O que as empresas que mais crescem em 2019 podem te ensinar?

Por Maria Teresa Lazarini

O ranking 100 PMEs que Mais Crescem no Brasil em 2019 mostra que a base do sucesso das PMEs é investir em inovação e talentos

empresas-mais-crescem-2019

Você sente que seu negócio está estagnado? Quer alavancar as vendas, mas não sabe como? Se este é o seu caso, não se preocupe. Em momentos assim, uma boa solução para planejar o desenvolvimento da sua empresa é se inspirar em marcas que já estão fazendo sucesso. Por isso, a Azulis separou alguns ensinamentos das 100 Pequenas e Médias Empresas (PMEs) que mais crescem no Brasil em 2019, rankeadas pela consultoria internacional Deloitte em parceria com a revista Exame.

De acordo com o estudo, o crescimento das PMEs selecionadas se deve principalmente à busca por inovação, eficiência e talentos para o negócio. Além de se preocuparem em lançar novos produtos ou serviços, as empresas selecionadas também se esforçaram para facilitar o processo de vendas por meio de estratégias digitais.

“Em um cenário de grandes desafios, as empresas que mais cresceram foram as que mantiveram seu investimento em inovação não apenas em produto mas também em gestão, treinamento e vendas”, diz Giovanni Cordeiro, economista-chefe e gerente da área de pesquisa da Deloitte, à revista Exame.

Veja, a seguir, quais são as 10 empresas do ranking que mais se destacaram na pesquisa:

1.Foxbit Serviços Digitais
2. Prime Control
3. Renovigi Energia Solar
4. Harpia Cloud
5.
Acquio
6. Accept
7. Magik KC
8. Omiexperience
9. Qi Network
10. PSI Energy

Ficou interessado em saber qual é o “caminho das pedras” dessas empresas bem-sucedidas? Confira a seguir quais foram as ações que mais contribuíram para o crescimento delas e como você pode aproveitá-las.

1) Pense em lançar novos produtos e serviços

Para sobreviver em um mercado cada vez mais competitivo, a chave é manter o cliente sempre interessado em soluções e produtos novos. Quem prova essa tese é o estudo da Deloitte e da Exame: a criação de novos produtos e serviços foi considerada como a ação que mais contribuiu para o crescimento das PMEs nos últimos três anos. A estratégia parece ter sido tão vantajosa que 70% das PMEs presentes no ranking planejam lançar novos produtos nos próximos três anos. Sabe aquela ideia de produto novo que você guarda lá no fundo da cabeça? Talvez seja hora de colocá-la em prática.  

2) Melhore o processo de vendas na sua empresa

Logo depois da criação de novos produtos e serviços, a segunda ação que mais contribuiu para o crescimento das PMEs listadas é o “aumento da eficácia da força de vendas”. De acordo com a pesquisa, um processo de vendas ágil pode alavancar muito o desenvolvimento de uma empresa.

Se o seu negócio consiste em um e-commerce, por exemplo, vale a pena investir em um sistema online rápido de compras para evitar o número de desistência de vendas. Caso sua empresa venda em pontos físicos, procure fornecer um bom treinamento aos seus funcionários para eles conseguirem deixar as vendas de maneira mais simples do início ao fim, além de conquistar os clientes.

SAIBA+AZULIS: 5 cursos online gratuitos do Sebrae para vender mais

3) Foque na satisfação do cliente

A “experiência do cliente”, ou seja, a satisfação dos consumidores, pode ser um grande diferencial do seu negócio. Afinal, existem diversas empresas que oferecem os mesmos produtos pelos mesmos preços. Por isso, para o cliente escolher você ao invés dos concorrentes, seu negócio precisa se destacar dos demais. Uma das melhores maneiras de fazer isso é oferecendo um atendimento de qualidade para o seu consumidor.

De acordo com a Harvard Business Review, 73% dos líderes de negócios dizem que oferecer um atendimento confiável e de qualidade para o cliente é fundamental para um bom desempenho da empresa. A satisfação do cliente é tão importante que cerca de 50% das 100 PMEs que mais crescem no Brasil consideram o quesito como uma ação essencial para o crescimento do negócio.   

SAIBA+AZULIS: Foco no cliente: guia para encantar o consumidor

4) Invista em inovação

Hoje em dia, o mercado está cheio de serviços e produtos digitais que chegaram para facilitar processos burocráticos nos negócios, como pagamento de impostos e contas. Serviços como contabilidade online, gerenciamento de estoque e fluxo de caixa automáticos economizam o tempo do empreendedor que antes era gasto em processos lentos e complicados.

Cerca de 27% das 100 PMEs que mais cresceram em 2019 apontam que implementar iniciativas de transformação digital, como as citadas anteriormente, auxiliou no crescimento do negócio. Mesmo que soluções digitais inovadoras representem um custo a mais no orçamento do negócio, decidir modernizar sua empresa pode ser um passo a mais rumo ao sucesso.

SAIBA+AZULIS: As 10 empresas mais inovadoras do mundo em 2019

5) Saiba qual é o objetivo da sua empresa

Antes de abrir uma empresa, é fundamental responder algumas perguntas: o que minha marca comercializa? Qual é o público-alvo que procuro? Qual é meu objetivo de faturamento anual? Para ter sucesso com uma PME, o planejamento de negócios é essencial. Afinal, se você não sabe o objetivo da sua empresa, muito menos os seus clientes saberão. A consciência de marca é tão importante que 22% das empresas selecionadas no ranking da Deloitte afirmam que definir “o foco de atuação do negócio” é uma das ações que mais contribuíram para o crescimento das empresas nos últimos três anos.

Como a pesquisa foi feita

O ranking, que já está na 14ª edição, analisou cerca de 250 empresas nos quesitos receita líquida média, origem de aporte financeiro e média de crescimento de 2016 a 2018. Dentre essas empresas, 100 foram classificadas para o ranking de maior crescimento.

Para fazer parte dessa lista final, era necessário cumprir com requisitos como crescimento expressivo de receita nos últimos três anos, operar no Brasil por pelo menos quatro anos e ter receita líquida anual entre 10 milhões e 800 milhões de reais.  

Das 100 empresas escolhidas, a maioria delas (31%) pertence ao setor de serviços de tecnologia da informação. Além disso, o ranking da Deloitte estima que o número médio de funcionários das PMEs é de 175 pessoas e que a idade média dos negócios é de 18 anos.

Quer saber mais sobre empreendedorismo e negócios? Confira os demais artigos da Azulis!

As informações foram úteis?

Você não achou esse artigo útil.
Nos ajude a melhorar! Como podemos tornar esse artigo mais útil?
Agradecemos pelo seu feedback!