O que vender na internet: 7 ideias para decolar

Por Redação Azulis

Conheça opções práticas para empreender na internet

Como vender na internet

Você quer entrar para os negócios digitais, mas não sabe o que vender na internet? De fato, as opções são inúmeras, e há um imenso mercado a ser explorado na web, que tem a vantagem de atingir públicos muito mais amplos. Se você ficou empolgado com a ideia, vai gostar ainda mais das nossas sugestões para decolar seu negócio online.

Siga a leitura e fique por dentro das tendências do e-commerce.

Por que vender na internet

Hoje, já são 930 mil sites de comércio eletrônico no Brasil — um crescimento de 37,59% em relação a 2017 —, de acordo com um levantamento de 2019 do PayPal Brasil em parceria com o BigData Corp. 

Há muito espaço na web para novos negócios, desde que você saiba o que vender na internet, ou seja, os produtos e serviços certos para o seu público.

O que vender na internet: 7 ideias para o sucesso

Se você quer se tornar um empreendedor digital mas ainda não sabe o que vender na internet, esta lista foi feita sob medida para você.

Confira uma seleção de ideias para começar seu negócio online.

1. Invista na área de perfumaria e cosméticos

No Webshoppers de 2019, a categoria campeã do e-commerce B2C foi Perfumaria, Cosméticos e Saúde, com 18% do total de pedidos do semestre. Com um ticket médio de R$ 197,00, esse é um dos segmentos que resiste a qualquer crise e continua crescendo no universo digital.

Então, abrir uma loja virtual nessa área pode ser um ótimo negócio, ou mesmo investir em consultoria e serviços de beleza com agendamento online.

SAIBA+AZULIS: 5 canais no Youtube para ser uma manicure de sucesso

2. Abra uma loja de moda e acessórios

A categoria de moda e acessórios empatou com beleza e cosméticos no Webshoppers, com 18% dos pedidos totais e um ticket médio de R$ 169,00. Além disso, o segmento deve crescer 3,1% até 2021, de acordo com dados da Comtextil publicados na Fiesp em 2018.

Hoje, você tem opções como provadores virtuais e vídeos para exibir roupas e acessórios, ampliando as oportunidades no e-commerce de moda.

3. Aposte nos wearables

Se você quer embarcar nas últimas tendências, um e-commerce de wearables — tecnologia vestível — pode ser o negócio do futuro. No Brasil, as vendas de fit bands (pulseiras fitness) e smartwatches (relógios inteligentes) cresceram 51,6% em relação a 2018, segundo dados do IDC publicados no Meio&Mensagem.

Marcas como Apple, Samsung e Google já estão desenvolvendo dispositivos wearables avançados, de olho na projeção de 91% de crescimento para 2019.

4. Explore o mercado fitness

A onda fitness já movimenta US$ 2,1 bilhões no Brasil, segundo um levantamento da IHRSA publicado na exame em 2018. No e-commerce, é uma excelente oportunidade para vender produtos como vestuário, suplementos, acessórios e equipamentos voltados à prática de atividades físicas.

Inclusive, o crescimento de modalidades específicas como bike, crossfit, funcional e pilates pode motivar a criação de lojas virtuais de nicho. 

5. Embarque na tendência “animal-friendly”

O consumo “animal-friendly” é uma das 10 Principais Tendências Globais de Consumo 2019, de acordo com o Euromonitor International.

Um dado interessante é que o Brasil está entre os 10 países com maior aumento no número de vegetarianos entre 2016 e 2017. Logo, os alimentos baseados em plantas e produtos veganos — livres de ingredientes de origem animal e não testados em animais —  são apostas promissoras para vender na internet.

6. Crie um clube de assinatura

Os clubes de assinatura estão revolucionando o varejo digital e cresceram 167% no Brasil nos últimos quatro anos, segundo dados da ABCom publicados no Estado de Minas.  Nesse modelo de negócio, os consumidores assinam serviços e produtos mensais ou semanais, recebendo kits de alimentos, livros, produtos de beleza, roupas e cervejas em casa.

Para aproveitar esse mercado de R$ 1 bilhão, você pode criar seu próprio clube de assinatura com produtos criativos e selecionados.

7. Venda cursos e infoprodutos

Outro fenômeno online que veio para ficar são os infoprodutos — cursos, webinars, e-books, podcasts, vídeos, apostilas e demais produtos digitais. Plataformas como Hotmart, TurboMKT e Monetizze são utilizadas para divulgar e monetizar esses produtos e estão crescendo sem parar no Brasil.

Então, se quiser uma fatia desse mercado, você pode pensar em produtos para carreira, desenvolvimento pessoal, educação e outros tipos de conhecimento que podem ser vendidos em arquivos digitais. 

Como vender na internet

Agora que você já sabe o que vender na internet, pode passar para a fase do planejamento do negócio.

Para ter sua loja online, você pode escolher uma plataforma pronta para e-commerce, alugar um espaço em um marketplace ou desenvolver seu site do zero. Além disso, você terá que planejar as operações da mesma forma que nas empresas físicas, considerando a logística de entrega, gestão de estoque e finanças, marketing e vendas, etc.

SAIBA+AZULIS: 5 dicas do fundador do Aliexpress para empreendedores

É mais simples e rápido do que abrir uma loja física, mas também exige conhecimento e visão de negócio. Felizmente, você pode contar com as soluções de cobrança e pagamento da Azulis para vender mais e melhor, além de ter acesso a conteúdos exclusivos para evoluir sua gestão.

Então, já decidiu o que vender na internet? Seja qual for o caminho escolhido, temos a tecnologia certa para apoiar seu crescimento. Confira mais artigos sobre empreendedorismo no site da Azulis.

As informações foram úteis?

Você não achou esse artigo útil.
Nos ajude a melhorar! Como podemos tornar esse artigo mais útil?
Agradecemos pelo seu feedback!