Previsão de demanda: entenda para que serve e como funciona

Por Redação Azulis

A previsão de demanda é essencial para planejar as operações da empresa. Descubra como funciona e como implementar.

A previsão de demanda faz parte da rotina de gestão do seu negócio? Esse processo é a base do planejamento de compra de matéria-prima, produção de mercadorias e vendas. Então, não pode ficar de fora do seu dia a dia.

Em poucas palavras, a previsão de demanda é uma projeção do volume de demanda que determinado produto ou serviço da empresa vai ter no futuro. Para implementá-la adequadamente, é preciso estabelecer um sistema, coletar informações, analisar dados e, então, tomar as melhores decisões para a empresa.

Pode parecer difícil no início, mas, aos poucos, o processo é incorporado à rotina de gestão  — até você perceber que não pode mais fazer um planejamento sem ele. Para aprender como funciona a previsão de demanda e a colocá-la em prática, siga com a leitura.

O que é previsão de demanda

Previsão de demanda é o processo de projetar a demanda de produtos ou serviços da empresa por um determinado período de tempo no futuro. Dito de outra forma, trata-se de um prognóstico que ajuda a empresa a otimizar o planejamento no que diz respeito à obtenção de insumos, coordenação de mão de obra e otimização de vendas.

Para prever a demanda, são usados diversos dados referentes ao negócio e ao mercado. Base histórica de vendas, tendências de consumo e sazonalidade são alguns deles.

SAIBA+AZULIS: O que é demanda, tipos e como fazer a gestão

Para que serve a previsão de demanda

A previsão de demanda é um processo essencial no planejamento estratégico. A seguir, descubra algumas razões pelas quais ela deve ser implementada:

Compra de matéria-prima

A compra de insumos e matéria-prima é a etapa inicial na produção. A previsão de demanda, nesse sentido, serve para que a empresa tenha mais assertividade ao fazer pedidos aos fornecedores. O objetivo é comprar matéria-prima na quantidade mais próxima possível lda necessária para produzir conforme a demanda futura.

Produção

Nos processos de produção, a previsão de demanda também é fundamental para que a gestão saiba o quanto é necessário produzir em determinado período de tempo. Trata-se da atividade que permite encontrar o ponto de equilíbrio para não faltar mercadoria ao consumidor nem deixar os produtos tempo demais no estoque.

Além disso, fica mais fácil para a gestão identificar se existe necessidade de contratar mais profissionais, sobretudo em períodos de sazonalidade, por exemplo.

Controle de custos

Outra razão para implementar a previsão de demanda é que, com ela, a empresa pode controlar e otimizar custos. Imagine que, com essa antecipação, a empresa tem a possibilidade de fazer pedidos de matéria-primeira de forma antecipada, negociando com fornecedores para obter preços mais competitivos, por exemplo.

SAIBA+AZULIS: Oferta e demanda: entenda como essa relação funciona

Como implementar a previsão de demanda no seu negócio

Agora que você já conhece o os benefícios da previsão de demanda, é preciso entender o passo a passo para colocar o processo  em prática na sua empresa. Acompanhe três dicas essenciais:

1. Defina qual demanda precisa ser analisada

O primeiro passo é estabelecer qual produto ou serviço será analisado e o período de tempo que será considerado. É possível fazer previsões de curto, médio e longo prazo. Essa etapa consiste na definição do objetivo principal.

É o que dizem os autores do livro Planejamento e controle da produção (Elsevier Brasil, 2008), Leonardo Lustosa, Marco Aurélio de Mesquita e Rodrigo Oliveira. “Por exemplo, a finalidade pode ser a previsão demanda para reposição de estoques ou a previsão de demanda para planejamento da capacidade de uma nova linha de produtos”, ressaltam.

2. Escolha o método de análise

Com o objetivo definido, é hora de escolher o método de previsão de demanda. Aqui é possível escolher entre as abordagens qualitativa e quantitativa.

A abordagem qualitativa se apoia no consenso de opiniões. É usada principalmente quando a empresa ainda não tem uma base histórica de dados para analisar. Nesse caso, existe a possibilidade de extrair insights da equipe de vendas e da própria gestão.

Por sua vez, a abordagem quantitativa é feita com base em números de períodos anteriores. Segundo os autores do livro, a ideia é empregar técnicas estatísticas para fazer as previsões.

Defina o método de análise mais adequado para a realidade da empresa e coloque-o em prática em seguida.

3. Analise os dados

Depois de aplicar o método de previsão de demanda, você precisa, de fato, analisar os dados. A partir deles, deve traçar os números para o futuro a fim de fazer o planejamento estratégico.

Por fim, com a análise, pode tomar decisões baseadas na previsão, como, por exemplo, definir a quantidade de matéria-prima a ser adquirida e os esforços de venda que serão necessários para determinado período.

Gostou das dicas de cursos de administração online? Então acesse o site da Azulis e confira outros artigos sobre o assunto.

As informações foram úteis?

Você não achou esse artigo útil.
Nos ajude a melhorar! Como podemos tornar esse artigo mais útil?
Agradecemos pelo seu feedback!