Análise ambiental de empresa: quando e como fazer

Por Redação Azulis

A análise ambiental de empresa avalia cenários internos e externos e busca oportunidades de elevar a competitividade. Saiba mais!

Análise ambiental de empresa

Não é nenhuma novidade que o mundo muda constantemente, e que o mercado deve acompanhá-lo, já que grandes mudanças no cenário econômico influenciam diretamente os negócios. Atualmente, a maioria das empresas está ligada nessas mudanças, sejam políticas, econômicas ou comportamentais.

Todo e qualquer negócio precisa analisar de forma detalhada o cenário econômico, a fim de prever possíveis pontos negativos e de sucesso, como também de melhorar o lado forte da firma e direcionar seus planejamentos dentro de tantas mudanças no ambiente. Nesse contexto, inserir, nas suas estratégias, a análise ambiental de empresa, é primordial!

Ainda não sabe o que é análise ambiental e o papel dela para o sucesso de empresas? Então confira o nosso artigo e fique por dentro de tudo sobre essa ferramenta:

Análise ambiental de empresa: o que é?

A análise ambiental de empresas é um conceito elaborado por estudos e consultorias, que ficou amplamente conhecido dentro da gestão de negócios.

A metodologia tem um conjunto de ferramentas cuja finalidade é de conseguir projetar, com segurança, possíveis quadros econômicos da empresa em um futuro próximo.

Com isso, o empreendimento pode se planejar de acordo com as situações levantadas na análise.

Por mais que seja uma metodologia muito encontrada na administração de negócios, a análise ambiental surgiu no setor militar. Ela era utilizada nas guerras, por estrategistas que buscavam prever possíveis ataques inimigos e traçar planos de defesa e ataque a partir disso.

Assim, ela permite que estratégias sejam elaboradas considerando um contexto futuro. Para elaborar essa ideia, um dos primeiros passos é identificar pontos que podem impulsionar o empreendimento, pois a finalidade é ter avanços em diferentes contextos.

SAIBA+AZULIS: Planejamento orçamentário: saiba o que é e o porque deve ser adotado para sua empresa

Contudo, é preciso destacar que a função da análise de cenário não é prever puramente o futuro, como uma bola de cristal, mas sim de identificar os fatores que possuem grandes chances de se tornarem reais a longo prazo.

Com isso, a empresa pode traçar planos de contingência alinhados aos possíveis contextos pesquisados.

Para que serve a análise de ambiente?

A análise de cenário é muito aplicada por diversos gestores na hora do planejamento. Confira algumas formas de como ela é utilizada:

Lançamento de serviço ou produto

Na hora de pensar na estratégia para o lançamento de um novo serviço ou produto, o gestor pode usar a metodologia para entender o ambiente da empresa e se guiar pelo melhor caminho para atingir o público desejado.

Tomada de decisão

Em diversos momentos, entender a situação do negócio antes de tomar a decisão final pode impactar a organização dele. Por exemplo, imagine trocar os serviços de um fornecedor por outro.

Ao tomar essa decisão, não envolve somente o fator da troca, mas outros diversos, como a qualidade do material, custos e benefícios. Assim, nesse cenário, fazer a análise de ambientes pode ajudar na escolha da empresa.

Priorizar planos de ação

O empreendimento é visto como um organismo vivo que, para funcionar, precisa tomar escolhas necessárias no momento ideal. Desde a elaboração de tarefas até o planejamento de ações, a análise de cenário pode ser usada como o meio de direcionar o que vem primeiro.

Fazer a análise é essencial durante o planejamento de ações, pois é quando o gestor vai saber onde aplicar os principais insumos na estratégia da empresa.

Quais são os benefícios dessa ferramenta?

Ao aplicar essa metodologia na firma, os benefícios são incontáveis. Entre os principais, está o aumento da comunicação entre os times da empresa, já que esse processo requer que todos os envolvidos na construção das estratégias cooperem.

Além disso, por ser algo feito em equipe, os participantes podem expor novas ideias e aumentar o número de soluções para os cenários apresentados.

Outro benefício é que ela auxilia o gestor a conhecer melhor sobre seu mercado de atuação, já que a pesquisa possibilita a elaboração de planos assertivos e que tragam resultados para a marca.

SAIBA+AZULIS: Como abrir uma empresa simples e bem-sucedida

Se tivesse um kit que todo gestor deveria carregar consigo, certamente seria o das metodologias de análise ambiental.

Ela é extremamente importante para resolver a maioria dos problemas, como também oferece um panorama mais seguro para o negócio.

Para além disso, utilizar esse processo auxilia na:

  • Identificação de problemas e solução antes que virem uma bomba;
  • Identificação de oportunidades que poderiam passar despercebidas;
  • Reflexão sobre aspectos da empresa que nem sempre dá para fazer;
  • Antecipação de possíveis ameaças, preparando planos de contingência.

Quando fazer uma análise ambiental?

Após a sua empresa ter feito o orçamento empresarial e estiver com o planejamento econômico pronto, desde projeção de vendas e custos, orçamento de despesas, estimativa de deduções até DRE projetado e extração do desempenho, chegou o momento de comparar esses dados com os dos anos anteriores.

É durante esse processo de avaliação que entra a construção de cenários, já que, para entender quais são as alternativas da empresa, é preciso fazer uma análise ambiental.

Lembre-se: fazer a análise é essencial para a maioria das empresas, não deixe de contar com essa ferramenta durante o balanço do seu trabalho.

Como fazer a análise ambiental de empresa?

Grande parte das empresas busca por um planejamento que seja eficiente e assertivo nas definições de suas metas. E para essa busca ser eficaz, alguns fatores precisam ser monitorados pela empresa.

Primeiramente, a análise de ambiente é dividida em duas etapas: análise de ambiente interno e análise de ambiente externo. São as etapas primordiais a serem pensadas para realizar uma boa pesquisa de ambiente. Para entender como elas funcionam, confira:

Análise de ambiente interno

A parte interna pode-se dizer que é o local onde o empreendimento tem todo o controle sobre as coisas que acontecem, podendo agir de forma autônoma.

É dentro desse ambiente que se encontram os seus pontos positivos e negativos, isto é, suas forças e fraquezas.

De uma forma mais geral, pode se incluir nesse ambiente o maquinário, frota de veículos, carteiras de clientes, políticas de vendas, sistema de gestão, funcionários, fornecedores e capacidade de investimento que o negócio tem.

Assim, a questão não é somente saber quais decisões foram boas ou ruins, mas se foram melhores ou piores do que de outras empresas do mesmo segmento.

Nessa etapa, você pode pensar em estratégias, como:

  • Entrevistas;
  • Questionários;
  • Painéis;
  • Seminários;
  • Caixa de sugestões;
  • CCQ e
  • comitês.

Com o levantamento desses dados, você pode conferir quais são as suas forças e fraquezas, de acordo com as opiniões de seus consumidores.

Você também pode contar a ferramenta SWOT para realizar essa pesquisa. A análise SWOT ou análise FOFA, é uma técnica muito utilizada na pesquisa ambiental para identificação de forças, fraquezas, ameaças e oportunidades que estejam relacionadas à competição de mercado.

Análise de ambiente externo

A análise de ambiente externo trata-se de fatores que a empresa tem pouco ou nenhum controle, como a economia, taxas de juros, clima, eleições, câmbio, política, leis, tendências do mercado e crises locais.

Todavia, quando um desses elementos gera um cenário que seja favorável para a empresa, pode ser considerada uma oportunidade, enquanto outras situações desfavoráveis podem ser marcadas como ameaças.

Nessa etapa, o importante é ter consciência desses fatores que a empresa somente tem como prever, e não controlar.

Mas quando se consegue calcular esses fatores, é possível dizer como a firma vai despender suas forças, resguardando-se das ameaças e apostando em novas oportunidades, assim como criar ações para suprir seus pontos negativos, impedindo que elas possam prejudicar o novo cenário.

Nesse contexto, durante a pesquisa de ambiente externo, atente-se a esses passos:

  • Definição do escopo do ambiente que vai ser analisado;
  • Seleção de informações relevantes;
  • Escolha do cenário de referência;
  • Identificação das oportunidades e ameaças do cenário de referência;
  • Separação das oportunidades e ameaças relevantes para a empresa.

Agora, você sabe tudo sobre análise ambiental de empresa e como utilizar essa metodologia ao seu favor! E aí, gostou das novas informações que trouxemos para você? Então, continue a navegar no site da Azulis e saiba como fazer um modelo de planejamento estratégico para a sua firma!

As informações foram úteis?

Você não achou esse artigo útil.
Nos ajude a melhorar! Como podemos tornar esse artigo mais útil?
Agradecemos pelo seu feedback!