Como fazer um e-mail de venda: entenda como atrair seus clientes

Por Redação Azulis

Hoje em dia, uma estratégia eficiente de vendas precisa usar técnicas de marketing digital. Confira como conquistar seus clientes com o e-mail

email marketing

Uma definição bem simples e objetiva de marketing digital é um grupo de ações comunicacionais realizadas pela internet para divulgação de produtos, serviços, fortalecimento de uma marca e aumento do número de clientes de uma empresa.

O e-mail foi uma das primeiras práticas desse universo de divulgação digital e ele funciona até hoje, apesar de muitas vezes alguns influenciadores levantarem uma bandeira contrária. Mas como fazer um e-mail de venda eficaz?

O e-mail que tem como meta vender alguma coisa precisa, necessariamente, permitir que o negócio estude, engaje, converta e retenha a audiência. Para tanto, você não precisa reinventar a roda. Basta seguir a estrutura e dicas básicas que daremos neste post. Dessa forma, seus e-mails de venda serão infalíveis. Boa leitura!

Os benefícios e desvantagens do e-mail de venda

A principal desvantagem do e-mail de venda é que ele tem uma taxa de resposta considerada baixa, quando comparada a outros canais de comunicação digital. O número médio de resposta das mensagens enviadas para a base de consumidores de uma empresa costuma ser 1%. Ou seja, de cada 100 emails disparados, provavelmente 1 vai retornar o contato.

A boa notícia é que os próprios profissionais de vendas têm grande responsabilidade nesse índice. Isso porque é comum o envio de mensagens nada úteis para os potenciais clientes, fazendo com que eles só percam tempo lendo o correio eletrônico. Por isso, daqui a pouco, vamos te dar dicas de como não ser esse tipo de vendedor.

Então, por que será que o e-mail de vendas, quando bem feito, é uma das ferramentas comerciais mais poderosas do mundo digital? Mundialmente, 92 em cada 100 adultos usam algum e-mail. Além do mais, 72 em cada 100 consumidores classificam o email como a melhor maneira de receberem comunicações de empresas e marcas e 76,7% dos negócios brasileiros entrevistados pelo Email Marketing Trends fazem uso dessa estratégia.

A estrutura do e-mail

Vejamos como a estrutura de uma mensagem de e-mail se divide. São 3 partes:

A abertura

É o pedaço que seu potencial cliente visualiza na caixa de entrada dele. Fazem parte da abertura o assunto do e-mail e as 20 primeiras linhas do conteúdo. Quando você redige uma abertura instigante, seu e-mail será aberto. Se a abertura for chata, o e-mail tem chances de ser apagado ou ignorado.

O benefício

É a parte do meio do e-mail de vendas. Aqui, você deve explicar quais são as razões pelas quais o seu cliente deveria se interessar pelo que está sendo oferecido a ele. Caso haja clareza e facilidade na compreensão do seu benefício, o cliente seguirá com a leitura. Mas se esse conteúdo for muito complicado, o e-mail provavelmente será desconsiderado.

O fechamento

Para finalizar seu e-mail de vendas, você precisa dizer ao receptor qual o próximo passo a ser seguido, além de passar as suas informações de contato. Se o fechamento da mensagem for simples e fácil, ela será respondida. Já se ele for complicado, provavelmente não haverá resposta.

Linguagem e cores

A melhor linguagem a ser usada no seu e-mail de vendas é a que cria identificação perante o seu público. Ou seja, você precisa falar a mesma língua dos seus potenciais clientes. Tenha cuidado com muita formalidade, ainda mais se o objetivo for a construção de um relacionamento mais humano e pessoal com a audiência. Lembre-se que dá para ter clareza, respeito e profissionalismo com uma linguagem simples.

Para o visual do correio eletrônico, utilize cores fortes para chamar a atenção. Cada cor tem sua função para tocar a emoção e estimular os sentidos do leitor. Uma alteração simples no layout de um e-mail marketing pode ser o que você precisa para mudar o desempenho dele. A área do conhecimento que aborda esse assunto chama-se Psicologia das Cores. Vale a pena estudar esse tema.

O que NÃO fazer ao criar um e-mail de venda

É importante saber o que fazer, mas saber o que não fazer também é fundamental para redigir um e-mail de vendas bem-sucedido.

Não faça o consumidor perder tempo

Quem tem um monte de e-mails chegando diariamente na caixa de entrada, faz de tudo para filtrar essas mensagens e não perder tempo com o que não interessa. Por essa razão, é fundamental que você vá direto ao ponto e não fique enfeitando muito a mensagem.

Não generalize

Quem não gosta de se sentir especial? Todo mundo! Emails que são generalizados tendem a ser deletados. Então, uma tática simples e eficiente é usar o nome do cliente para começar a mensagem. O ideal é ter uma estratégia bem estruturada de Inbound Marketing para angariar o máximo de informações possíveis dos leads, de modo a personalizar cada vez mais seus e-mails de venda.

Não cometa erros de português

O texto do seu e-mail representa você junto ao potencial cliente. Cometer erros de gramaticais e ortográficos, definitivamente, não é a melhor maneira de falar com seu prospect. Isso, muitas vezes, é um fator decisivo para o receptor perder o interesse na sua oferta. Sendo assim, revise seu conteúdo ou peça para outra pessoa fazer essa tarefa.

Principais dicas

Fique atento agora para as dicas que vamos te dar sobre as melhores práticas de como fazer um e-mail de vendas.

  • O assunto precisa ser interessante: seja objetivo e gere curiosidade, diga a verdade e entregue o que prometeu. O ideal é que o assunto tenha entre 21 e 40 caracteres;
  • Mantenha o foco: fale sobre um assunto por e-mail, para que a audiência não perca a atenção na mensagem;
  • Gere valor: mostre ao seu cliente a razão pela qual o seu e-mail é importante, deixando claro o benefício do que você está oferecendo;
  • Gentileza no fechamento: ao se despedir, use frases mais pessoais, como “Espero seu contato” ao invés de “Att”. Humanize sua comunicação;
  • Analise quando é melhor enviar seus e-mails: as ferramentas de disparo de e-mail marketing mostram os relatórios de abertura. Teste diferentes dias e horários e estude quais os maiores índices de abertura e engajamento.

Com todas as orientações que você leu nesse artigo, com certeza ficou muito mais fácil saber como fazer um e-mail de vendas infalível para a estratégia comercial da sua empresa. Lembre-se que milhares de profissionais de grandes companhias já testaram inúmeras técnicas e chegaram a esses resultados que falamos aqui. Então, procure seguir esses conselhos e aproveite as repercussões positivas que serão geradas.

Agora, que tal saber mais sobre assuntos de negócios? É muito fácil! Acesse o site da Azulis e também nosso canal do YouTube.

As informações foram úteis?

Você não achou esse artigo útil.
Nos ajude a melhorar! Como podemos tornar esse artigo mais útil?
Agradecemos pelo seu feedback!