Negócios lucrativos com baixo investimento: 7 ideias

Por Redação Azulis

Empreender com pouco dinheiro é possível. Veja as melhores ideias de negócios lucrativos com baixo investimento para começar hoje.

negócios lucrativos com baixo investimento

Embora um emprego formal em tempo integral possa aparentar mais segurança, encontrar ideias de negócios lucrativos com baixo investimento pode ser ainda mais recompensador. A escolha pelo empreendedorismo é uma excelente forma de trabalhar de modo autônomo e satisfatório. Quem não gostaria de ser dono do seu próprio negócio, não é mesmo?

Para concretizar esse objetivo, é importante saber por onde começar. Por isso, vamos trazer neste artigo algumas ideias para quem deseja empreender com pouco dinheiro. Confira nossas dicas e boa leitura!

GUIA - O passo a passo para abrir uma empresa simples e ser bem-sucedido!

Confira táticas e dicas exclusivas neste guia que preparamos para você! Política de Privacidade

Acesse seu E-mail para baixar o conteúdo.

7 negócios lucrativos com baixo investimento

Existem muitos modelos de negócios lucrativos que precisam de pouco ou nenhum dinheiro para serem desenvolvidos. Alguns empreendimentos podem ser colocados em prática pela internet ou mesmo de casa, o que dispensa os gastos com um ponto comercial e despesas com deslocamento. Conheça, a seguir, algumas ideias para quem deseja começar a empreender gastando pouco! 

1. Venda de camisetas estampadas

Muitas pessoas buscam por peças personalizadas. Também é comum empresas buscarem por esse tipo de produto para utilização em alguns eventos e ações específicos. Por isso, abrir um negócio de camisetas estampadas pode ser bastante lucrativo. Basta ter criatividade, ser muito produtivo e saber administrar.

É preciso um investimento inicial de aproximadamente R$ 15.000,00 para cobrir a aquisição de máquinas de criação e impressão, além do material necessário.

2. Delivery de comida

O setor de alimentação está sempre em alta. Seja pela correria do dia a dia, seja pela praticidade, muitas pessoas buscam serviços de delivery de comida. Um atrativo desse tipo de negócio é que, para começar, só é preciso investir nos produtos para cozinhar e entregar as refeições. Não é preciso abrir um restaurante, nem contratar funcionários.

No máximo, será preciso um serviço de entrega, mas hoje existem aplicativos que podem ajudar o pequeno empreendedor nessa tarefa, como Rappi, Uber Eats, Loggi, entre outros.

3. Aluguel de quartos

Para quem tem um quarto desocupado em casa, o aluguel de quartos pode ser uma excelente oportunidade de ganhar um dinheiro extra. Além de ser um negócio simples e de baixo investimento, é bem lucrativo. É preciso apenas ter um quarto disponível e em boas condições, o que significa ter uma cama confortável, luz, e móveis úteis, como armário ou cômoda.

Itens extras, como ar condicionado e banheiro exclusivo, podem render um valor adicional no aluguel. Para anunciar, basta fazer divulgação nas redes sociais ou em sites específicos para esse fim, como o Airbnb.

4. Redação de artigos para blog

Sabe aqueles anúncios que vemos por aí e as newsletters que recebemos por e-mail? É trabalho do redator. Por isso, se você tem habilidade com a escrita e conhecimento em marketing de conteúdo, pode aplicar seu talento como redator freelancer, escrevendo artigos para os blogs de outras pessoas.

Na prática, o redator produz desde artigos para blogs até e-books, e pode escrever os materiais institucionais da empresa também. Para trabalhar na área, só é preciso ter um computador com acesso à internet e um CNPJ para emitir notas fiscais para os contratantes.

5. Loja virtual

Vem crescendo o número de consumidores que preferem fazer compras pela internet, deixando de lado as tradicionais lojas físicas. Por isso, abrir uma loja virtual pode ser um negócio com grandes chances de sucesso. Uma das grandes vantagens desse modelo é não precisar de um local físico para realizar as vendas, o que gera uma grande economia.

Criar uma loja virtual requer um investimento importante, contudo, o valor total vai depender da estratégia. Para fortalecer a marca, é preciso desenvolver um site — cujo domínio custa em média R$ 40,00 ao ano —, planejar a logística de entrega dos produtos — que pode ser realizada pelos Correios ou transportadoras —, montar um estoque de mercadorias, entre outros.

Entretanto, é possível iniciar o negócio com parcerias com outras lojas — o que não gera a necessidade de estoque —, e utilizar redes sociais para divulgar a marca, gerando mais economia. 

6. Venda de doces gourmet

Assim como no negócio de delivery de comida, os doces gourmet estão sempre em alta. Quem não gosta de uma sobremesa deliciosa e diferenciada?

Por isso, a venda de doces gourmet teve um crescimento considerável nos últimos tempos, e não dá sinais de desacelerar. É um excelente negócio com baixo investimento, pois só é preciso uma cozinha com itens básicos e colocar a mão na massa.

Para começar, vale oferecer os doces em restaurantes, vender em universidades, ou mesmo de porta em porta. Além disso, as redes sociais têm se mostrado grandes aliadas na divulgação desses produtos. Existem casos em que a venda dos doces fez tanto sucesso que o empresário conseguiu ampliar o negócio e até abriu uma loja física.

7. Cuidado de animais de estimação

Com a rotina cada vez mais corrida e as constantes viagens de negócios, muitas pessoas buscam por cuidadores para seus animais de estimação. Quem tem um pet sabe a importância de garantir atenção e segurança para ele quando o dono não pode estar presente.

Por isso, é importante poder contar com pessoas treinadas para cuidar desses animais quando seus tutores não precisam se ausentar.

Esse é um negócio que vem crescendo nos últimos anos e envolve atividades básicas da rotina como alimentação, passeios, brincadeiras, administrar remédios, dar banho, entre outros. Esse trabalho pode ser feito na casa do cliente ou do cuidador.

Dicas extras para potencializar os lucros

Para uma gestão eficiente, separamos algumas dicas que vão ajudar a alcançar o sucesso e crescimento do seu negócio e potencializar seus lucros, como:

  • Faça pesquisa de mercado: preços cobrados, concorrentes, inovações, entre outros;
  • Defina o seu público-alvo: com um alvo específico, é mais fácil direcionar as estratégias;
  • Estabeleça estratégias de promoção: estabeleça estratégias de divulgação, com a escolha do canal que melhor vai atingir o público-alvo;
  • Invista no controle financeiro do negócio: controle as despesas e os lucros de forma periódica;
  • Faça algo que você ame: gostar do que faz ajuda a valorizar o esforço e impulsiona o crescimento da empresa.

Empreender requer coragem, mas também exige estratégia. Para quem não tem muito capital inicial, é fundamental escolher negócios lucrativos com baixo investimento. Assim, é possível ter um retorno mais rápido e aumentar as chances de sucesso.

Neste artigo, você conheceu algumas ideias de negócios para diversas áreas e habilidades. Gostou das nossas dicas? Saiba mais sobre o cenário do empreendedorismo no Brasil!

As informações foram úteis?

Você não achou esse artigo útil.
Nos ajude a melhorar! Como podemos tornar esse artigo mais útil?
Agradecemos pelo seu feedback!