O Boticário: ser revendedora vale a pena?

Por Redação Azulis

Trabalhar como revendedora d’O Boticário pode ser uma boa forma de conseguir renda extra. Entenda aqui se vale a pena!

O Boticário: ser revendedora

Na hora de procurar por uma renda extra, uma das alternativas é se tornar  uma revendedora d’O Boticário. Significa vender produtos de uma marca já consolidada, com um modelo de negócio sólido. Isso torna o processo de conseguir renda extra muito mais rápido do que abrir o seu próprio negócio ou começar uma marca do zero.

Mas será que, mesmo com essas vantagens, ser revendedora vale a pena? Vamos entender melhor nos próximos tópicos.

O que é O Boticário?

A história d’O Boticário começa quando o bioquímico Miguel Krigsner resolveu abrir sua farmácia de manipulação em 1977, na cidade de Curitiba.

Apesar de o foco do bioquímico Krisgner ser em medicamentos dermatológicos, ele notou que a maioria dos clientes eram mulheres e, a partir disso, começou a criar cremes faciais à base de algas marinhas e colágeno.

O sucesso dos novos produtos mudou o rumo do negócio. Em 1979, a empresa passou a investir em fragrâncias e criou o Acqua Fresca, um dos perfumes mais vendidos do mundo.

A partir de então, a marca tem se consolidado cada vez mais e, hoje, é parte do Grupo Boticário, com marcas como o próprio O Boticário, além de Eudora, quem disse, berenice? e The Beauty Box.

Além das lojas físicas, um importante canal de distribuição dos seus produtos é por meio das vendas diretas. Dessa maneira, a Boticário revendedora vende os produtos da marca diretamente para os consumidores finais.

Quem pode ser revendedora n’O Boticário?

Praticamente qualquer pessoa pode se tornar revendedora d’O Boticário. Existem apenas alguns requisitos básicos que precisam ser preenchidos. São eles:

  • Ser maior de 18 anos ou ser menor emancipado;
  • Receber o supervisor para assinatura do contrato;
  • Adquirir o Kit Demonstrador.

Além disso, é necessário possuir RG, CPF e comprovante de residência para realizar o seu cadastro antes de se tornar oficialmente uma revendedora Boticário.

Como funciona o trabalho de revendedora Boticário?

Agora que você já sabe quem pode se tornar revendedora d’O Boticário, deve estar se perguntando se vale a pena. Um dos fatores que devem ser considerados para entender se esse trabalho vale a pena é entender como funciona o trabalho de uma revendedora.

O processo começa com o pedido dos produtos que a revendedora Boticário pretende vender. Esses pedidos podem ser realizados pelo site da marca, ou mesmo por telefone e centrais de serviço.

Depois de receber os produtos que encomendou, é hora de começar a vender! A revendedora tem total autonomia para decidir como e em quais dias e horários irá realizar essas vendas.

Ou seja, na prática, cada revendedora Boticário determina seu horário de trabalho e quanto tempo irá dedicar para isso.

Além disso, ela também escolhe se irá vender esses produtos na sua própria casa ou se irá até a casa dos clientes. Assim, cada pessoa pode adaptar a estratégia que funciona melhor para a região e a sua rede de contatos.

Quais as vantagens de revender produtos?

Para entender melhor se ser revendedora vale a pena, é preciso entender a vantagem de se tornar uma revendedora d’O Boticário.

Quando pensamos em conseguir renda extra, a maioria das pessoas pensa em começar um negócio. Entretanto, isso significa conseguir um ponto de venda, montar uma estrutura e, principalmente, criar e fortalecer uma marca.

As pessoas tendem a comprar marcas que elas já conhecem, tornando o processo de abertura de uma empresa complexo. Ganhar a confiança do consumidor e consolidar a sua marca é algo que pode levar tempo.

Porém, ao se tornar uma revendedora Boticário, você estará trabalhando com uma marca já consolidada, com produtos que as pessoas conhecem e possivelmente já utilizam.

Ou seja, é uma maneira mais rápida de entrar no mercado, com um investimento inicial baixo e poucos riscos

Além disso, a Boticário revendedora tem acesso à Universidade da Beleza, com conteúdos exclusivos para ajudá-la a alcançar sucesso nas vendas.

Por fim, O Boticário trabalha com programas de incentivo e promoções, que ajudam a revendedora a alcançar retornos mais rápidos e receber reconhecimentos em forma de viagens e prêmios.

Esses argumentos podem ajudar a responder se ser revendedora vale a pena. Entenda se eles se encaixam nos seus objetivos e se é algo que você se imagina fazendo para conseguir renda extra, até mesmo independência financeira.

SAIBA+AZULIS: Franquias de sucesso: saiba quando vale a pena investir

Como se tornar uma revendedora Boticário?

Agora que você já sabe como funciona o trabalho de uma revendedora Boticário, vamos explicar como se cadastrar para trabalhar junto com a marca.

A forma mais fácil de realizar o seu cadastro é através do site exclusivo para revendedoras. Acesse o site clicando aqui.

Em seguida, clique no botão “Faça seu cadastro” e, depois, em “Seja uma revendedora do Boticário”.

Você pode iniciar seu cadastro com o perfil do Google, Facebook ou criar um cadastro completamente novo, clicando em “Continuar”.

A partir daí, basta preencher os campos com os seus dados. Separe o seu RG, CPF e um comprovante de residência para agilizar o preenchimento.

Quando terminar o cadastro, é só aguardar o contato de um supervisor. O supervisor irá combinar uma data para ir até sua casa, apresentar o contrato e colher a assinatura.

Por fim, será preciso adquirir o Kit inicial da Boticário revendedora. O Kit inclui alguns demonstradores dos principais itens da marca, produtos do portfólio regular, além do catálogo de produtos para apresentar aos seus clientes. Todo o valor investido no Kit inicial é recuperado na venda dos produtos incluídos.

SAIBA+AZULIS: Empreender pode ser um doce negócio

Ser revendedora vale a pena?

Se você está buscando uma renda extra, tornar-se revendedora do Boticário pode te ajudar a alcançar esse objetivo de forma rápida e com pouco investimento inicial.

Existem muitas histórias de revendedoras que conseguiram alcançar a independência financeira trabalhando com os produtos Boticário. Porém, todas se dedicaram para alcançar seus clientes e vender os produtos.

Portanto, ser revendedora vale a pena, porém, como qualquer trabalho, exige esforço e dedicação.

Gostou deste conteúdo? Dê uma olhada nos outros artigos que o time da Azulis preparou para você e assine a nossa newsletter para conferir as novidades!

As informações foram úteis?

Você não achou esse artigo útil.
Nos ajude a melhorar! Como podemos tornar esse artigo mais útil?
Agradecemos pelo seu feedback!