Contabilidade gerencial: o que é? E por que vale a pena?

Por Redação Azulis

Sabe o que é contabilidade gerencial? Então confira o artigo completo sobre o assunto, para sanar todas as suas dúvidas.

contabilidade-gerencial

Durante muito tempo a contabilidade era considerada apenas uma ferramenta tributária, focada no cálculo de impostos e entrega de declarações. Contudo, com o desenvolvimento global e a alta concorrência houve a necessidade de informações precisas que trouxessem o cenário financeiro do empreendimento, nesse momento surgiu a contabilidade gerencial.

A contabilidade é uma ciência social que tem como principal objetivo controlar o patrimônio. Já a contabilidade gerencial traz informações, mensurando e disponibilizando dados essenciais para manter a saúde financeira dos empreendimentos.

Neste post, trouxemos as principais informações sobre contabilidade gerencial e sua importância para os processos decisórios do empreendimento. Leia e confira!

O que é contabilidade gerencial?

Saber analisar as fontes de recursos, averiguar os dados financeiros, prever a necessidade de faturamento e a redução das despesas e custos, além de compreender a capacidade de pagamento são atividades essenciais para uma gestão eficiente de uma empresa. Todas essas informações são capturadas e apresentadas por meio dos relatórios disponibilizados pela contabilidade gerencial.

As empresas em si são um grande sistema de informação, com seus subsistemas, compreender os dados que cada um deles disponibiliza faz parte do objetivo da contabilidade gerencial. Isso é, ela analisa os dados de cada setor e transforma em informações gerenciais que serão a base para a tomada de decisão.

De forma sucinta, a contabilidade gerencial é uma das vertentes da contabilidade, coleta dados e disponibiliza aos usuários internos informações seguras e assertivas para o alcance dos objetivos.

SAIBA+AZULIS: Contabilidade Online: quem tem o melhor serviço?

Quais os benefícios da contabilidade gerencial?

Como se pode perceber a contabilidade em si já é um importante suporte para a administração de um negócio, as informações gerenciais então, se tornaram o braço direito dos gestores. Pois, popularizaram e trouxeram de forma mais exemplificada dados que antes eram de difícil entendimento.

SAIBA+AZULIS: Pró-labore: o que é e como definir o salário do dono do negócio

Para você entender melhor como ela é capaz de proporcionar um planejamento efetivo e fazer com que os gerentes consigam acompanhar o desenvolvimento dos processos e seus resultados, trouxemos aqui os principais benefícios ao adotar a contabilidade gerencial.

Informações

A principal forma de criar um empreendimento forte e seguro, com possibilidade de ter vantagens competitivas e superar os momentos de crise, é tendo informações segura e fidedignas.

Logo, a qualidade desse atributo é fundamental para a tomada de decisão. Além disso, com a grande quantidade de informação é imprescindível selecionar e armazenar tais informações de forma rápida e segura, as deixando disponíveis para os todos, conforme os níveis hierárquicos. A contabilidade gerencial proporciona isso aos gestores, possibilidade de respostas rápidas quando necessário.

Foco

Como o intuito de cada empreendedor ao abrir um negócio é obter lucro, é necessário ter ferramentas que possibilitem atingir esse foco. É por isso que a contabilidade gerencial é uma importante aliada na busca desses resultados.

Ela traz em seus relatórios um emaranhado de informações que são cruciais para a formação do preço de venda e outros parâmetros essenciais em uma gestão.

Controle

Evitar desperdícios e controlar os recursos é vital para manter a saúde financeira e acima de tudo chegar ao sucesso. Novamente, a contabilidade gerencial é a ferramenta que proporciona aos empresários traçar estratégias para isso.

Com as informações que ela traz, o gestor consegue mensurar seus custos e analisar o período de maior dispêndio de valores. Com os seus gráficos e demonstrativos ela informa a situação real do empreendimento, mostrando dados ligados a tomada de decisão econômica e financeira da empresa.

Ela assessora o planejamento orçamentário, analisando os departamentos que precisam de um maior investimento e — examina quais são os gargalos da organização, a partir disso, observa quais as possibilidades de organizar de forma estratégica essas ações, aumentando a capacidade de crescimento e reduzindo os custos e despesas, mantendo sempre as finanças em ordem.

Indicadores

Toda a tomada de decisão é baseada em informações, essas por sua vez, são relatos de como estão as atividades e os resultados do negócio, ou seja, a contabilidade gerencial tem como principal benefício auxiliar os gestores em todos os níveis, seja estratégico, de controle ou de planejamento.

Os indicadores são instrumentos oriundos dessa contabilidade, sendo imprescindíveis para uma gestão financeira eficiente. Por meio dos relatórios contábeis são analisados de forma gerencial indicadores como:

  • liquidez corrente: demonstra a capacidade imediata da empresa arcar com suas obrigações, essa análise é obtida pela avaliação do ativo circulante e passivo circulante;
  • liquidez imediata: esse indicador representa a situação do empreendimento em curto prazo;
  • liquidez seca: demonstra a avaliação do passivo circulante em relação com o ativo de maior liquidez, subtraindo o estoque;
  • liquidez geral: esse indicador mostra a situação do empreendimento em longo prazo.

Como implantar a contabilidade gerencial nas empresas?

Agora que vimos o que é a contabilidade gerencial e quais seus benefícios, é necessário implementá-la de forma efetiva, para só assim ter acesso a essa grande fonte de informações. Nesse momento existem algumas etapas que precisam ser seguidas para implantar a contabilidade gerencial no negócio.

A primeira delas é contar com um sistema gerencial, a tecnologia trouxe a contabilidade diversas vantagens, uma delas é a integração dos dados. Os softwares de gestão, reúnem em um só lugar tudo o que sai e entra na empresa, desde os maiores aos menores valores.

Isso significa que todas as atividades do empreendimento quando realizadas geram um dado em cada setor e, no final do funil a contabilidade consegue de forma segura, captar todos esses dados e emitir gráficos e relatórios para os gestores. Além de tudo, esses sistemas reduzem consideravelmente os erros, além de reduzirem o tempo de organização desses relatórios.

Outra etapa para a implantação da contabilidade gerencial na sua empresa é o treinamento dos seus colaboradores. De nada adianta ter todos os indicadores e não saber como usá-los para alavancar os resultados. Por esse motivo, procure fazer reuniões estratégicas, expondo a real situação da empresa e como está cada indicador.

A partir disso, estimule a criatividade de cada funcionário, preste atenção nas ideias que eles podem levar para o planejamento estratégico, afinal, eles são o início do processo produtivo, e estão diretamente ligados a todas as atividades, isso é, eles são os que realmente sabem os pontos fortes e as deficiências de cada departamento.

Estimule a comunicação, como mencionamos, a contabilidade gerencial compacta as informações oriundas de diversos lugares. Para facilitar esse processo, é fundamental estimular a integração de cada setor, ressaltando que todos trabalham por uma mesma finalidade, o sucesso nos resultados empresariais.

A contabilidade gerencial é uma importante ferramenta que abre muitas portas para os empreendedores, pois ela traz informações seguras que suprem as necessidades no gerenciamento empresarial, além de apresentar a situação atual e conseguir provisionar números para o futuro, isso tudo em tempo hábil para a sua utilização.

Agora que você sabe o que é contabilidade gerencial, confira outros conteúdos sobre empreendedorismo aqui, na Azulis.

As informações foram úteis?

Você não achou esse artigo útil.
Nos ajude a melhorar! Como podemos tornar esse artigo mais útil?
Agradecemos pelo seu feedback!