Gestão por competência: o que é e como aplicar?

Por Redação Azulis

Saiba por que essa prática pode trazer ótimos resultados para a sua empresa

Gestão por competência: o que é e como aplicar?

Antes de falarmos sobre gestão por competência, precisamos entender o conceito de competência. Esse termo se refere aos conhecimentos, habilidades e atitudes (CHA) que fazem de uma pessoa apta a exercer um cargo dentro de uma empresa. O intuito, claro, é que isso gere vantagem competitiva para a companhia. Pode-se entender ainda como o resultado de um processo de aprendizagem no trabalho. Afinal, nem sempre os funcionários chegam às organizações totalmente prontos para desempenhar sua função.

Tipos de competências

Podemos dividir as competências em três tipos. Confira:

  • Competências Organizacionais: são os conhecimentos, habilidades e atitudes (CHA) diferenciais da empresa. Temos dois tipos nesse quesito: as básicas, indispensáveis para uma firma se manter ativa; e as essenciais, que são capacidades que contribuem para criar uma vantagem competitiva para a organização.
  • Competências Técnicas: são os conhecimentos e habilidades adquiridos pelo funcionário. Os treinamentos, bem como cursos profissionalizantes, experiências, oficinas e palestras são alguns dos necessários para que o colaborador consiga ter sucesso em sua função.
  • Competências Comportamentais: por fim, as atitudes e comportamentos dos funcionários que os motivam a colocar em prática a habilidade do conhecimento. Entre eles, a liderança, o trabalho em equipe, a motivação, o equilíbrio emocional, a criatividade, a adaptabilidade, a comunicação, a negociação, a empatia, o aprendizado contínuo, a ética e a prudência.

Mas o que é gestão por competência?

A gestão por competência tem como principal objetivo identificar, bem como analisar e gerenciar os funcionários de acordo com o perfil profissional de cada um deles. Baseando-se nos conhecimentos, nas habilidades e no comportamento deles, esse processo busca desenvolver competências para que elas sejam benéficas à empresa a fim de que a companhia alcance suas metas e objetivos.

Embora sejam práticas usuais, há uma clara diferença entre gestão por competência e por desempenho. O primeiro tipo busca focar no desenvolvimento do profissional como um todo. Já a gestão por desempenho é focada basicamente nas metas e nos resultados obtidos.

SAIBA+AZULIS: Glossário do Empreendedor: tudo o que você precisa saber

Qual a importância da gestão por competência?

A gestão por competência traz muitos benefícios para o seu negócio. Afinal, essa metodologia tem como foco a criação de condições necessárias para que seus funcionários possam produzir e entregar os resultados esperados. Confira as vantagens dessa prática e entenda porque ela é tão importante:

  • Maior produtividade

 as competências de cada colaborador bem utilizadas ajudam a aumentar a produtividade. Afinal, isso gera maior satisfação, aumentando o engajamento com a empresa.

  • Melhores resultados

 funcionários mais produtivos, melhores resultados. Isso porque as metas corporativas passarão a ser os objetivos de sua equipe.

  • Melhor clima organizacional

o clima no ambiente organizacional melhora muito quando as características pessoais de cada um dos seus funcionários são melhor trabalhadas. Isso mostra para o colaborador que a empresa se preocupa com o seu desenvolvimento.

  • Redução da taxa de rotatividade

Uma alta taxa de rotatividade – ou “turnover” – indica uma insatisfação dos colaboradores em trabalhar na empresa, implicando ainda em altos gastos com desligamento de pessoal e novos processos seletivos. Então, se a companhia mostra preocupação com bem-estar de sua equipe, ela faz com que seus funcionários permaneçam por mais tempo na corporação.

  • Recrutamento mais eficaz

O processo de seleção passa a ser mais efetivo. Com a gestão por competência, é possível ter em mãos informações sobre quais aptidões que o cargo exige.

  • Redução de gastos

Os gastos na empresa são reduzidos drasticamente, seja com custos de demissões e novas contratações, quanto com treinamentos. Afinal, com esse método aplicado, o risco de erro na hora das contratações é menor e é possível ainda planejar treinamentos mais eficientes.

  • Direcionamento

Com a gestão por competência, empresa e profissionais terão um foco comum. Ou seja, todo o esforço será direcionado para otimizar os resultados da companhia.

Como fazer a gestão por competência?

Definido o que é gestão por competência, vamos explicar como aplicá-la na sua empresa. Confira o passo a passo:

SAIBA+AZULIS: Contas jurídicas para MEI: confira 5 opções gratuitas

  • Diagnóstico

Primeiro, você precisa saber a situação atual da sua empresa. É preciso colher feedbacks e relatórios sobre os processos de RH. Então, faça uma avaliação de desempenho por competências para descobrir os conhecimentos, habilidades e atitudes dos funcionários; bem como um mapeamento delas para saber quais aptidões são necessárias para o sucesso da firma.

  • Implementação de processos

Quando a gestão por competência é implementada, obviamente, alguns funcionários podem não se adequar aos objetivos da empresa. Mas isso não quer dizer que você precise demitir todos e começar do zero. Já com o diagnóstico em mãos, a sugestão é que você:

  • Defina as competências para cada cargo da empresa;
  • Estipule as formas de remuneração de acordo com as novas exigências;
  • Baseie as próximas contratações além do currículo;
  • Faça avaliações periódicas de desempenho e priorize a identificação de competências.
  •  Treinamento

Reduza a distância entre os cargos com treinamentos focando nas competências essenciais. Além disso, busque parcerias com escolas de ensino especializadas em treinamentos corporativos.

  • Recrutamento

Como nem todos se encaixam, será preciso buscar novos profissionais através de recrutamentos internos, quando as deficiências em um setor podem ser supridas com a promoção de um profissional; ou externos, que é mais indicado para casos onde a competência é escassa dentro do negócio.

  • Mensuração e aprimoramento

Por fim, crie um modelo de mensuração constante dos resultados e aprimore-os. Defina avaliações e mapeamentos periódicos, e realize a coleta de feedbacks com os responsáveis de outros departamentos.

Como e quando usar o modelo?

A gestão por competência deve ser implementada em todas as áreas da organização. O recrutamento e seleção de pessoas, a avaliação de desempenho e o treinamento e desenvolvimento são algumas das atividades que podem ser realizadas a partir dessa prática.

A saber, esse método exige condições e instrumentos para desenvolver iniciativas e responsabilidades, espaço e tempo para reflexão, bem como confiança entre trabalhador e empresa. A prática pode ser feita quando as companhias buscam melhorar seus resultados colocando o desenvolvimento de seus colaboradores em primeiro plano.

Por que fazer?

A gestão por competência contribui para alavancar os resultados da empresa, visto que ela tende a aumentar o desempenho dos colaboradores. Com sua equipe engajada e ciente de sua função, os frutos são visíveis e certamente farão com que sua firma erre menos nas tomadas de decisão.

As informações foram úteis?

Você não achou esse artigo útil.
Nos ajude a melhorar! Como podemos tornar esse artigo mais útil?
Agradecemos pelo seu feedback!