem todos são difíceis. É possível ter um bom site de maneira simples e acessível.

Antes de saber mais sobre a criação de um site, é essencial entender qual será o objetivo dele. E esse propósito tem relação direta com o que deseja fornecer por fim. Qual seu produto, serviço, talento, projeto ou interesse?

Somente fazendo essa pergunta, você saberá o que é mais adequado no seu caso. Pode ser que seja criar um blog, um portal de notícias, uma comunidade relacionada a determinado assunto, um portfólio online ou o mais comum dos casos: um e-commerce (loja virtual).

Leve em conta que ter um objetivo bem definido e decidir o tipo de site, influencia todos os passos seguintes, desde a estrutura ao layout. Perceba a importância dessa primeira etapa e, só então, passe para a execução.

SAIBA+AZULIS: Como vender pela internet: um guia para o sucesso

Como criar um site?

Passo 1: Registrar um Domínio

O domínio será o nome do seu site. É comum usar seu nome profissional ou da marca ou da empresa. Para esses dois últimos casos é utilizado o final .com ou .com.br.

Caso você ainda não tenha um nome, é interessante criar ideias a partir de um brainstorm.

Sabendo qual será seu domínio, pesquise sua disponibilidade, ou seja, se já não tem alguém utilizando exatamente o endereço que pensou.

Você pode fazer essa pesquisa pelo site Registro.br, por exemplo.  Caso esteja livre para uso, escolha um plano e clique em ‘Registrar’. 

Outro site que pode ser usado para registrar um domínio é o Hostinger.

Passo 2: Contratar uma Hospedagem

A hospedagem é o serviço que coloca e mantém seu site no ar.

As opções de hospedagem gratuitas aplicam uma série de restrições e não apresentam a estabilidade das opções pagas, correndo o risco de que o site caia a qualquer momento, perdendo acessos e, assim, negócios.

Além disso, um serviço gratuito não preserva a exclusividade do domínio.

Quando isso ocorre, há uma influência direta nos resultados das pesquisas e o posicionamento do seu site é prejudicado. Por isso o recomendado são as hospedagens pagas.

Entre os serviços pagos, algumas opções são o HostGator e o King Host, cada um com seus devidos planos de manutenção. Busque pelo mais satisfatório em termos de qualidade e economia.

Com o domínio definido e o serviço de hospedagem contratado, resta a aparência.

Passo 3: CMS – Construção do site

Tratando-se de uma primeira vez, é interessante buscar um construtor que não utilize conhecimentos avançados em HTML. Uma ferramenta para te auxiliar nesse momento é um CMS (Content Management System).

O CMS funciona como um gerenciador dos elementos utilizados no site e que não precisa do trabalho de um programa agindo por trás. É um sistema que torna o navegar do seu site mais simples.

Aqui vale o mesmo pensamento sobre os serviços de hospedagem. Há opções de construtores gratuitos, porém a não exclusividade e a instabilidade são fatores a serem considerados.

É nesse momento que o objetivo do seu site, definido lá no início, tem um papel importante. Dependendo do que for, existem CMSs especializados para cada tipo de site e conteúdo.

Se deseja ter uma loja virtual, por exemplo, os recomendados são os gratuitos Magento e PrestaShop. Entre as opções pagas há a Loja Integrada e o NuvemShop.

Uma outra opção para construir um site, mas recomendada principalmente para e-commerce é o Google Sites, que tem como diferencial o uso de outros serviços próprios, como o Google Maps.

Já um blog ou um site convencional são melhor atendidos pelo WordPress.org, o Joomla e o Drupal, CMSs que não exigem grande conhecimento técnico ao serem instalados.

Optando por um CMS e mexendo nele, sem nenhuma dificuldade você terá seu site da maneira como idealizou, em pouquíssimo tempo de execução. Lembrando que cada um desses construtores trabalha de um modo diferente do outro.

Você pode acompanhar esse procedimento completo de como criar um site totalmente seu, mas também existem formas mais simples e restritas. Nesse caso, você não terá um domínio de sua autoria e uma construção que dê muitas opções de criação.

É o caso dos serviços de criação de site que funcionam quase que por passo a passo.

SAIBA+AZULIS: O que vender na internet: 7 ideias para decolar

Serviços de criação de site

Normalmente são gratuitos e, por isso, oferecem poucas ferramentas. A maior parte do processo nesse caso funciona de modo predefinido, tendo apenas que seguir as instruções e optar por cores, formas e tipos de distribuição.

Esses são mais indicados para uso individual, como portfólios e currículos virtuais. Não são muito apropriados para sites comerciais e empreendimentos, que precisam de uma apresentação mais elaborada.

Se ainda assim você optar por esse caminho, existem sites que com poucas instruções e sem exigência técnica, te guiam para a criação de um endereço online, como o Webnode e o Wix, entre outros.

Agora que já sabe como criar o seu, elabore bem, coloque no ar e depois conheça estratégias no site da Azulis, que te ajudarão a ter um melhor desempenho com vendas e com seu negócio.

As informações foram úteis?

Você não achou esse artigo útil.
Nos ajude a melhorar! Como podemos tornar esse artigo mais útil?
Agradecemos pelo seu feedback!