Black Friday: como preparar sua loja e erros a evitar

Por Redação Azulis

Preparar o seu negócio para a Black Friday só tem vantagens, como lucrar e conquistar clientes. Confira nosso guia de preparativos e erros para evitar.

Black Friday 2019

A Black Friday, que em 2020 acontece no dia 27 de novembro, é uma oportunidade para aumentar as vendas e atrair novos clientes para o seu negócio. Então, não há motivos para ficar de fora. Mas é preciso iniciar o planejamento o quanto antes para criar descontos atrativos ao consumidor.

Para facilitar a criação de uma estratégia para a sua loja na Black Friday, elencamos os principais erros que você deve evitar e as principais dicas que precisa seguir. Ficou curioso? Siga com a leitura.

SAIBA+AZULIS: 7 dicas para fazer uma boa promoção

Black Friday para a loja: vale a pena?

A Black Friday é uma das principais datas do comércio brasileiro. As lojas que não investem nela perdem oportunidades de conquistar clientes e aumentar as vendas. Quer uma prova disso? Basta ver os recordes alcançados em 2019. No ano passado, a Black Friday movimentou R$ 3,2 bilhões em vendas no Brasil. E, conforme dados da Ebit|Nielsen a expectativa para esse ano é um aumento de 27%, principalmente em vendas online, devido a pandemia

A Black Friday 2020 vai ocorrer na última sexta-feira de novembro, dia 27, a partir da meia-noite. Só que as promoções geralmente são feitas durante toda a semana, culminando em descontos maiores na sexta-feira.

4 erros das lojas na Black Friday

Antes de iniciar o planejamento, saiba quais são os quatro principais erros cometidos pelas lojas durante a Black Friday  — e fique longe deles.

1. Oferecer descontos que não são descontos

Na Black Friday, não vale vender tudo pela metade do dobro.  Os clientes estão cada vez mais atentos a estratégias desleais das empresas, e isso pode prejudicar a sua imagem.

2. Vender produtos que não estão no estoque

Você não quer deixar o seu cliente na mão, certo? Só que é comum as empresas, na ansiedade por aumentar os lucros, venderem itens que não estão estocados.

SAIBA+AZULIS: Catálogo de produtos: entenda a importância e saiba como fazer um

3. Oferecer uma única opção de pagamento

A concorrência das lojas na Black Friday é grande, e oferecer uma única forma de pagamento é perigoso, pois há chances de perder o cliente.

4. Não investir no pós-venda

Não adianta atrair clientes se depois eles não vão comprar mais de você. Quem não investe em pós-venda perde a chance de fidelizar e, assim, aumentar as vendas no longo prazo.

Como preparar a Black Friday da sua loja

É hora de preparar a sua loja para a Black Friday. Confira as principais dicas que você precisa colocar em prática para ter sucesso nessa data:

1. Selecione quais produtos terão desconto

O planejamento começa com a identificação de quais produtos entrarão na lista de descontos. Você pode identificar, por exemplo, quais itens são mais vendidos ou quais produtos são mais procurados, mas geram desistências devido ao preço. Pode ainda colocar descontos em produtos que estejam sobrando no estoque. Aqui é o momento de ser estratégico.

2. Crie descontos atrativos

Além de diminuir os preços, você pode oferecer promoções diferenciadas, como frete grátis, cupons de desconto ou descontos progressivos conforme o número de produtos comprados pelo cliente. Essa é a hora para ser criativo, vender kits de produtos e incentivar que os clientes optem por mais de um item na hora da compra.

3. Prepare o estoque e negocie valores

Ao planejar os descontos da Black Friday, prepare o estoque da loja conforme as projeções de vendas de cada item, de maneira que nenhum produto fique em falta ou em excesso. Aproveite para negociar preços com fornecedores para adquirir as mercadorias por um preço mais baixo, uma vez que o seu lucro também será menor. Também faça negociação com as transportadoras, avaliando possibilidades de oferecer frete grátis na semana da Black Friday.

4. Invista em uma campanha de marketing

Para ter sucesso em vendas na Black Friday, é preciso investir em divulgação online. Planeje uma campanha de marketing digital, divulgando descontos no site, redes sociais e por meio de e-mail marketing. Crie anúncios pagos para aumentar o alcance das publicações. Outra boa estratégia é elaborar uma landing page (página de site) específica para a Black Friday, na qual você poderá captar leads (potenciais clientes) interessados nos seus produtos.

5. Verifique a qualidade do servidor e do site

O tráfego na loja virtual aumenta durante a Black Friday, e você precisa garantir que a hospedagem irá comportar o número de acessos. Verifique também a navegabilidade do site, se todos os produtos estão com fotos e descrições apropriadas e se é possível navegar facilmente com um smartphone. Além disso, verifique as condições de segurança, já que os clientes irão cadastrar informações importantes, como número de documento, endereço e dados bancários.

6. Foque no atendimento de qualidade

Prepare uma equipe qualificada para que, na Black Friday, sua loja ofereça um atendimento de excelência. Responder a dúvidas dos consumidores e resolver eventuais problemas com rapidez e qualidade é um diferencial competitivo e uma estratégia de fidelização de clientes.

7. Analise a concorrência

É difícil oferecer preços competitivos se você não sabe o que a concorrência oferece ao consumidor. Por isso, ficar de olho nos seus principais competidores é essencial para avaliar a sua própria estratégia de vendas. Com essas dicas em mente, é hora de arregaçar as mangas e preparar a sua loja para a Black Friday 2020.

Se este artigo foi útil, acesse o site da Azulis e confira outros conteúdos sobre empreendedorismo.

As informações foram úteis?

Você não achou esse artigo útil.
Nos ajude a melhorar! Como podemos tornar esse artigo mais útil?
Agradecemos pelo seu feedback!