Metodologia de gestão OKR: o que ara é e para que serve?

Por Redação Azulis

OKR, do inglês Objectives and Key Results, significa Objetivos e Resultados-Chave. Saiba o que é, para que serve e como ajuda a empresa.

OKR

Ouviu falar de OKR, mas não sabe o que é a metodologia, tampouco para que ela serve? Então, considere que estamos falando sobre um método e pode ajudá-lo a conquistar mais transparência e melhorar o alinhamento com a equipe sobre os objetivos estratégicos da empresa.

Esse também foi um dos métodos utilizados pelo Google no fim da década de 1990 para alavancar o seu crescimento. Então, acompanhe o artigo até o final para saber mais sobre como o OKR pode fazer a diferença para a gestão do seu negócio.

O que é OKR?

OKR, sigla para Objectives and Key Results (Objetivos e Principais Resultados),  é uma metodologia de gestão utilizada para simplificar e sistematizar os principais objetivos de uma empresa, como sugere a própria tradução do termo originário do inglês.

Mas por que, entre tantas ferramentas empregadas na gestão de negócios, essa, em especial, ganhou tanto espaço no mercado? A resposta está conectada com a sua história.

O método OKR foi criado na década de 1970 por Andrew Grove, antigo CEO da Intel. Sua popularização, no entanto, veio em 1999, quando John Doerr, um dos investidores do Google, apresentou a metodologia aos 40 funcionários da empresa — hoje são mais de 80 mil.

SAIBA+AZULIS: O que é gestão do conhecimento

Para que serve a OKR?

O OKR é uma forma de garantir que toda a equipe ande na mesma direção, com prioridades claras e ritmo constante. Ou seja, é um modelo de gestão ágil, com  foco no resultado buscado.

É a partir da definição de objetivos e conjuntos de resultados-chave que uma empresa organiza a sua estratégia e permite que as metas sejam alcançadas, tanto individualmente quanto coletivamente.

Com isso, estimula o aumento da  produtividade e a redução do estresse no ambiente de trabalho, maximizando a motivação dos profissionais.

Como a metodologia OKR funciona?

A OKR ainda parece confusa para você? Ao compreender o funcionamento dessa metodologia, fica mais fácil visualizar a sua aplicação na empresa.

O primeiro passo, é ter em mente que o termo OKR demonstra como o método funciona. De forma simples, o ex-CEO da Intel estabeleceu a seguinte fórmula para a definição de metas:

  • “Eu vou” = objectives ou objetivos
  • “Medido por” = key results ou resultados-chave.

Assim, cada objetivo (qualitativo) é desdobrado em vários resultados-chave (quantitativos). Vamos ver cada um deles separadamente?

Objetivos

A metodologia OKR considera que os objetivos são concisos, bem-definidos e trazem aspirações que precisam estar claras para todos os profissionais que fazem parte da empresa. Mostram, em resumo, aquilo que o negócio pretende conquistar.

Uma mesma empresa pode ter vários objetivos definidos, como se tornar a líder no segmento, dobrar o número de vendas ou melhorar a posição em um ranking específico sobre satisfação do cliente. Para que essas metas possam ser cumpridas, no entanto, elas ainda dependem da definição dos resultados-chave.

Resultados-chave

Aqui, temos a definição dos parâmetros que vão indicar se o objetivo foi ou não atingido até o fim de um período determinado previamente — em geral, três ou seis meses.

Os resultados-chave são metas secundárias que servem como parâmetros de mensuração, sempre definidos a partir do objetivo. Veja um exemplo:

  • Objetivo: dobrar o número de vendas
  • Resultado-chave:
    • Resultado-chave 1 – aumentar a equipe de vendas em 5%;
    • Resultado-chave 2 – triplicar o número de leads (interesse de clientes) gerados a cada mês;
    • Resultado-chave 3 – reduzir o ciclo de vendas em 15%.

SAIBA+AZULIS: Gestão de crise empresarial: o que é e como fazer?

Vantagens do método OKR

Se você ainda está em  dúvida sobre adotar ou não o método OKR, veja quais são as principais vantagens  da metodologias:

  • Metas definidas no curto prazo, o que oferece dinamismo ao negócio;
  • Simplicidade e clareza para interpretar objetivos e metas secundárias;
  • Desempenho de resultados-chave reportado semanalmente para garantir mais controle e antecipar tendências;
  • Transparência entre gestores e equipes priorizada;
  • Permite que as decisões sejam tomadas com base em dados.

Como aplicar a OKR na empresa?

Quer saber como aplicar a metodologia OKR na sua empresa? Fique de olho nas dicas que separamos.

Defina metas específicas e claras

Estabelecer metas vale tanto para os objetivos quanto para os resultados-chave, como vimos nos exemplos trazidos no artigo. O importante é não deixar margem para interpretações e garantir que todos estejam alinhados. Inclusive, é fundamental que os colaboradores participem da decisão.

Estabeleça prazos

As metas devem ter prazos curtos, como um trimestre, para manter o senso de urgência e garantir o máximo de engajamento da equipe. Obviamente,  a avaliação precisa ser feita individualmente, objetivo por objetivo.

Fique de olho nos resultados

A metodologia propõe que os resultados sejam avaliados semanalmente para aumentar a eficiência e evitar surpresas. Não ignore esse aspecto e mantenha todos informados sobre o andamento dos números.

E se você precisar de suporte para garantir o crescimento do seu negócio, conte com a Azulis. Somos especialistas em ajudar pequenos empreendedores a encontrar os melhores produtos e serviços. Quer conferir mais dicas? Siga navegando pelo nosso site e tenha acesso a conteúdos exclusivos!

As informações foram úteis?

Você não achou esse artigo útil.
Nos ajude a melhorar! Como podemos tornar esse artigo mais útil?
Agradecemos pelo seu feedback!