Negócios que faltam no Brasil: 6 ideias para inovar no mercado

Por Redação Azulis

Os negócios que faltam no Brasil revelam oportunidades para empreender. Veja as ideias mais inusitadas para começar uma empresa.

Negócios-que-faltam-no-Brasil

Investir em negócios que faltam no Brasil pode ser uma oportunidade de inovar e ser precursor em determinado segmento. Parece uma boa ideia? De fato, é.

No entanto, é preciso ter em mente que também pode se revelar uma iniciativa arriscada, justamente pelo pouco conhecimento de causa e pela falta de referências sobre o segmento ao empreender.

Como fazer, então, para encontrar o equilíbrio e conseguir abrir uma empresa rentável, com conceito moderno e pouco explorado, mesmo diante dos desafios que podem surgir? Neste artigo, tratamos sobre esse assunto e trazemos 6 dicas de negócios inovadores a serem explorados no país.

Siga acompanhando!

Saiba COMO vender um produto com um planejamento estratégico INFALÍVEL

Com nosso GUIA COMPLETO suas vendas aumentar muito! Política de Privacidade

Acesse seu E-mail para baixar o conteúdo.

6 negócios que faltam no Brasil

O que não falta mundo afora são empresas ainda pouco exploradas por aqui. E elas podem servir de referência para o seu empreendimento. Confira 6 ideias de negócios que faltam no Brasil e inspire-se.

1. Low cost

Low cost é, na verdade, um modelo de negócio que ainda não está muito difundido no Brasil, mas tem características que parecem combinar com o público daqui. A ideia consiste em diminuir o máximo possível o preço final do produto, sem afetar a qualidade da mercadoria.

A prática é bastante adotada em empresas aéreas, por exemplo, que disponibilizam aeronaves mais compactas e com menos serviços extras, barateando os custos da passagem e proporcionando a mais pessoas a chance de viajar de avião.

2. Buy one, give one

Embora muitas empresas invistam em responsabilidade social e tenham uma ideia de capitalismo consciente, as práticas efetivas ainda são pouco vistas por aqui.

O modelo de negócio buy one, give one, por exemplo, faz muito sucesso no exterior – e está entre os negócios que faltam no Brasil. Na prática, a cada peça vendida, outra é doada para alguém que precise. A Warby Parker, empresa norte-americana do ramo ótico, é pioneira nesse sentido.

3. Escape rooms

O ramo do entretenimento está trazendo opções cada vez mais reais para os seus apreciadores, e as escape rooms atendem justamente a esse propósito.

Elas funcionam como um quebra-cabeças gigante, no qual as pessoas precisam buscar alternativas para driblar os desafios que surgem. Construir um espaço desses junto a um shopping center, por exemplo, pode ser uma excelente sacada.

4. Chefe de cozinha particular

A gastronomia também é um nicho repleto de oportunidades e que, volta e meia, parece saturado. No entanto, um serviço bastante conhecido mundo afora, mas ainda pouco usual por aqui, é o chefe de cozinha particular.

Essa é uma alternativa para aqueles que não abrem mão de uma comida deliciosa e têm medo de arriscar seus dotes culinários em pequenas festas e encontros. Criar uma plataforma que conecte esses profissionais a esse público pode ser uma ideia de negócio promissor.

5. Cardápios com ingredientes alternativos

Seguindo no ramo alimentício, outro serviço pouco explorado no Brasil são os menus alternativos, aqueles voltados para pessoas que têm restrições alimentares.

A gastronomia deve ser o mais inclusiva possível. Portanto, abrir um restaurante, um food truck ou uma padaria que ofereça produtos com receitas próprias para intolerantes ao glúten e à lactose, por exemplo, pode ser uma excelente ideia.

6. Lojas sem distinção de gênero

A vida inteira fomos ensinados a pensar de forma binária e dualista. Homem e mulher. Preto e branco. Bom e mau. Bonito e feio. No entanto, a lógica não precisa ser exatamente assim. A indústria da moda é uma das que buscam desconstruir essas convenções.

Lojas sem distinção de gênero, que não dividem as peças de vestuário por feminino e masculino, são comuns em outros países, mas ainda raras por aqui. Ou seja, mais um dos negócios que faltam no Brasil.

Vale apostar em negócios que faltam no Brasil?

Se você ainda está em dúvida se apostar em negócios que faltam no Brasil é ou não uma boa ideia, confira algumas dicas que podem ajudá-lo a analisar se o investimento pretendido vale a pena:

  • Verifique se você tem a expertise e o conhecimento técnico necessário para o investimento. Caso não tenha, calcule o montante preciso para desenvolvê-los.
  • Certifique-se de que terá público – talvez o negócio não seja explorado no Brasil por um motivo particular, como relacionado à nossa cultura.
  • Confirme se há mão de obra qualificada disponível ou se será necessário realizar treinamentos ou importar profissionais. Nesse último caso, estime quanto isso vai custar.
  • Antecipe os riscos. Em seu planejamento estratégico, faça uma análise completa do cenário e especifique todos os problemas que podem surgir. Também é importante traçar metas em curto, médio e longo prazo e monitorá-las.

Saiba COMO vender um produto com um planejamento estratégico INFALÍVEL

Com nosso GUIA COMPLETO suas vendas aumentar muito! Política de Privacidade

Acesse seu E-mail para baixar o conteúdo.

Dicas para escolher seu negócio no Brasil

Investir em negócios que faltam no Brasil sem planejamento pode ser um risco. Afinal, estamos falando de algo não muito conhecido por aqui e que pode demandar saberes específicos e estratégias pouco divulgadas.

Por isso, não abra mão de uma boa pesquisa de mercado, busque por tendências e nichos mais específicos e, principalmente, dedique-se a um segmento em que sinta prazer em atuar.

Nessas horas, também é importante contar com a opinião de quem conhece de empreendedorismo. Na Azulis, você tem todo o suporte necessário para encontrar os melhores produtos e serviços para a sua empresa.

Estamos falando de soluções e ferramentas personalizadas, que ajudarão no seu processo de tomada de decisões. Acesse o nosso blog, confira os conteúdos exclusivos e tenha mais segurança ao escolher o seu negócio no Brasil.

As informações foram úteis?

Você não achou esse artigo útil.
Nos ajude a melhorar! Como podemos tornar esse artigo mais útil?
Agradecemos pelo seu feedback!