Proposta de valor: o que é, canvas e como criar a sua

Por Redação Azulis

Saiba mais sobre o conceito de proposta de valor, entenda o que é e qual sua utilidade para melhorar a gestão do seu negócio

Já ouviu falar da importância da proposta de valor, mas não sabe muito bem o que é essa ferramenta?

Tudo bem, aqui você vai aprender a elaborar a sua.

A proposta de valor é um instrumento de gestão simples de aplicar e que fortalece a imagem do negócio e a sua atuação perante o público.

Ela explica, de forma clara e objetiva, de que forma o seu produto pode ajudar o consumidor a resolver um problema.

Ficou curioso e quer saber mais?

Continue lendo e confira em detalhes o que é proposta de valor, exemplos de aplicação e como implementar na sua empresa.

O que é proposta de valor

A proposta de valor consiste no principal motivo que faz um consumidor comprar da empresa e não da concorrência.

Ela é o principal diferencial competitivo da marca, ou seja, o verdadeiro valor que uma empresa entrega para seu cliente a partir de seus produtos ou serviços.

Funciona tanto no marketing, para melhorar a comunicação com o público, quanto na gestão do negócio, para focar nas ações que vão trazer os melhores resultados para a empresa.

Em um artigo para a revista Forbes, Mark Thacker, co-fundador da Sales Xceleration, destaca que a proposta de valor tem tudo a ver com o cliente, uma vez que descreve os principais benefícios que ele terá ao efetuar a compra.

“Uma boa proposta de valor consiste em estabelecer a conexão entre as necessidades do cliente e as soluções do vendedor”, pontua o autor.

De acordo com ele, o valor só pode realmente existir se houver um alinhamento direto entre as necessidades do consumidor e as soluções oferecidas pela marca.

Canvas de proposta de valor

O Canvas é uma ferramenta de planejamento estratégico que permite identificar e desenvolver a proposta de valor da empresa.

Esse tipo de Canvas serve como um complemento ao Business Model Canvas, uma ferramenta para criação de modelos de negócios.

É uma representação gráfica que ajuda a organizar critérios relevantes que precisam ser analisados pelo empreendedor para que a empresa tenha sucesso no mercado.

Basta fazer uma rápida pesquisa no Google para encontrar modelos online, que você pode imprimir ou utilizar apenas como referência para refletir sobre os critérios.

Mas, afinal, como funciona essa ferramenta?

O Canvas de proposta de valor é dividido em dois segmentos que devem receber atenção: clientes e proposta de valor.

Na seção de proposta de valor, temos estes itens:

  • Produtos e serviços
  • Alívio das dores
  • Criadores de ganho.

Em clientes, temos:

  • Tarefas do cliente
  • Dores
  • Ganhos

Descrevendo todos esses itens, é possível chegar a uma ideia clara da proposta de valor do negócio.

Clientes

Veja o que incluir em cada um dos itens desse segmento:

Tarefas do cliente

No bloco de clientes, este é o item que descreve os problemas do cliente e como ele os soluciona.

Dores

São as emoções negativas e experiências ruins que o consumidor enfrenta ao buscar a solução para seus problemas.

Ganhos

São os benefícios que o consumidor deseja receber.

Proposta de valor

Confira o que deve entrar dentro de cada um dos itens:

Produtos e serviços

Este item descreve os produtos e serviços que a sua empresa vende. Eles servem como ponto de partida para a definição da proposta de valor.

Alívio das dores

Aqui você precisa analisar de que forma o seu produto ou serviço resolve as dores do consumidor.

Criadores de ganho

São os benefícios e vantagens que o seu produto oferece ao consumidor.

Exemplos de proposta de valor

Inspire-se em três exemplos de grandes marcas:

Apple

A proposta de valor da Apple, uma das principais marcas de eletrônicos do mundo, está atrelada ao design do produtos e à experiência que eles proporcionam para os usuários.

Mailchimp

Ao entrar no site da plataforma de automação de marketing Mailchimp, o usuário encontra a proposta de valor: reunir todas as ferramentas de marketing em um único lugar.

Coca-Cola

Você já deve ter ouvido a expressão “abra a felicidade”.

Pois é, a proposta de valor da Coca-Cola não é restrita a beber um refrigerante, e sim criar uma experiência a partir dele.

Como criar sua proposta de valor

Chegou o momento de elaborar a proposta de valor do seu negócio.

Confira algumas dicas essenciais nessa hora:

Saiba quem é o público-alvo

Para fazer uma boa proposta visual, inicialmente, você deve mapear o público-alvo, conhecendo seus problemas e os benefícios que busca.

Ao identificar as principais características do seu cliente ideal, fica mais fácil direcionar as suas estratégias e utilizar a linguagem adequada.

Analise a concorrência

É crucial olhar para a concorrência, analisando as estratégias que ela usa para conquistar os clientes.

Ao conhecer o produto da concorrência, é possível distinguir o diferencial do seu próprio produto.

Ou seja: você identifica a razão pela qual o consumidor deve comprar da sua empresa.

Sua proposta de valor deve ser mais atrativa para o cliente do que as propostas dos competidores.

Divulgue a proposta de valor no site

A proposta de valor deve ser transmitida de maneira clara, sincera e focada em benefícios.

Geralmente, ela fica disposta no site da empresa, de modo que seja facilmente encontrada pelo usuário.

Conforme as respostas obtidas a partir do Canvas, elabore a proposta com a seguinte estrutura no site:

  • Título: uma frase curta resumo o benefício do produto ou serviço
  • Subtítulo: duas a três linhas que esclarecem o que é o seu produto ou serviço e para quem é destinado
  • Tópicos: uma pequena lista de benefícios da sua solução
  • Elementos visuais: imagens visualmente interessantes que gerem credibilidade.

Pronto, você já tem um bom ponto de partida para atrair clientes ao seu negócio e embasar sua tomada de decisões.

Agora, mãos à obra.

Como você está planejando a sua proposta de valor?

Deixe um comentário contando sua experiência e seus insights.

As informações foram úteis?

Você não achou esse artigo útil.
Nos ajude a melhorar! Como podemos tornar esse artigo mais útil?
Agradecemos pelo seu feedback!