O que é inadimplente? Tire todas as suas dúvidas sobre o assunto

Por Redação Azulis

Você sabe o que é inadimplente? Confira 2 dicas para deixar de ser e limpar o nome na praça.

O que é inadimplente

Lentamente, o país ensaia a retomada da economia, após um período de baixa atividade que se estendeu por longos anos em razão da crise. Mas algumas ameaças rondam empreendedores mesmo em tempos de economia aquecida, e se agravam nos momentos de recessão, por isso, você deve saber o que é inadimplente.

Tão importante quanto saber o que é inadimplente, é conhecer os mecanismos que podem ser utilizados para que esse mal não inviabilize a continuidade do seu negócio. O tema merece muita atenção, pois o país possui mais de 60 milhões de pessoas com pendências nos serviços de proteção ao crédito.

Quer saber melhor o que é inadimplente e o que você deve fazer para reduzir os efeitos desse problema? Continue a sua leitura. Confira!

O que é inadimplente?

Quando alguém faz um negócio jurídico, com ou sem um contrato escrito, essa pessoa se obriga a cumprir aquilo que foi pactuado. Isso pode ser em relação a um contrato de compra e venda, por exemplo, no qual alguém adquire algo mediante o pagamento de algum valor ou bem de valor compatível. Mas nem sempre as pessoas cumprem dentro do prazo previsto ou razoável a sua obrigação.

Esse exemplo vale também para o comércio, locações e empréstimos, por exemplo. Bem verdade, as hipóteses são quase infinitas, o que se vislumbra pelo elevado e já mencionado número de pessoas inscritas nos serviços de proteção ao crédito.

O efeito óbvio é a restrição orçamentária para quem é credor, que pode ter a sua renda comprometida, ou então terá que adiar planos pela imprevisibilidade do fluxo de caixa.

O inadimplente, que é aquele que deve, nem sempre o faz por razões moralmente questionáveis, e sim por naturais dificuldades financeiras que podem ser temporárias.

Quem é o inadimplente?

Você já sabe que é aquele que deve, mas também é válido mencionar que o inadimplente pode ser tanto uma pessoa física quanto jurídica. Empresas também devem, e quando isso acontece, os valores costumam ser expressivos.

SAIBA+AZULIS: Inadimplência de clientes: como fazer a cobrança?

Nesse caso, existem mecanismos legais que tratam da recuperação judicial e falência que, a princípio, busca retomar a saúde financeira da empresa e contemplar os credores com novas perspectivas para a quitação dos débitos. Os credores costumam ser ex-funcionários, fornecedores e locatários, além de pendências tributárias junto ao poder público.

Para a pessoa física, os mecanismos são outros, mas também tendem a culminar na cobrança judicial.

Como saber se estou inadimplente?

A negativação do nome é um serviço pago pelos credores a empresas de proteção ao crédito. Normalmente, quando chega a esse ponto, diversas tentativas de contato já foram feitas e ao menos uma notificação enviada.

Excepcionalmente, pode ser que você descubra isso casualmente, e geralmente em um momento constrangedor, como ao realizar uma compra que é negada em razão da negativação do nome do adquirente.

Para evitar esse tipo de situação, é bom consultar com frequência se há alguma restrição em seu nome, pois é comum que se esqueça de pagar algum boleto ou algo do tipo.

O Serasa Experian é um dos nomes mais notáveis para a consulta, especialmente por ser muito utilizado por instituições financeiras. Além de ser fácil para consultar, bastando que se insira alguns dados pessoais, ele também envia notificações para o titular do CPF, como se houvesse uma negativação ou se alguma instituição tivesse pesquisado sobre o seu nome. Alguns serviços são pagos, mas a versão gratuita já apresenta funções e informações relevantes.

Já o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC), também é bastante famoso e reúne principalmente informações de maus pagadores do comércio. No entanto, também é um grande fornecedor de dados para empresas e bancos, que buscam segurança para vendas a prazo e para a concessão de crédito. Mas ele só permite que o interessado consulte gratuitamente caso tenha recebido uma carta da instituição informando sobre o débito.

O Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC) também é uma opção para consultar o seu nome gratuitamente, a qualquer momento, desde que feito um cadastro prévio.

Quais são os efeitos da inadimplência?

Para o credor, as principais consequências já foram mencionadas, como o comprometimento da renda pessoal, pouco dinheiro no fluxo de caixa, dificuldades na tomada de decisões e implementação de novos investimentos, além da drástica inviabilização da continuidade da empresa. Tais cenários são absolutamente indesejáveis!

O devedor pessoa física passa a ter diversas restrições, como a impossibilidade de realizar compras no crédito, obter empréstimos ou contratar financiamentos. Embora seja uma prática ilegal, muitas empresas consultam a situação de empregados e futuros novos contratados para saber se há alguma pendência em seu nome.

A justificativa que costuma ser dada para esse expediente que, como mencionado, é ilícito, é obter informações sobre a idoneidade da pessoa.

Para as empresas, além da dificuldade na obtenção de crédito, um efeito notável é não poder se habilitar para participar de licitações públicas. As contratações entre entes governamentais e a iniciativa privada apresenta muitas oportunidades para empresas, e ser excluído pode prejudicar os planos de quem vislumbra nessa atividade uma forma de aumentar os lucros.

Como deixar de ser inadimplente?

Planejamento financeiro

Muitos empreendedores criam perspectivas e projeções que contemplam apenas cenários favoráveis, mas nem sempre é isso o que acontece. Planejar-se financeiramente significa se preparar para todas as possibilidades, e isso contempla tanto as boas quanto as ruins.

Negocie os débitos

A negociação e pagamento de um débito é algo que traz benefícios para credores e devedores, pois o primeiro poderá contar com o dinheiro em seu caixa sem precisar esperar por uma decisão judicial, e o devedor deixará de ter as restrições em seu nome.

SAIBA+AZULIS: Empréstimos para negativados: é possível solicitar?

Além do tempo sem poder fazer uso do dinheiro, tendo que arcar com os custos do negócio, a recuperação de crédito é demorada e possui custos. Além do mencionado custo com a negativação, o credor também pode ter que gastar com a contratação de advogado e custos do processo judicial. Dessa forma, o consumidor inadimplente deve usar a sua disposição para realizar o pagamento para conseguir um bom desconto.

Ao economizar o tempo e gastos que o credor teria, é possível reduzir substancialmente o valor de uma dívida.

Agora que você sabe o que é inadimplente e outras questões relacionadas, veja o guia completo para a realização de cobranças!

As informações foram úteis?

Você não achou esse artigo útil.
Nos ajude a melhorar! Como podemos tornar esse artigo mais útil?
Agradecemos pelo seu feedback!