O que é profissional liberal e o que o diferencia do autônomo

Por Redação Azulis

Um guia rápido para entender o que é profissional liberal e qual o seu papel no cenário atual no Brasil. Saiba mais!

profissional liberal e o que o diferencia do autônomo

Um trabalhador que tem conhecimento técnico ou universitário e que pode atuar no mercado sem estar vinculado a uma empresa ou a um órgão governamental. Em linhas gerais, isso resume o que é profissional liberal.

Mas não apenas isso. Entender como opera essa categoria de trabalhador é fundamental para compreender como está inserido no cenário brasileiro. Neste artigo, saiba o que é profissional liberal, o que o diferencia dos autônomos e quais as vantagens desse tipo de atuação nos dias de hoje. Conheça também a legislação vinculada a essa atividade.

O que é profissional liberal e em quais categorias se enquadra

Muito comum em diversos países, o profissional liberal é aquele que possui uma formação, seja no ensino superior, seja em curso técnico.

Uma vez habilitado, o profissional liberal possui um amplo cenário de atuação dentro de sua área, podendo trabalhar com ou sem vínculos empregatícios. Em alguns casos, dependendo da categoria de sua ocupação, pode ter que se vincular a entidades de classe. Isso por que elas são as responsáveis por regulamentar e fiscalizar, e assim garantir uma atuação ética do profissional no mercado (médicos, dentistas, advogados etc).

Ou seja, apesar do termo “liberal” na definição, esse profissional deve seguir os preceitos comuns garantidos na Constituição Federal, que prevê o livre exercício de qualquer trabalho desde que atendidas as qualificações estabelecidas pela lei.

Outra possibilidade em termos de legislação está em um dos artigos da Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT), que prevê a regulamentação desse tipo de atividade em uma categoria profissional diferenciada. 

São diversos os tipos de profissionais liberais, sendo que, diante da natureza da ocupação, é muito comum que sejam relacionados a postos em áreas da saúde. Mas não apenas, como é possível verificar nos exemplos a seguir:

  • médicos;
  • dentistas;
  • psicólogos;
  • advogados;
  • jornalistas;
  • entre outros.

SAIBA+AZULIS: Você conhece o RPA?

A diferença entre profissional liberal e autônomo

Quando o tema em discussão é o que é profissional liberal, geralmente costuma vir acompanhado de outra dúvida: qual a diferença dessa categoria com a do autônomo?

Assim como na descrição anterior, a definição do autônomo também se relaciona com atividades profissionais. Nesse caso, porém, está ligada ao fato de não haver obrigatoriedade de formação técnica ou superior.

O autônomo tem na sua atividade a ausência completa de vínculos empregatícios — ou seja, os seus rendimentos estão diretamente ligados à sua atividade profissional. O liberal, por sua vez, já atende a certos vínculos e goza de direitos trabalhistas.

Uma observação importante, já que estamos falando sobre as diferenças das duas atividades no mercado. Apesar de existir uma regulamentação, nada impede que algumas categorias de profissionais liberais possam atuar de forma autônoma.

SAIBA+AZULIS: Como preencher e emitir corretamente o modelo RPA

Profissional liberal: quais as vantagens?

Para discutir o que é profissional liberal e quais os benefícios dessa categoria, geralmente são destacadas duas vantagens: a financeira e o horário flexível. 

É comum pensar que, atuando de forma liberal, esse trabalhador possa prestar mais serviços e, assim, acumular mais riqueza do que se estivesse limitado a um cargo ou emprego fixo, com carteira assinada.

Pensando tanto no profissional liberal que atua sem vínculo empregatício quanto em um autônomo, isso realmente poderia ser uma realidade, assim como a flexibilidade de horário, que também costuma ser vista como algo positivo.

Mas sozinhos, esses dois fatores não são receita certa de sucesso. Basta pensar que sem um salário fixo, a estabilidade financeira, por exemplo, pode ficar comprometida. O mesmo pode acontecer em períodos de crise econômica no país ou no mundo.

Para que a atuação deste profissional liberal siga por um caminho satisfatório, além da produtividade e dedicação, é necessário conhecer também formas eficientes de gestão do próprio fluxo de trabalho e da carreira. E também é importante adquirir novas habilidades fora da sua área de conhecimento.

É a somatória de todos esses mecanismos, aliados a um planejamento e organização que vão possibilitar um bom desempenho da sua atividade, com ganhos reais e melhores condições de atuação.

E já que o assunto é organização, que tal conferir este conteúdo exclusivo que produzimos sobre o tema, com uma planilha completa sobre como visualizar as contas a pagar do seu negócio. Clique e acesse.

As informações foram úteis?

Você não achou esse artigo útil.
Nos ajude a melhorar! Como podemos tornar esse artigo mais útil?
Agradecemos pelo seu feedback!