Segmento de mercado: o que é, exemplos e como definir o seu

Por Redação Azulis

O segmento de mercado é uma ferramenta essencial para aumentar as vendas e entender melhor as necessidades do seu consumidor

Você sabia que o segmento de mercado é uma definição primordial para que tenha um negócio de sucesso?

Para entender, basta pensar sobre os problemas que gera ao pular essa etapa.

Muitos empreendedores acabam cometendo equívocos no momento de direcionar suas estratégias, pois não identificam corretamente o seu público-alvo e desconhecem as preferências dele.

Dessa forma, além de perderem tempo e dinheiro com esforços que não trazem retorno, acabam importunando o cliente com mensagens pelas quais não há interesse em receber. Daí a importância de se investir no estudo do segmento de mercado.

Essa metodologia suporta o desafio de conhecer a fundo os consumidores da sua marca para traçar estratégias de comunicação e oferta adequadas. 

Quer saber mais sobre segmento de mercado e como ele pode ajudar no seu negócio?

Então, siga a leitura!

Saiba como VENDER UM PRODUTO com um planejamento estratégico INFALÍVEL

Com nosso guia completo suas VENDAS vão AUMENTAR MUITO! Política de Privacidade

Acesse seu E-mail para baixar o conteúdo.

O que é segmento de mercado?

A segmentação é uma espécie de divisão de grupos no mercado, e ocorre, frequentemente, no momento em que uma empresa decide abrir as portas.

Afinal, é no ínicio, quando o planejamento estratégico é construído, que a marca identifica qual é seu público-alvo, ou seja, os potenciais clientes, aqueles que têm maior propensão a consumir os produtos ou serviços.

O segmento de mercado, portanto, é uma parcela menor do todo, formada por indivíduos que apresentam perfis, hábitos e gostos muito semelhantes.

Também chamados de nichos, esses grupos podem ser segmentados por:

  • Idade
  • Sexo
  • Necessidades
  • Comportamentos
  • Estilos de vida
  • Local em que residem
  • Atitudes em relação ao produto ou serviço que consomem.

O ideal é que diferentes tipos de segmentações sejam feitos para que você tenha uma visão mais ampla do seu consumidor.

Com o segmento de mercado definido, você, como empreendedor, consegue direcionar cada produto ou serviço para o perfil de público que tem maior chance de adquiri-los.

Portanto, a segmentação serve para conhecer e atender aos anseios e necessidades dos mais diferentes públicos.

Essa estratégia amplia a aceitação da sua solução no mercado e, como consequência, tende a aumentar as vendas.

Exemplos de segmento de mercado

O segmento de mercado pode ser amplo, como no caso em que representa todo um setor:

  • Moda e vestuário
  • Saúde e beleza
  • Eletrônicos
  • Games
  • Cama, mesa e banho
  • Artigos esportivos
  • Equipamentos industriais.

Ou pode ser nichado, o que significa dizer que mira um segmento específico, com características únicas entre seus consumidores, a exemplo de:

  • Clientes mulheres
  • Clientes idosos
  • Clientes veganos
  • Clientes que utilizam sites de compras coletivas
  • Clientes que moram no bairro Campo Grande, no Rio de Janeiro
  • Clientes pessoa jurídica com faturamento até R$ 1 milhão/ano.

Para que você possa entender mais facilmente como funciona a segmentação de mercado, separamos um exemplo prático.

Carro Esportivo X Carro de Passeio

A função primordial de um carro é possibilitar o deslocamento das pessoas, certo?

Então, por que certos consumidores investem mais de R$ 3,2 milhões em um carro esportivo, como a Lamborghini, enquanto outros não desembolsam mais de R$ 50 mil para fazer os mesmos trajetos todos os dias?

Os motivo são vários.

Veja bem, quem compra o carro esportivo não deseja apenas um meio de locomoção, mas também status social, poder, experiência e exclusividade.

Obviamente, essas pessoas podem pagar por tudo isso. São consumidores da alta classe social.

Já quem opta por carros de passeio, de marcas populares, deseja conforto para a família, um veículo econômico e de baixa manutenção.

O automóvel, normalmente, é usado para o deslocamento diário entre casa e trabalho e para atividades rotineiras.

Assim, apesar de o produto ser o mesmo (carro), cada um dos modelos tem o seu segmento de mercado, com o público-alvo bem definido.

E é assim que as empresas atuam para conquistar clientes e ganhar destaque no mercado.

Elas produzem mercadorias e serviços que atendem às necessidades de cada perfil de consumidor.

Saiba como VENDER UM PRODUTO com um planejamento estratégico INFALÍVEL

Com nosso guia completo suas VENDAS vão AUMENTAR MUITO! Política de Privacidade

Acesse seu E-mail para baixar o conteúdo.

Por que segmentar o mercado?

A possibilidade de ir ao encontro dos anseios e necessidades de seu público de maneira mais direta, direcionando estratégias adequadas, é o grande benefício de segmentar o mercado.

Podemos citar, por exemplo, o retorno positivo das ações de marketing por parte do consumidor.

Se a sua empresa divulga as ofertas e a aceitação é pequena, o cenário pode mudar com a definição correta do público-alvo.

A segmentação amplia as chances de conversão de vendas, uma vez que permite a conversa da marca com o cliente que, de fato, tem interesse no produto ou serviço oferecido.

Assim, sua empresa não perde tempo e dinheiro e fazendo divulgações imprecisas, que expõem a marca de maneira aleatória.

Vale ressaltar que definir o segmento de mercado é uma atitude valiosa para qualquer ramo, seja para auxiliar em períodos de crise ou para avançar no crescimento de um negócio.

Como fazer a segmentação de mercado?

Existem formas diferentes de realizar a segmentação de mercado.

E cada uma delas pode ajudar a conquistar o sucesso na divulgação do seu produto ou serviço.

A seguir, veremos as mais utilizadas.

Confira!

Segmento geográfico

Como o nome sugere, esse tipo de segmento de mercado analisa o consumidor de acordo com a sua localização. Ou seja, por região.

É bastante utilizado por estabelecimentos físicos, já que ajuda a identificar os clientes que moram próximos ou que frequentam o local.

Segmento demográfico

O segmento demográfico fornece mais dados do que apenas a localização.

Ele avalia o público de acordo com sua renda, sexo, idade, poder de compra, grau de escolaridade, entre outros fatores.

Segmentação por perfil de consumo

Essa segmentação é indispensável se você deseja conhecer o volume de compra mensal  do seu público e os meios utilizados para tal finalidade.

Perfil psicológico

Analisa de forma mais subjetiva o consumidor, captando seus anseios, suas ideologias, seus hobbies, dentre outros fatores.

Com essas verificações, as marcas direcionam suas estratégias para conquistar o público de diversas maneiras.

Comportamento de consumo

Este estudo parte do método de categorização baseado no volume de compras.

É uma avaliação relevante, porque analisa os consumidores por seus hábitos de consumo.

Por canal de consumo

Aqui, é verificado se o cliente consome pela web, por aplicativos, por telefone ou prefere o atendimento presencial.

E identifica, além do canal, também o formato predileto.

Todas essas formas de aplicar o segmento de mercado são, de fato, muito valiosas para conhecer melhor o seu público e otimizar as estratégias da empresa para atrair mais consumidores.

Também se mostram como uma ferramenta interessante para que ela se torne mais conhecida e tenha uma atuação mais consistente.

Logo, é indicado que você invista no estudo de segmento de mercado para multiplicar as vendas do seu empreendimento.

Agora, é só colocar em prática o que aprendeu neste artigo.

Siga acompanhando os conteúdos da Azulis e conheça nossa plataforma para se inspirar e vender mais de forma fácil.

As informações foram úteis?

Você não achou esse artigo útil.
Nos ajude a melhorar! Como podemos tornar esse artigo mais útil?
Agradecemos pelo seu feedback!