O que é PDV, para que serve e como gerenciar seu ponto de venda

Por Redação Azulis

Ter um estabelecimento comercial exige saber o que é PDV. Confira, no artigo completo que preparamos, tudo sobre o assunto.

PDV

Normalmente, o PDV recebe grandes investimentos da indústria.  Afinal, este ramo de atividade já entendeu como funcionam as lojas e sabe explorar bem esse tipo de canal. Mas não é apenas esse tipo de empresa que se beneficia de um bom ponto de venda.

O que acha de conhecer os benefícios de adotar essa estratégia? Siga a leitura, descubra o que é PDV, para que serve e muito mais!

O que é PDV, afinal?

O PDV é a sigla para Ponto de Venda. Ele pode ser definido sob duas perspectivas: da indústria e do varejo.

No varejo, o ponto de venda diz respeito aos locais onde as mercadorias são expostas.  Pode ser um supermercado, uma loja de conveniência, um quiosque ou até mesmo uma banca de jornal. A organização do PDV é realizada, principalmente nos grandes varejos, com as técnicas de merchandising. Este pode ser entendido como um conjunto de técnicas de marketing para destacar o produto e oferecer informações ao consumidor.

E na indústria, o que é PDV? Ela atua subsidiando o merchandising nos pontos de venda, com o objetivo de atrair a atenção do cliente para determinado produto e, assim, destacá-lo entre a concorrência.

Você já deve ter ido ao supermercado e se deparado com promotoras oferecendo produtos para degustação, certo? Essa é uma iniciativa que faz parte do esforço de merchandising no PDV. Outra muito comum é a exposição dos produtos em ilha, geralmente montada na entrada das lojas.

Também pode significar Frente de Caixa. Nesse local, é inserida uma série de recursos e equipamentos para viabilizar a venda, a exemplo do vendedor e da caixa registradora.

Para que serve um PDV?

Após toda essa contextualização sobre o que é PDV, podemos entender que o Ponto de Venda serve para aproximar o cliente do produto, objetivando a concretização do negócio. Ele tem como propósito oferecer uma boa experiência e, assim, fortalecer a relação entre a marca e o consumidor.

Ou seja, é importante que o local seja administrado de forma estratégica, a fim de despertar o interesse e criar uma conexão com a clientela. Por isso, um PDV bem posicionado e organizado eleva as chances de venda de determinado produto. Além disso, facilita questões técnicas referente à frente de caixa, como registro da venda, trocas e devoluções.

SAIBA+AZULIS: Ponto de Venda: vale a pena ter um para o seu negócio?

O que tem em um PDV?

Cada PDV tem as suas particularidades, as quais dependem dos produtos comercializados, do tamanho da loja e do tipo de público atendido. Mas, no geral, três aspectos compõem um Ponto de Venda. São eles:

Produto

A razão de existir de um Ponto de Venda é a exposição dos produtos para comercialização.  Esses itens devem ser organizados por categorias para facilitar a experiência do consumidor. Como já adiantamos, a indústria investe em várias iniciativas de merchandising no PDV para atrair a atenção do cliente e para reforçar a marca. Entre as ações de promoção do produto no PDV, podemos destacar:

  • Faixa de gôndola
  • Banners
  • Ilha de produtos
  • Promotoras para demonstração da mercadoria.

SAIBA+AZULIS: CVP: você sabe o que é ciclo de venda do produto?

Caixa

É onde a venda se concretiza.  O caixa pode abrigar os vendedores, a caixa registradora, softwares de gestão e outros recursos necessários para a efetivação da venda, como o leitor de código de barras.

Promotores de vendas

São os profissionais designados para fazer a reposição da mercadoria, conferir o estoque, fazer demonstração para o cliente e também sinalizar o PDV com os materiais de divulgação da marca.

3 vantagens de um PDV

Ao entender o que é PDV, suas vantagens já ficam claras. Mas, para não restar dúvidas, vamos falar agora sobre as principais. As técnicas de merchandising aplicadas ao PDV são as maiores responsáveis por promover os benefícios aos clientes e aumentar o volume de vendas.

Confira!

1. Proporciona experiências melhores ao consumidor

Ao trabalhar a forma de expor e distribuir as mercadorias no PDV, o lojista oferece a seu cliente agilidade e praticidade na compra. Isso porque o consumidor consegue localizar mais rapidamente os itens de que precisa.

2. Tem baixo custo das ações

Melhorar a experiência do consumidor custa pouco, pois o maior esforço está em distribuir de forma estratégica os produtos. A sinalização e outros atrativos podem ser negociados e fornecidos pela indústria, o que garante pouco investimento do estabelecimento com a operação.

3. Aumenta o número de vendas

Quando você cuida do PDV, o layout da sua loja fica mais atrativo. Com isso, as chances de vender mais aumentam.  Além de expor adequadamente os produtos, é possível aproveitar as melhores oportunidades para promover os itens.

As datas comemorativas, por exemplo, são um excelente gancho. Ou, se o intuito é fazer o estoque girar, as promoções se tornam uma boa pedida.

Como fazer a gestão do PDV?

Até aqui, já passamos por alguns exemplos de ações para fazer no Ponto de Venda. Então, é provável que você já tenha algumas ideias de iniciativas para adotar no seu empreendimento. Mas, se a criatividade ainda não deu as caras, não tem problema. Você confere agora algumas dicas práticas fazer a correta gestão do seu PDV.

Diversifique as formas de pagamento

Tenha várias formas de pagamento disponíveis. No dinheiro, parcelado na maquininha de cartão de crédito e débito, boletos e carnê são algumas das opções. Quanto mais alternativas você oferecer, maiores são as suas chances de faturar.

Conte com boas ferramentas

O uso de softwares é fundamental para garantir a agilidade e a excelência na condução das vendas de qualquer estabelecimento.  Com um software para PDV, além de registrar a venda, é possível baixar o estoque de forma automática.

Treine seus funcionários

Sua equipe sabe o que é PDV e, principalmente, como operar nele? Não adianta investir em equipamentos se o seu pessoal não está preparado para usá-lo ou mesmo lidar com seus clientes e parceiros. Investir nas pessoas é fator fundamental para garantir o sucesso da sua operação.

Faça parcerias com a indústria

Você agora já sabe que a indústria tem muito interesse em explorar os PDVs para expor suas marcas e produtos.  Então, aproveite as oportunidades para negociar brindes e promoções que possam tornar a experiência do seu cliente mais interessante na loja. Não tem mistério para vender bem e vender mais, não é?

Ao acompanhar o artigo, você viu que o que é PDV e aprendeu algumas formas de usá-lo a favor do seu negócio. Seguindo os passos e dicas listadas neste texto é possível otimizar a operação e construir uma relação mais forte com o seu público-alvo. Com isso, você se destaca da concorrência e pode alavancar as vendas da sua empresa.

Gostou? Então, siga acompanhando os conteúdos da Azulis e conheça nossa plataforma para se inspirar e vender mais de forma fácil.

As informações foram úteis?

Você não achou esse artigo útil.
Nos ajude a melhorar! Como podemos tornar esse artigo mais útil?
Agradecemos pelo seu feedback!