Clima organizacional: qual a importância para a empresa?

Por Redação Azulis

Aprenda como o clima organizacional é necessário para que a empresa tenha bons relacionamentos e resultados!

Clima-organizacional

O clima organizacional é a percepção coletiva dos funcionários em relação ao ambiente de trabalho, com base na atmosfera psicológica que a empresa oferece.

Ao longo das décadas, muitas pessoas já renunciaram tempo de suas vidas pessoais para se dedicarem aos seus cargos e empresas. O clima organizacional é justamente o reflexo da qualidade do ambiente em que esse funcionário se expõe, contribuindo para a produtividade e equilíbrio no local de trabalho. Saiba mais!

SAIBA+AZULIS: Gestão participativa na empresa: vantagens e como implantar

O que é o clima organizacional?

Para sentir o clima organizacional é preciso mensurar alguns elementos do ambiente corporativo. Assim, é possível analisar o principal indicador de satisfação ou insatisfação dos colaboradores da empresa.

O clima é o indicador do estado de ânimo dos colaboradores, tanto individual quanto coletivo. Para esses índices serem formados, os funcionários levam em conta fatores como:

  • Salário e benefícios oferecidos;
  • Comportamento da liderança e dos colegas;
  • Modelo de gestão;
  • Valores e crenças da empresa;
  • Carga horária;
  • Ferramentas oferecidas para as atividades.

Se nenhum desses fatores forem garantidos pelo empregador, não só a saúde do profissional, mas também a motivação dele na empresa é afetada. Assim, oferecer a qualidade no meio corporativo assegura uma equipe motivada.

Diferença entre clima organizacional e cultura

Entender a diferença entre clima organizacional e cultura é o primeiro passo para que ações de melhorias ao cenário de trabalho sejam colocadas em prática.

A cultura também está relacionada às necessidades humanas dentro de uma empresa. Ela reúne os valores, comportamentos, hábitos e pontos de vista em comum no ambiente da companhia.

Já o clima organizacional é a percepção da aplicação dessa cultura, que pode ser mensurada. Tanto aspectos emocionais como técnicos podem fornecer dados valiosos a partir de uma boa observação de colaboradores e clientes.

Como isso afeta a motivação dos funcionários?

Como as pessoas passam muito tempo dentro da empresa, ela deve proporcionar um ambiente agradável de convivência. Se não estiver se sentindo valorizado, compreendido ou mesmo necessário, o funcionário pode se desmotivar e, com isso, seus resultados caem e ele começa a procurar emprego em outras empresas.

Muitas pesquisas informam que a motivação e a qualidade de vida dos funcionários têm relação direta com a produtividade e o rendimento dentro de empresas. Isso se reflete tanto na participação ativa, com ideias e insights, quanto na produtividade.

Recrutamento e seleção

Empresas com bom clima organizacional possuem um baixo índice de demissões e, por essa razão, diminuem a necessidade de contratação. E, se for necessário contratar alguém, uma empresa com bom ambiente de trabalho atrai talentos, facilitando as contratações.

Produtividade

Funcionários satisfeitos com o clima organizacional apresentam um aumento de produtividade e desempenham um trabalho de maior qualidade. Isso traz bons resultados para a empresa, além de reduzir custos e tempo, já que profissionais mais envolvidos com o trabalho erram menos.

Redução de custos

Com um clima organizacional satisfatório, os funcionários se empenham mais em seus trabalhos, evitando, assim, desperdícios e erros. Em um ambiente de trabalho saudável também são menores as demissões e, assim, a empresa não gasta com rescisões e novos processos seletivos. Esses recursos também podem ser utilizados em outras estratégias de melhorias.

SAIBA+AZULIS: Market share: saiba o que é e como funciona

Como entender o clima da empresa?

Para saber exatamente como anda o clima organizacional é necessário realizar uma pesquisa. Depois disso, você terá em mãos dados valiosos para um estudo e planejamento de seu ambiente de trabalho.

O principal objetivo da pesquisa é compreender como a cultura organizacional influencia nesse ambiente.

Os resultados da pesquisa de clima organizacional fornecerão um levantamento geral dos pontos fortes e fracos do ambiente da empresa. Assim, essa pesquisa pode seguir etapas como:

Planejamento da pesquisa

A equipe responsável pela pesquisa deve definir os objetivos do estudo e se há algum problema específico que deve ser tratado em especial.

A pesquisa pode oferecer respostas de “sim” ou “não” ou ser feita por meio de um questionário com múltiplas respostas. Mas, independentemente do tipo de pesquisa escolhido, ele deve abordar alguns temas específicos, como:

  • Volume de trabalho;
  • Avaliação da liderança;
  • Distribuição de tarefas;
  • Comunicação interna;
  • Carga horária;
  • Salários e benefícios;
  • Espaço físico da empresa.

Comunicado sobre a pesquisa

Os funcionários devem ser informados com antecedência sobre a aplicação do questionário e quais seus objetivos.

A intenção é que esses profissionais saibam claramente que a avaliação é sobre o clima organizacional e não sobre performance individual, o que poderia interferir nos resultados.

Aplicação do questionário

Oferecer segurança para que os funcionários possam responder às perguntas da forma mais honesta possível é primordial. Algumas estratégias são oferecer anonimato no questionário ou realizar a pesquisa de forma voluntária.

No caso do voluntariado, é importante que haja fatores de estímulo à participação, como uma campanha sobre os benefícios da pesquisa. O ideal é que todos a respondam, inclusive a liderança e o RH.

Reunião e análise de dados

Com o resultado da análise em mãos, é importante que o RH realize uma reunião para interpretar os resultados e decidir as próximas estratégias a serem tomadas para melhorar o ambiente profissional.

Realizar a pesquisa de clima de tempos em tempos permite que esses dados sejam comparados. Dessa maneira, é possível analisar se as ações implementadas foram eficazes.

É importante compartilhar com os colaboradores essas informações, assim como os planos de melhorias. Com isso, os funcionários se sentem mais atuantes nas mudanças realizadas na empresa.

Quais fatores interferem no clima organizacional?

Para ter uma visão mais clara sobre o clima organizacional, podem ser analisados os elementos que estão ativos na empresa e interferindo na percepção que os funcionários têm sobre o ambiente de trabalho. Alguns desses fatores podem ser:

  • Comprometimento: os objetivos da empresa e do funcionário devem estar alinhados;
  • Flexibilidade: o quanto as regras corporativas são maleáveis para que o colaborador tenha atitudes próprias;
  • Recompensas: é importante verificar se as recompensas são oferecidas de forma proporcional e positiva;
  • Liderança: as atitudes dos gestores impactam diretamente no clima da empresa. É preciso estar sempre atento ao modelo de gestão e treinamento de líderes;
  • Responsabilidade: analisa se os colaboradores possuem senso de responsabilidade em relação à empresa, e se sentem o mesmo da corporação em relação a eles;
  • Transparência: é essencial também verificar se os valores e cultura da empresa são transmitidos de forma clara e se toda a equipe está ciente deles.

Papel dos gestores

Os gestores exercem uma função de liderança e, quando estão determinados em fazer com que o clima organizacional e a cultura se fortaleçam, fica mais fácil transmitir para os funcionários o espírito de equipe unida.

Sobre energia organizacional, o papel do gestor vai muito além de acompanhar o desempenho de sua equipe e distribuir tarefas. É essencial que o líder conheça os colaboradores, principalmente no que diz respeito às suas características comportamentais.

Gostou de saber sobre o clima organizacional e como ele afeta a empresa? Acesse o site da Azulis e conheça mais!

As informações foram úteis?

Você não achou esse artigo útil.
Nos ajude a melhorar! Como podemos tornar esse artigo mais útil?
Agradecemos pelo seu feedback!