O que é gestão do conhecimento

Por Redação Azulis

Quer entender melhor o que é gestão do conhecimento e como implementá-la na sua empresa? Confira nossas dicas.

Seja lá qual for o porte do seu negócio, é fundamental ficar de olho em estratégias que ajudem a direcioná-lo ao sucesso. A gestão do conhecimento, por exemplo, é uma dessas estratégias, que permite otimizar os processos desenvolvidos e tornar as dinâmicas de trabalho mais eficientes. Por causa disso, você precisa conhecê-la e começar a aplicá-la entre seus colaboradores.

Quer entender melhor o que é gestão do conhecimento e como implementá-la na sua empresa? Continue lendo nosso post e fique por dentro do assunto.

O que é gestão do conhecimento?

Criado nos anos 90, por Peter Drucker, o termo “Gestão do Conhecimento” tem a ver com o processo de criação, compartilhamento, uso e administração dos conhecimentos e informações dentro de uma organização.

Explicando de forma mais detalhada, ele está ligado, primeiramente, à identificação dos conhecimentos e às informações que são aplicadas diariamente no funcionamento da empresa, que podem ser resumidas sob o conceito de “capital intelectual”.

Posteriormente, esses dados são sistematizados e transformados em processos, que são compartilhados entre todos os colaboradores. Dessa forma, a empresa não fica refém dos talentos de indivíduos específicos.

Sendo assim, seu principal objetivo é otimizar o uso e a manipulação dos dados para atingir as metas que a empresa estabelece. Para tanto, é utilizada uma abordagem multidisciplinar, que envolve conhecimentos de áreas como Tecnologias da Informação, Recursos Humanos e Administração, entre outras.

Para a plena aplicação da gestão do conhecimento, são necessários alguns passos, que nós explicamos abaixo. Confira!

Compilação e armazenamento

Essa é a primeira etapa da gestão de conhecimento e, para dar esse passo, você deve, primeiramente, escolher o melhor meio para armazenar as informações, levando em consideração os tipos de dados e a facilidade de acesso, já que eles devem estar à disposição de todos os seus colaboradores.

Depois de escolher o meio mais adequado, é hora de selecionar as informações que devem ser incluídas nessa base, compilando-as e categorizando-as. Se você pretende, por exemplo, armazenar um passo a passo, seja o mais claro possível na explicação e organize cada etapa em ordem para facilitar o entendimento.

Compartilhamento e transferência

Depois de compilar, selecionar e organizar as informações, é hora de compartilhar sua base de dados com seus colaboradores. É por causa desse passo que você deve escolher um meio acessível para hospedar sua base.

Uma ideia é utilizar as plataformas digitais, que são facilmente acessadas por meio de dispositivos móveis ou computadores, bastando apenas compartilhar o link entre as pessoas que devem ter permissão para visualizar os arquivos.

Uma outra ideia é investir em capacitações, convidando seus próprios colaboradores para falar sobre o desempenho de suas funções e habilitar outros colegas de trabalho a cumpri-las.

Aplicação

É claro que, depois de sistematizar o conhecimento e compartilhá-lo com seus colaboradores, chega a hora de colocar em prática o aprendizado. Lembre-se de que o objetivo final da gestão de conhecimento é compartilhar as informações os trabalhadores da empresa, para que eles saibam como proceder diante de determinados problemas ou situações.

Qual a importância?

O principal benefício da gestão de conhecimento é a troca de experiências entre os colaboradores da empresa, que tornam o ambiente de trabalho mais dinâmico e agradável, gerando melhores resultados e ajudando a atingir os objetivos com mais rapidez. Além disso, capacitar os colaboradores para lidar com diferentes funções é um grande passo na otimização de processos, tornando o trabalho mais eficaz.

Pensando no lado institucional, é válido ressaltar que a empresa não deve ficar sob a dependência de apenas um ou outro colaborador que domine determinado conhecimento.

Do contrário, podem ocorrer problemas em caso de ausência ou até mesmo demissão, já que a equipe estaria desfalcada e precisaria aguardar um novo funcionário para desempenhar as funções.

3 dicas para adotar a gestão de conhecimento na empresa

No tópico anterior, mostramos os passos que devem ser seguidos para dar o pontapé da implementação da gestão de conhecimento em sua empresa. É válido ressaltar, no entanto, que ela, sozinha, não leva a lugar algum, já que é necessário adotar algumas práticas no dia a dia de seus colaboradores para que a gestão surta o efeito desejado.

Abaixo, nós indicamos algumas dicas. Leia agora!

1. Promova a integração na empresa

Como já foi dito acima, o princípio da gestão de conhecimento se baseia no compartilhamento de informações e, para tanto, nada melhor do que promover a integração entre seus colaboradores.

Sendo assim, estimule o contato entre os membros das suas equipes, o que pode ser feito até mesmo por meio de dinâmicas ou de confraternizações.

Além de ser um passo na direção de uma melhor gestão, isso ainda melhora a convivência no ambiente de trabalho.

2. Abra caminhos para a inovação

Estimular as ideias inovadoras de seus colaboradores pode ser um grande passo para promover a gestão de conhecimento e, além disso, trazer diferenciais para a sua empresa e colocá-la na frente no mercado. Por causa disso, incentive seus colaboradores a tentar novas práticas, oferecendo recompensas para quem trouxer soluções diferenciadas.

3. Aposte na gestão de competências

Uma parte da gestão de conhecimentos é baseada gestão de competências, que é um processo que ajuda a identificar os talentos dos colaboradores para saber em que funções eles podem ser empregados.

Sendo assim, procure conhecer as particularidades dos membros de sua equipe e descubra quais são seus pontos fortes e fracos.

Com isso, você ainda tem a possibilidade de direcionar os conhecimentos para as pessoas mais adequadas, evitando a perda de tempo e o desperdício de trabalho.

Como você acabou de ver, a gestão de conhecimento não é um bicho de sete cabeças. Sabendo aplicar as técnicas e contando com um pouco de organização e persistência, você pode administrar as informações e evitar a perda de tempo e dinheiro, tornando os processos de sua empresa mais eficazes.

Agora que você já sabe o que é gestão do conhecimento e como pode aplicá-la em seu negócio, que tal descobrir as novidades nas quais você precisa investir no ano de 2020? Confira nosso post com 5 dicas imperdíveis!

As informações foram úteis?

Você não achou esse artigo útil.
Nos ajude a melhorar! Como podemos tornar esse artigo mais útil?
Agradecemos pelo seu feedback!