Fim dos likes no Instagram: isso pode ser bom para o seu negócio

Por Fernanda Santos

O fim das curtidas no Instagram chegou ao Brasil dando o que falar, afinal, muita gente conta com a rede social para ajudar no crescimento do negócio

Mas já imaginou que a mudança pode ser boa para o pequeno empreendedor? Explicamos melhor porque não vale a pena se preocupar

fim-dos-likes-instagram

No mês de julho, os cerca de 66 milhões de usuários do Instagram no Brasil se surpreenderam ao abrir o aplicativo e ver que o número que likes das publicações havia desaparecido. A mudança é parte de uma série de testes feitos pela empresa em alguns países pelo mundo, a começar pelo Canadá.

Basicamente, a rede está funcionando assim: o dono da conta consegue ver quantas pessoas curtiram o post, mas seus seguidores não. A novidade em si não interfere no alcance da publicação, nem torna a página mais ou menos conhecida. A mudança é meramente visual, mas está dando o que falar.

SAIBA+AZULIS: 5 dicas para aumentar as curtidas no Instagram do seu negócio

Como a mudança pode ajudar o pequeno empreendedor?

Tem muita gente reclamando do fim dos likes, especialmente os influenciadores digitais que vivem para conquistar e alcançar mais seguidores. Mas para o dono do pequeno negócio, a mudança não é exatamente ruim. Veja alguns motivos:

  • Menos pressão pela popularidade

No geral, quanto mais curtidas uma marca tem nas suas publicações, mais credibilidade ela ganha com os seguidores. É como se as pessoas pensassem “Opa, muita gente gosta dessa empresa. Os produtos devem ser bons. Deixa eu dar uma olhada”.

O problema é que negócios menores, mais recentes na rede e com menos dinheiro para investir em campanhas dificilmente conseguem conquistar milhares de likes logo de cara.

É aí que a mudança do Instagram aparece para ajudar. Agora, não importa se você tem 20 ou 700 curtidas – o que vai conquistar os usuários são os conteúdos relevantes que você divulga, o diferencial dos seus produtos/ serviços, sua inteiração bacana com os seguidores… e não a sua popularidade.

  • Mais qualidade nos seus posts

Nem sempre muitos likes significam muitas vendas, sabia? Alguns posts chamam mais a atenção que outros visualmente, especialmente quando são fotos bonitas, coloridas e chamativas. Mas o “x” da questão é que de nada adianta ter milhares de curtidas e nenhuma venda.

Sem os likes, fica mais fácil para as marcas focar na qualidade dos conteúdos, alcançando as pessoas que estão mesmo interessadas no que a empresa tem a oferecer. Se houvesse um ditado popular para isso seria: “Antes 10 vendas na mão do que 2 mil likes voando”.

  • Você pode testar tranquilamente

Sem a pressão dos likes, você pode postar conteúdos diferentes, testar formatos novos e ousar nas publicações sem se preocupar com o número de curtidas da foto.  Numa dessas, é provável que você descubra interesses do seu público-alvo que jamais imaginou antes simplesmente porque tinha medo de arriscar.

SAIBA+AZULIS: 7 dicas de como ganhar seguidores no Instagram 

Por que os likes chegaram ao fim?

A decisão foi tomada com base em alguns problemas que merecem reflexão. O mais sério deles tem relação com a saúde mental das pessoas. O Insta está repleto de vidas “perfeitas” e difíceis de serem alcançadas – isso deixa muita gente ansiosa ou deprimida, explica Lucas Sabô, especialista de social media aqui da Azulis.

Os likes acabam potencializando esse sentimento. Para se ter uma ideia de como eles estavam supervalorizados, já existia até mesmo site especializado em vender pacotes de curtidas.

Diante de toda essa pressão, muitos usuários ficavam frustrados quando uma foto não “fazia sucesso”. Com o fim dos likes, o Instagram espera que as marcas se concentrem em publicar conteúdo relevante para seus seguidores e os usuários contem mais histórias, em vez de escolher as fotos que serão postadas com base apenas no apelo por curtidas. Basta ter paciência, dedicação e uma dose de jogo de cintura.

As informações foram úteis?

Você não achou esse artigo útil.
Nos ajude a melhorar! Como podemos tornar esse artigo mais útil?
Agradecemos pelo seu feedback!