Como pagar menos impostos: saiba tudo sobre aqui!

Por Redação Azulis

Quer saber como pagar menos impostos na sua empresa? Leia este conteúdo e descubra agora mesmo!

tipos-de-imposto

As empresas brasileiras são fortemente impactadas pela alta carga tributária e a complexidade da legislação nacional, que impõe o cumprimento de uma série de obrigações. No entanto, deixar de pagar algum tributo pode gerar uma série de prejuízos, além da aplicação de multas e penalidades por parte do Fisco. Para evitar que isso aconteça e garantir um crescimento saudável, saber como pagar menos impostos é fundamental.

Apesar de ser uma tarefa desafiadora, por meio de uma prática chamada de elisão fiscal, é possível adequar o negócio em algumas estratégias permitidas por lei e economizar nas questões tributárias.

Quer saber como? Então, veja as dicas que preparamos para você. Confira!

O que é elisão fiscal?

A elisão fiscal se trata de uma prática contábil que tem a finalidade de proporcionar a companhia a modelos mais benéficos, diminuindo a quantia gasta com pagamento de impostos.

Contudo, é imprescindível não confundir elisão com evasão fiscal, já que no primeiro conceito o processo é totalmente legal, enquanto no segundo as medidas usadas são ilegais, podendo gerar a sonegação.

Como pagar menos impostos?

Existem diversas estratégias permitidas pela legislação que podem ser implementadas como uma forma de diminuir o pagamento de impostos. Veja algumas delas a seguir!

 

Realize um planejamento tributário

A primeira coisa a ser feita para pagar menos impostos é fazer um planejamento tributário que considere os seguintes pontos:

  • os gastos operacionais e com pessoal;
  • expectativa de faturamento;
  • margem de lucro;
  • histórico do negócio, para identificar se ocorreu algum recolhimento inadequado.

Esses dados possibilitam que a instituição estabeleça qual é o melhor regime tributário entre os disponíveis, que são: Simples Nacional, Lucro Presumido ou Lucro Real.

Defina o regime tributário adequado

A escolha do regime tributário é que vai definir o montante de tributos pagos pela empresa. Essa definição é fundamental, tendo em vista que todos os regimes têm suas vantagens e desvantagens, além de fazer com pague mais que os impostos devidos.

Uma dica é simular o quanto terá que pagar em cada sistema, além de considerar algumas características da organização, como o faturamento, porte, área de atuação, entre outros.

Faça o pagamento de impostos em dia

Recolher os impostos em dia também contribui para pagar um valor menor, já que a aplicação de multas e juros por atraso pode aumentar de forma considerável a quantia final a ser paga, gerando um gasto desnecessário.

Para isso, é ideal ter um bom controle financeiro, que vai ajudar com que realize todos os pagamentos em seus devidos vencimentos. Caso não tenha condições de pagar em dia, uma alternativa é fazer um parcelamento e, assim, evitar que as dívidas acumulem indiscriminadamente.

SAIBA+AZULIS: Contabilidade de Custos: o que é e como realizar em sua empresa

Utilize os incentivos fiscais

Identifique quais são os benefícios fiscais existentes que podem trazer vantagens para a companhia, tendo em vista que eles podem oferecer um desenvolvimento financeiro devido a possibilidade de redução de impostos.

No entanto, para obter esse incentivo, é preciso realizar algo que contribua para o crescimento da região ou apoiar programas sociais.

Por exemplo, a Lei Rouanet é permitida para instituições que destinam uma parte dos seus impostos para patrocinar programas culturais, ocorrendo uma redução desse montante no valor do IRPJ. Também existe o REFIS, que é um programa que busca incentivar as organizações a realizarem o pagamento dos impostos em atrasos sem juros.

Observe as recuperações tributárias

A recuperação tributária se trata da restituição de valores pagos como impostos, taxas e contribuições pagos de forma indevida ao governo. Por este motivo, para assegurar essa recuperação, a empresa deve estar atenta ao que tem direito.

É necessário realizar um levantamento de todos os tributos pagos, identificar os erros e corrigi-los monetariamente. Depois dessa análise, é preciso fazer um procedimento administrativo ou judicial, se necessário, para efetivar a recuperação dos impostos.

Reduza o Pré-labore

O indicado é estabelecer um pró-labore que seja isento de Imposto de Renda, considerando que ele fica submetido a todos os gastos da folha de pagamento, como o FGTS, INSS, férias e décimo terceiro. Para reduzir esse abatimento, é preciso minimizar o pró-labore.

Para fins previdenciários, o valor mínimo equivale a um salário mínimo em vigor. Também é possível realizar uma distribuição do valor restante em forma de lucro, aumentando as retiradas mensais que são livres de IR para pessoa física.

Porém, isso é recomendado somente quando há lucros acumulados, já que a distribuição antecipada pode representar o pagamento disfarçado de remuneração e gerar problemas entre a instituição e os órgãos fiscalizadores.

Não misture as finanças pessoais com as da empresa

Além de gerar a desorganização e erros no gerenciamento, inserir as finanças particulares nos cálculos empresariais, pode elevara tributação sobre os rendimentos. O responsável que age assim acaba aumentando sua retirada para pagar impostos e taxas, reduzindo a sua margem de lucro.

Esteja atualizado sobre a legislação vigente

É muito importante entender o cenário no qual a empresa está inserido e se adequar a ele. Por exemplo, a legislação que regula os impostos é alterada com frequência e envolvem diversas obrigações, tanto no âmbito federal, estadual e municipal.

 Isso quer dizer que realizar o devido acompanhamento é algo necessário para impedir o descumprimento de alguma imposição legal, que podem gerar multas altíssimas ou pagamento errado dos tributos.

Conte com o auxílio de um contador

O contador é o profissional capacitado para garantir o enquadramento correto da empresa no regime tributário ideal, reduzindo as chances de falhas na apuração dos impostos. Além disso, ele pode agregar todo o seu conhecimento orientando sobre questões econômicas do negócio, além de aplicar as melhores estratégias de redução de gastos para a organização.

Como a Azulis pode ajudar a sua empresa?

A azulis se trata de uma plataforma digital que oferece tudo que você necessita para a sua empresa. Desde o comparador de maquininha, onde é possível definir a melhor alternativa para receber via cartão dos clientes, até materiais exclusivos para progredir com o seu negócio de forma simples e acessível. Entre suas principais vantagens estão:

  • aumento de vendas, já que andar com um cartão é muito mais prático e seguro, além de permitir que o cliente realize suas compras mesmo sem ter o dinheiro na hora;
  • elevação do tíquete médio da venda, já que nos locais que aceitam cartão o consumidor gasta muito mais, além de permitir que o valor seja parcelado;
  • aumento da segurança, já que quanto mais pagamento em cartão, menos dinheiro em caixa.

Além disso, ela contribui para a centralização ode vendas, o que pode contribuir no momento de realizar os cálculos dos impostos e elaborar o planejamento financeiro da companhia.

Agora que você já sabe como pagar menos impostos, aproveite para colocar as dicas apresentadas em prática e, assim, garantir uma economia importante e permitida em lei, que pode ser usada para investimentos adequados para a expansão do negócio e aumento da competitividade.

Gostou deste conteúdo? Então, entre em contato com a gente e veja como os nossos serviços podem ajudar a sua empresa!

As informações foram úteis?

Você não achou esse artigo útil.
Nos ajude a melhorar! Como podemos tornar esse artigo mais útil?
Agradecemos pelo seu feedback!